Taishou Yakyuu Musume. – Primeiras impressões

Um post na quarta-feira? Sim, é isso mesmo que você está vendo! Como entrei 100% de férias nessa terça-feira, estou com bastante tempo pra ver animes, ler mangas e postar sobre isso. E como a temporada de verão começou a pouco tempo, tenho muitos animes pra falar sobre as primeiras impressões, como vou fazer hoje com o anime Taishou Yakyuu Musume. Além disso, fiquem espertos que nos próximos dias devem aparecer vários outros posts, sem contar com o habitual de domingo.

Taishou Yakyuu Musume.

72286-taisho_large

Esse não era um dos animes que eu estava realmente de olho. Mas depois de ver algumas imagens e ler a sinopse dele, fiquei com vontade de dar uma chance. Foi quando fechei uma parceria com o blog Pra quem quiser ver, que está fazendo esse anime, que resolvi assisti-lo de vez.

Taishou Yakyuu Musume. se passa no Japão de 1925, após a Primeira Guerra Mundial, em um Japão onde os costumes ocidentais estão cada vez mais fortes na sua cultura. Koume Suzukawa é uma estudante de 14 anos que frequenta uma escola só para garotas. Sua amiga, Akiko Ogasawara, também de 14 anos e da mesma escola, após ser confrontada em uma festa por uma rapaz que acredita que as mulheres não precisariam de formação acadêmica, resolve começar a jogar baisebol, um esporte dominado por homens.

vlcsnap-365435

De certa forma Taishou lembra K-ON!, só que com menos moe e comédia. Em ambos os casos trata-se de animes onde um grupo de garotas jovens de uma escola feminina querem formar um clube para determinada atividade. O primeiro desafio a ser superado é conseguir os membros, um pouco mais difícil para as meninas do Japão 1925, visto que um time de baisebol precisa de 9 jogadores. Provavelmente o anime deve seguir com momentos de alegria e amizade entre as garotas, sem contar com a superação de alguns obstáculos. Só que Taishou tem algo de mais sério que K-ON!, já que duas coisas interessantes são muito presentes. Primeiro está a chegada cada vez maior dos costumes ocidentais. Isso é bem observado quando a protagonista Koume pede dos pais um uniforme de marinheiro, comum hoje em dia nas escolas japonesas. Seu pai, porém, prefere que ela continue usando o tradicional kimono.

vlcsnap-366752

Outra discussão abordada no anime é a emancipação feminina. O Japão atual já é um país onde a figura da mulher é muitas vezes subjugada pela masculina, no início do século então, após Era Meiji, a situação era ainda mais crítica. A ideia de jogar baisebol vem justamente da uma tentativa de confrontar esse machismo. Mesmo o simples ato de praticar o esporte é mal visto e muitas estudantes recusam a chance por saberem que suas famílias não permitiriam que suas filhas perdessem a feminimidade.

Quanto às questões técnicas, o anime é bom, um caracter design bonito e simples, animação normal e um trabalho artístico bem realizado pelo estúdio J.C. Staff. Não possui a mesma beleza de Aoi Hana, mas é certamente outro bom trabalho do estúdio.

vlcsnap-366083

Taishou Yakyuu Musume. não é um anime espetacular ou uma revolução, mas tem seu carismo e charme. Como vocês podem ver na páginas de Gráficos – o que estou assistindo, dei uma nota 7 para esse primeiro capítulo. Com o passar os episódios vamos ver qual o rumo que será tomado, fiquem de olho nas notas que darei!

PS: Nesse post eu pretendia falar também do anime Umineko no Naku Koro ni, mas o post de Taishou acabou ficando maior do que eu pretendia, com muitas coisas para abordar. Se não nesta quinta-feira, na sexta pretendo comentar outros animes dessa temporada de verão, entrem sempre no Gyabbo! para ler.

Esse post foi publicado em Animes, Primeiras impressões e marcado , , , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Taishou Yakyuu Musume. – Primeiras impressões

  1. PunKie disse:

    Já tinha ouvido falar no mangá, mas não na adaptação. Com certeza, entra na minha wishlist!

  2. Pingback: Plágio « Gyabbo!

Os comentários estão encerrados.