Abandone as séries medianas

Hello everybody! Mais um fim de semana, mas um post, apesar de eu estar muito atarefado, mas sempre procuro um tempo para fazer esse post, principalmente pelo blog vir dando respostas progressivamente positivas; consecutivamente nas duas últimas semanas foram quebrados recordes de visitas diárias, semanais e mensais, algo que me deixa muito feliz e agradeço muito para aqueles que visitam o Gyabbo!

Antes de começar o post propriamente dito vou aproveitar para fazer um jabá rápido: hoje mesmo saiu o primeiro podcast do blog J-Wave (clique no link para ir até à página e baixar), do Juba. Além do próprio, esse podcast contou com a participação do Leo Kusanagi do blog Mithril e de Calliban, que eu desconheço, mas falou com propriedade durante o programa. Eu já ouvi, vale muito a pena e é o tipo de coisa que eu gosto de ver, tanto que sinto falta do podcast do JBox.


Há pouco tempo o Scamp, do blog Bakutachi no Blog, publicou um post muito interessante sobre o fato dele estar droppando cada vez mais séries e com uma frequência também cada vez maior. O principal ponto que Scamp coloca no seu post para explicar isso é na verdade bem simples; ele não assiste séries medianas.

E isso é algo com que eu já venho pensando há um certo tempo.

Se eu for pensar no meu histórico como fã de animes, foram 162 animes completos durante toda a minha vida, porém, somente o ano de 2008 foi responsável por 39 desse total, quase um quarto (isso sem contar que esse ano eu já vi uns 23 animes). Já tem um bom tempo que sou fã de animes, mas a verdade é que não deve ter nem dois anos desde que comecei a ver um número realmente grande de séries, acompanhar as temporadas e tudo mais (e o Gyabbo! teve um papel muito grande nisso).

A verdade é que nesse processo a empolgação acabou me levando a assistir muitas coisas, mesmo que nem sempre elas fossem realmente divertidas. É meio difícil explicar, mas posso fazer uma analogia com as pessoas que não comem para emagrecer. O corpo pensa que não terá comida por muito tempo e estoca gordura, causando o efeito contrário do esperado. É mais ou menos isso que eu vim fazendo durante esse tempo, como só agora posso e vejo muitos animes, acabei desenvolvendo uma grande tolerância quanto àquilo que desisto de assistir.

Só que isso vem mudando lentamente.

Apesar do número de séries que eu vejo ainda seja alto comparado ao que era antigamente, não tenho mais a mesma paciência que tive por exemplo para assistir Persona – trinity soul –, seja por ter cada vez menos tempo ou mesmo por que as coisas parecem saturadas demais, como apontou em um post anterior o Leandro do blog Subete Animes, me vejo cada vez menos vendo coisas que não façam pensar “Poxa, eu realmente quero ver o próximo episódio!”, como acontecia com Paranoia Agent.

Não sei se só eu sinto isso, mas durante muito tempo ver vários animes, independente da sua qualidade, era quase uma obrigação. Mas animes nada mais são do que entretenimento, para que estragar toda a diversão com esse tipo de pensamento? A questão aqui não é julgar as obras, tenho certeza que muita gente gostou de School Days, mas sim de entender aquilo que realmente lhe diverte, lhe entretem!

É por isso eu eu apoio o que comentou o Scamp em seu post e vou cita-lo para um melhor entendimento:

The ones that you can’t really muster much enthusiasm to watch the next episode. The anime where you can’t really remember the characters names. The one where, if someone asked you if it was any good, you would reply with a resounding ‘meh’. If you take anything from this post then take this message: Drop the average series. Take a look around you at the vast amount of anime at your disposal. There will always be something else to watch.

http://brianandrew.wordpress.com/2009/10/29/ending-up-with-more-dropped-series-than-watched-series-is-now-looking-like-a-serious-possibility/

Em uma tradução livre:

Aqueles que você não consegue realmente juntar muito entusiasmo para assistir ao próximo episódio. O anime onde você não consegue realmente lembrar o nome dos personagens. Aquele que, se alguém perguntar se é bom, você responderia com um retumbante “meh”. Se você tirar alguma coisa desse post então tire essa mensagem: Abandone as séries medianas. Dê uma olhada na vasta quantidade de animes à sua disposição. Sempre existirá outra coisa para assistir.

Apesar disso eu mesmo sei que ainda estou em um processo de acompanhar realmente só as séries que me interessam, como atualmente FMA: Brotherhood e Nyan Koi! fazem, mas é algo que pretendo alcançar.

E vocês, o que acham?

Esse post foi publicado em Animes, Artigo e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

9 respostas para Abandone as séries medianas

  1. Leandro Nisishima disse:

    Ótimo post. Entendo exatamente o que passa na sua cabeça. Só não sei dizer ao certo o que seria séries medianas. Normalmente separo os animes em duas categorias, aqueles realmente bons e aqueles com o qual me identifico. Pode acontecer de ter uma série boa e com a qual me identifico ao mesmo tempo, porém isso é bem difícil.

    Saki por exemplo é uma série com qual me identifico, mas não chego a considerar boa de um ponto de vista mais “frio”. Já Clannad ~After Story~ une esses dois elementos e assim vai.

    Nessa temporada não chega a ter um anime que esteja empolgado para ver toda semana, mas fiquei bem impressionado com o desfecho da primeira parte de Aoi Bungaku. Diria que fiquei chocado e por isso agora estou ansioso para ver as outras histórias.

    Fora isso, a maioria dos que estou vendo é por diversão e para passar o tempo, como Seiken no Blacksmith, Seitokai no Ichizon e Kobato. Antes esperava muito de Railgun, mas anda meio lento na minha opinião, embora ainda seja o anime que mais tenha vontade de assistir toda semana.

    Mas o número de animes que estou assistindo essa temporada é bem menor do que antes (6 séries). Em outubro do ano passado vi mais de 10.

    Acho que com o tempo a gente vai absorvendo os diferentes gêneros e começa a enxergar eles de forma diferente. E como a gente passa a conhecer a maioria deles a empolgação desce um pouco. Outro ponto é que pelo menos eu estou dando cada vez mais valor para a parte técnica. Não que isso torne automaticamente o anime bom, mas vejo o capricho nesse aspecto, como um bom indicador de trabalho bem feito. E tem séries que continuam me empolgando por causa disso, como a primeira temporada de Gundam 00 e o primeiro Gunslinger Girl. Embora nos dois casos o enredo seja também de peso.

  2. CcP disse:

    Eu sou igual a quem escreveu o post eushueihsae

    Eu nesse ano tive uma media de 26 animes, uns eu completei outros nao…

    Mas os q eu faço questao de assistir tda semana eh One Piece e FMA ….esses eu espero a semana tda enlouquecido

    Mas assim, da nova temporada eu to assistindo poucos: Fairy Tail(OP 2), Nyan Koi, Kampfer, Soro No Otoshimono, Seitokai no Ichizon(mt engraçado), Queens e Seiken no Blacksmith…

    Eu baixei os outros animes de outubro, mas ainda nao arrumei tempo pra assistir…

    Eu nao tenho paciencia pra mt anime de ação ou aventura…entao eu assisto mais comedia e romance…

    Neeem naruto e bleach eu nao assisto desde o começo do ano, pq nao tenho mais paciencia, muuuuuito xato

    Se tiver um anime de ação, aventura+comedia…recomende ae, to precisando ehasuehSAIe

  3. Carol disse:

    NOSSA, amei seu post!! XD
    Eu posso usar perfeitamente essa mesma “teoria” com os (em m’edia) 15 doramas que assisto por temporada. Muitos são super medianos, sem falar os que são realmente ruins.
    E pq fico querendo acompanhar todos, tem muitos dramas antigos que SEI que são bons que nunca assisto, pq não tenho tempo!
    Eu tenho agonia de dropar coisas, então o melhor a fazer é nem começar os dramas medianos, né? uahauhauhuaha
    adorei, adorei!!

    E nossa, sério que se vc não come por muito tempo o corpo estoca gordura? UAHUAHUA NÃO PODE SER! Eu tenho que parar de fazer isso então, mas cooomo emagrecer quando se é uma vegetariana que não gosta de legumes e só de massa/batata/pão?!
    TOTALMENTE OFFTOPIC ISSO, BY THE WAY.

  4. Keitaroh disse:

    Gostei do seu post… também já tive o pensamento de ver o máximo animes que puder…
    eu começava a baixar séries completas e assistia só depois que gravava em cd ou dvd…
    mas parei quando vi School Days… particularmente, não gostei nem um pouco deste anime… achei o final meio doentio… por outro lado gostei bastante de Higurashi no Naku Koro Ni, que dizem ser parecido no quesito de violência…
    Isso de ver bastante série era bom para manter atualizado com os animes recém exibidos e em questão de conhecimento e poder opinar a respeito. Mas como tu disse, anime é para ser entretenimento, assim como filme, dorama e mangás… se divertir vendo uma série ao mesmo tempo em que analisa a produção (traço, enredo, sons..)
    E depois de ver tantos animes, agora, quando vejo uma série ‘mediana’, muito semelhante a outras e não transmite nada de novo ou empolgante na história, acabo dropando… mas isso dp de ver alguns episódios, porque dropar depois de ver apenas o 1º episódio pode acabar sendo ruim (por exemplo, Lucky Star… começou bem fraquinho, mas depois ficou bem divertido.. verdade que este fato se deve a troca de diretor do anime…)
    Dos animes q estão sendo exibidos no Japão atualmente creio que esteja acompanhando (não tão fielmente) apenas Keroro Gunso, InuYasha Kanketsu-hen e FullMetal Alchemist Brotherhood…
    Fairy Tail nem interessei pq dp de ler uns 100 capítulos do mangá, acabei o dropando… história meio repetitiva….
    Ainda tem outros animes q já foram concluídos q ainda fico com vontade de ver…
    Seitokai no Ichizon dp planejo ver… parece ser legal…
    Mangá que ando acompanhando em maior quantidade e mais fielmente comparado a anime… e tbm existem várias histórias de diversos gêneros sendo várias ‘inovadoras’… algumas q recomendo: Yokohama Kaidashi Kikou, Yotsuba&!, Berserk, watashi ni shinasai xx, saijou no meii, oretama, mirai nikki, bakuman… e vários outros ^^

  5. GUSTAVO disse:

    GENTE SO SEI DE UMA COISA, SE ELES CONTINUAREM COM ISSO DE PASSAR ASSUNTOS NÃO RELACIONADOS A ANIMES E MANGÁS O CANAL ANIMAX VAI FALIR, PENSEI QUE DEPOIS DE TER COMPRADO A LOCOMOTION ELES IRIAM MUDAR A GRADE DE ANIMES E PASSAR OUTROS, OU MANTER OS ANTIGOS E ARREBENTAR, MAIS VEJO QUE ELES ,ESTAO É AFUNDANDO O CANAL E FAZENDO COM QUE OS FÃS FIQUEM ASSISTINDO PELA NET OU COMPRANDO.

  6. Denys Fantasma Almeida disse:

    @Leandro Nisishima

    Eu entendo por séries medianas como aquelas séries que não dão exatamente uma grande vontade de desistir, mas que também não empolgam a continuar assistindo com frequência.

    Essa temporada anda meio decepcionante realmente, acho que só Nyan Koi! e Kimi ni Todoke me deixam com vontade de ver o próximo episódio. Vi o primeiro episódio de Aoi Bungaku, mas não me empolguei tanto, é um anime que ainda pretendo analisar.

    Desses Seiken no Blacksmith realmente diverte e Kobato anda melhorando.

    @Carol

    Obrigado, Carol! E é isso mesmo, tenho tantos animes mais antigos que tenho vontade de assistir, até fiz um post sobre as 5 séries que mais me arrependo de ainda não ter visto. Mas ainda sim me encho de séries novas à cada temporada e acabo não assistindo ao que interessa! E isso me impede também de ter tempo pra baixar e assistir a doramas.

    uhahuahuahuauhauhauha Eu li isso tem um tempo, o certo é você fazer lanches pequenos entre as principais refeições! Frutas são especialmente recomendadas nessas horas.

    @GUSTAVO

    Acho que você comentou no post errado, Gustavo…

  7. Nossa, depois de séculos que vim ler este post e realmente PRECISO comentar!

    Eu fico sempre muito feliz quando vejo um otaku (leia-se: fã de animes) começa a perceber que não precisa sair engolindo todos os animes que saem na temporada. Ter gosto próprio e refinar suas escolhas por séries tem muito haver com a personalidade da pessoa em si, é algo pessoal. Afinal, quem é que pode falar das pessoas que veem todas as novelas da globo se ele vê todos os shounens e shoujos do mercado simplesmente por obrigação?

    Eu nunca tive esse pensamento (meu blog está aí para mais do que provar isso), por isso a minha incansável luta pelos “animes inteligentes”. É meu gosto pessoal pessoal, não que seja o mais correto, afinal gosto é algo que não existe melhor, apenas o seu.

    Enfim, espero que continue nesse caminho que eu defino como “amadurecimento otaku” xD
    A propósito, estou vendo (deixando atrasar e esquecendo de baixar) quatro séries dessa nova temporada, afinal os outros animes não são pro meu gosto ;)

  8. Anakin disse:

    Pois é, tinha esse mesmo pensamento: “Vou ver o maximo possível de animes, pra ter uma carga cultural extremamente rica, e assim, poder julgar qualquer produção oriental do ramo.”

    Com o tempo percebi que não era bem assim. Vi muitos animes que realmente não acrescentaram NADA pra mim ( vide girls bravo e Kanokon). Acho que a explicação mais lógica que eu posso dar é a seguinte: quando você vê um anime ótimo de algum ramo ( por exemplo: “Onegai teacher” um ecchi) outros animes do mesmo ramo tendem a ficar desanimantes de se vêr, com personagens demasiadamente repetidos, e superficiais demais.

    Usei o ecchi como exemplo, mas isso se aplica a qualquer tipo de anime.

    Usem o tempo a favor de vocês, não lutem contra ele. Prefiram assistir uma série bem-conceituada, do que 6 séries que ficam se repetindo o tempo todo, sem dilemas, e que não te levam à reflexão.

  9. Pingback: Porque desistir de séries « Como e porque

Os comentários estão encerrados.