#OtakusContraAGlobo ou contra si mesmos?

UPDATE: Declaração do autor sobre todo o caso “ Eu não pretendo falar sobre Otakus na minha próxima novela.Mas se fosse falar, agora estaria com uma péssima impressão depois das agressões!”

UPDATE2: Eu sei que nem todas as lolitas foram agressivas no caso Shoujo Café X Lolitas. Mas pelo que eu pude ver da situação, quem se mostrou errado foi o lado das lolitas que interpretaram de maneira errônea um post. Não sou contra lolitas, acho até um estilo bonito, por isso, espero não comprar brigas com ninguém, o que não foi o caso do exemplo. Só serviu para mostrar como a desinformação pode gerar agressão por parte do fanatismo de algumas pessoas de alguns grupos.

Olá leitores. Estranho ver um post em uma terça-feira, não? A verdade é que eu só pretendia escrever amanhã sobre mais um anime que terminou recentemente, mas ao chegar em casa e ver algumas coisas no Twitter me senti obrigado a escrever o post que segue. Para quem não tem Twitter, nele existe uma certa lista, a “Treding List”, onde os termos mais recorrentes são colocados em ordem de quantidade.

Hoje, final do Big Brother Brasil, era de se esperar que a Trending List Brasileira estivesse repleta de termos sobre o reality show, o que de fato aconteceu. Mas ali no meio um termo diferente surgia: “#OtakusContraAGlobo“. Não é de hoje que os otakus brasileiros gostam de fazer algazarra e reclamar por pouca coisa, mas por que comprar briga com a maior rede de comunicações nacional? Muito simples, por causa desse cara:

Se você não faz nem ideia de quem é essa pessoa, não tem problema, nem eu sabia antes disso tudo. Na verdade se trata de Walcyr Carrasco, escritor de livros, peças e mais conhecido por suas novelas pela rede Globo; “Chocolate com pimenta” e “Caras e bocas” (da qual eu mesmo gostei bastante) são algumas. De acordo com a informação do blog Japan Pop Cuiabá, o autor esteve no Japão e declarou no seu twitter que o enredo de sua próxima novela tratará justamente de coisas nipônicas, sem dar  maiores detalhes.

O medo de ver seu hobby/gosto retratado em uma novela da Globo, especialmente em um horário onde as novelas tendem mais para um lado cômico/slice of life, fez os fãs criarem a tal hashtag no Twitter para mostrarem sua raiva e contrariedade ao canal. O que, infelizmente eu tenho que dizer, é algo inútil. É claro que quem é fã do entretenimento pop japonês (ou mesmo de qualquer outra coisa que saia do “normal”) sabe como é complicado se livrar de preconceitos e estereótipos que são criados em cima daquilo que os outros desconhecem. Mas a grande questão é, como levar a sério um grupo que ao menor sinal de exposição midiática que saia da sua redoma comum (eventos de anime, fóruns, orkut, Twitter ou internet em geral) levantam um movimento de isolamento e agressão?

Comentando sobre o tema no meu Twitter, coloquei alguns pontos que quero destacar:

(1) Estamos falando da Rede Globo, simplesmente o cérebro da mídia nacional, a tal “Grande Influenciadora de mentes”, que infelizmente não tem um passado muito bom com animes, apesar de já ter exibido vários. Uma novela que explore de maneira cativante (o que o autor já mostrou saber fazer em outras obras) não teria um poder gigantesco de jogar luzes sobre o cenário otaku (e aqui eu generalizo para qualquer coisa do entretenimento pop japonês)? Assim como a novela “O Clone” trouxe uma onda sobre a dança do ventre, será que uma exposição tão grande como essa não se reverteria em mais mangas, mais animes, mais artistas japoneses vindo ao Brasil de uma maneira direta (feita pela própria Globo) ou indireta (feita pelo efeito que o canal tem no país inteiro)?

Se bem usado, isso poderia ser um catalizador gigantesco para que produtos originais e que dificilmente chegariam por aqui. Ou alguém duvida que uma parceria entre Globo e Yamato (ou mesmo sem a Yamato) poderia trazer uma banda como L’Arc~en~Ciel ou uma cantora como a Yui para o Brasil após estar na trilha sonora da novela?

(2) O preconceito advém muito daquilo que se desconhece. É fato dentro da Psicologia que a exposição prolongada de um grupo com algo que antes lhe gerava preconceito pela falta de conhecimento pode vir a diminuir. Não seria uma oportunidade interessante de você mostrar pros seus pais que suas roupas de Gothic Lolita não são coisas de maluca? Que sair com uma bandana na testa pode ser um estilo? Que cantar músicas em japonês é uma escolha de gosto e que é possível gostar do diferente? Eu acredito que sim.

(3) No Twitter eu usei a expressão “infantil” pra qualificar esse movimento pelo simples fato de que ele será inútil, principalmente por se tratar de uma novela que ainda nem foi confirmada e que se for, irá ao ar somente no fim do ano. Mas não só por isso, muitos vêem a ideia com maus olhos pela possível dispersão de conhecimentos errôneos acerca de assuntos que nós conhecemos. Não seria esse então o melhor momento para que grupos se unam, entrem em contato com o autor para lhe passar informações e tentem minimizar ao máximo esses possíveis erros? Afinal, todos aqui conhecem perfeitamente bem a cultura do entretenimento pop de Bangladesh? Creio que não, ninguém sabe tudo, erros são sempre possíveis, cabe aos que se preocupam com eles buscar sana-los.

Isso me remete muito ao caso Shoujo Café x Lolitas, que foi outra discussão infantil por parte de um grupo que não procura ver o mundo além de dois lados. Vários foram os xingamentos e ironias em cima da Valéria Fernandes (dona do SC) por algo que ela nem afirmou. Ao invés de correrem para tacar pedras, seja no Shoujo Café, seja na Globo, por que não se unir e buscar usar esse meio para melhorar em muito a situação dos fãs aqui no Brasil?

Por fim, quero deixar minha mensagem de que a internet e a união entre os fãs pode ser usada para coisas maiores do que rixas virtuais sem sentido. E somente um addendum, o autor esteve no Japão, o que mostra no mínimo uma boa vontade de explorar bem esse mundo que nós tanto gostamos.

Fotos retirados do Twitpic do autor: http://twitpic.com/photos/WalcyrCarrasco

Esse post foi publicado em Artigo e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

60 respostas para #OtakusContraAGlobo ou contra si mesmos?

  1. ryoowatari disse:

    Desculpe, nem li seu post pq toh cansado de ler sobre isso hoje

    mas minha opnião é que os otaklus parem de se achar os donos do Japão e parem de pré-julgar algo que tem pouquíssimas informações disponiveis por enquanto só por implicancia e argumentos não conclusivos.

    acho doideira, ignorancia, idiotice

  2. Raquel (@hakeru_chan) disse:

    Sério, onde eu assino?

    Você disse TUDO que eu disse no twitter assim que eu vi esse pandemônio instaurado. Só faltou eu ser acusada de não ser uma puro-sangue-otaku (total Harry Potter fellings agora, rs) por não apoiar essa hashtag e os comentários que estavam sendo feitos nelas.

    Acho que essa novela pode trazer mais coisas boas do que desastres. E afinal, que fim de mundo é esse que estão criando só porque PODERÃO TER posers de cultura japonesa? Gente, o povo não cresce D:

    E AGORA que a coisa esfriou, o povo tá vendo que foi tiro no pé. AMÉM SENHOR.

    E só não repito meu post no Anime Pop pra não ficar… repetitivo XD

    Enfim, parabéns pelo post!

  3. Yagami disse:

    Meu,GloBOSTA eh GloBOSTA,ou será que jah esqueceram daquela matéria do Fantástico do casal otaku que fugiu de casa onde soh teve distorção de fatos??????
    Botar fé nesse noveLIXO eh a msm coisa que botar fé que algum dia vá voltar a ter canal full-anime no Brasil(tinha teh novembro qd o Animax virou canal de variedades,ou melhor dizendo teh junho de 2008 qd estreou Reciclo e Distraction lah),no mais eu espero eh que algum dorama seja japa,coreano ou chinês retrate otakus/otomes da merecida maneira,pois isso a GloBOSTA com certeza ñ irá conseguir fazer num noveLIXO -.-

  4. Hector Nagao disse:

    Eu li seu post e de uma certa forma compartilho sua opinião, mas eu adoraria que você lesse uma série de posts no meu twitter e que deixei acima e me desse o seu parecer a respeito da minha opinião

  5. MarcosSena disse:

    Suuuuper a favor!! O cara manda maior bem, e acho que cvai ser uma grande ajuda para familiarizar o povo com uma cultura totalmente diferente da nossa, deconhecida pela maioria dos brasileiros.
    #ISupport!

  6. Concordo plenamente. Também tinha ressaltado esses pontos no meu twitter. Espero que o pessoal reflita bastante e veja que não é com grosseria que se resolve as coisas. Vou até colar aqui o que escrevi no twitter.

    “Ah, eu resolvi comentar sobre a comoção #OtakusContraGlobo que está acontecendo no twitter. Sinceramente, eu não vi o @WalcyrCarrasco ser desrespeitoso com o Japão em nenhum momento, o que vi foram muitos elogios. Os comentários dele sobre “tribo dos ursinhos” ou “menina vestida de Alice” nada mais eram que falta de informação sobre a cultura. Achei os comentários nas fotos do autor extremamente grosseiros e desnecessários. Em parte, eu entendo a raiva dos otakus pela forma como os animês e mangás vem sendo tratados na mídia, o que causa muito preconceito pro nosso lado, mas acho que agir de forma grosseira com o @WalcyrCarrasco só vai “queimar o nosso filme” ainda mais. Poderiam simplesmente ter corrigido o erro de alguém que não está acostumado com a cultura, como por exemplo, “não cara, isso é uma Lolita” ou “isso é um gashapon”, etc. Lembrando que eu sei muito bem como a mídia deturpa os otakus e a cultura japonesa, mas acredito que sair xingando e dando piti não vá ajudar a situação, só piorar. Se a nova novela terá o Japão como tema, cabe a nós, amantes dessa cultura, pedirmos educadamente ao @WalcyrCarrasco que estude bastante a cultura e a trate com muito cuidado para não deturpar ainda mais a visão que os brasileiros têm, e sim aproveitar a oportunidade para mostrar como a cultura japonesa é rica e interessante. E sim, fiz uma postagem de blog no twitter, mas acho que foi válido. =P”

  7. Ale_SB disse:

    Há uns 10 anos causei um alvoroço por causa de Card Captor Sakura. Eu estava gravando a série em fita VHS, mas não dava sorte de pegar certos episódios. Sendo assim, aproveitei que haviam cancelado o desenho e iniciei uma campanha chamada “Salve Sakura”. Montei uma singela página no Geocities e deixei a coisa rolar.

    Os otakus atacaram de tal forma que a emissora acabou cedendo. Me mandaram “uma mensagem de rendição” e exibiram a série todinha! Inclusive, o penúltimo episódio caiu numa sexta-feira, sendo que na semana seguinte entraria nova programação. O que fizeram? Episódio duplo! Dois episódios de Sakura pra fechar a série e ninguém mais ter o que reclamar!

    Confesso que fiquei bastante surpreso com a atitude. Isso mostra que os esforços dos otakus não é em vão. E também mostra que mesmo “A poderosa” é capaz de ceder aos apelos.

    Bom, nisso eu consegui gravar os episódios que restavam e desisti da campanha. Os fãs ficaram indignados comigo e resolveram criar suas próprias campanhas Salve Sakura. Fiquei sabendo de mais umas 4 depois da minha. Nenhuma obteve resultado. :3

    Portanto, acho válido protestar. Os otakus têm poder de mudar uma programação (vide Sakura). Porém, concordo que a abordagem deveria ter sido mais bem pensada. Quem sabe, através de vídeos caseiros satirizando as novelas e ridicularizando a idéia. É uma sugestão. Não será com ofensas que os fãs conseguirão mudanças.

    Por fim, não podemos levar muito à sério o que aconteceu hoje, afinal, a maioria estava trollando mesmo. Eu mesmo estava. ,:)

  8. Raquel (@hakeru_chan) disse:

    O problema é que depois que a coisa descamba pra ofensa pessoal e ameaça de morte com Death Note (por mais trollagem e brincadeira que seja), acho que qualquer fã perde a razão. Não tem como não ser taxado de ridículo depois do que os fãs promoveram no twitter.

  9. Yagami disse:

    Mano,se toca,por mais que o Carrasco faça um roteiro bom a GloBOSTA vai intervir pra mudar td para pior,se enxerguem ¬¬

  10. oberdanorris disse:

    Acho que ir pro japão seria o mínimo a ser feito por ele, para estudar a cultura, já que é uma cultura muito extensa e difícil de se entender vista “por fora”.
    Mas sou muito cético ao assunto, tanto pode ser bom – não muito, mas pode – quanto ruim.
    Mas os otakus estão fazendo muito mimimi visto que o cara disse que apenas QUER escrever e não, confirmado, que iria escrever.
    Seria realmente bom contatar e ajudar o autor, e deixar esse mimimi besta – ele somente está empolgado com o país – e mesmo sabendo que faltou um pouco de informação sobre a cultura nas legendas das fotos, dá para perceber que ele quer realmente aprender sobre.
    Como disse será bom para a divulgação da cultura, apesar de ser relativamente – indiretamente – boa com o mesclagem com a cultura ocidental (vide mangás da turma do mônica)
    O único ruim que terá se realmente a novela acontecer – independente de ser boa ou não – serão os posers.

    Mas eu fico me perguntando, como ele irá fazer o enredo, qual será o personagem principal? Como fazer que a população – não somente otakus e empolgados – gostarem da novela? De certa forma terá romance – impossível talvez? -, claro, é típico de novelas. Esse é um grande problema, não sou um conhecedor de novelas e raramente as vejo, mas é terrivelmente fazer com que um tema desses torne-se interessante para as pessoas que assitem novela, se conseguir será um ato glorioso.

  11. Raquel (@hakeru_chan) disse:

    @WalcyrCarrasco: Eu não pretendo falar sobre Otakus na minha próxima novela.Mas se fosse falar, agora estaria com uma péssima impressão depois das agressões!

    Espalhem isso, OS OTAKUS PRECISAM ACORDAR DE SUAS BOLHAS.

  12. Hugo disse:

    Acordar o caralho, ele deu pra trás depois de terem metido o pau nele.
    Fala sério que tem cretino que vai cair nesse teatrinho barato dele.

  13. Raquel (@hakeru_chan) disse:

    Otaku Ignorante detected

  14. Hugo disse:

    Mais ignorante que você impossível minha filha.

  15. Pingback: Racionalidade. A gente não vê por aqui. « Aironou

  16. Fernando Eduardo disse:

    Excelente texto que escreveu, apresentou bem os fatos. Espero que os otakus revoltados compreendam bem o que escreveu.

  17. Raquel (@hakeru_chan) disse:

    Hugo querido, se eu fosse sua filha estaria morrendo de vergonha.

  18. Botto disse:

    Filha? depois de uma frase dessa nao considero nem idade ou maturidade para esse Hugo :D
    Mto bom o Post. Nota 10! expressou bem a situação e apoio 100% povo tem qeu aprender com as oportunidades. ser Otaku jé é modinha. a Globo vai finalizar o processo.

  19. Lia-chan disse:

    Além de não assistir mais novelas at all, eu não quis assistir Caminho das Índias porque simplesmente não queria que uma novela da Globo fosse a minha fonte de conhecimento sobre cultura indiana.
    Pensa no nível de educação da população brasileira. E pensa no poder que a Globo tem de influenciar as pessoas que ainda assistem TV em canal aberto.
    Isso não justifica o ataque dos otakus contra o Walcyr Carrasco, e na verdade nem é esse o meu foco no assunto. Mas como será que eu, descedente de japoneses, estou me sentindo?
    Acho que prefiro que o preconceito que eu sofro seja por falta de conhecimento sobre a cultura do país de origem dos meus avôs… do que pelo conhecimento errôneo que a Globo tem alto potencial de disseminar.

  20. Clarissa disse:

    Eu senti uma necessidade de concordar com o que você escreveu no post… Eu fui dormir antes do rage começar no twitter e não pude manifestar isso.

    Tem gente que não gosta de ver suas coisas exibidas, como animes e mangás para que não vire modinha… Mas como todas as outras novelas da Globo que trouxeram modinhas, isso passa e PONTO… Acabaria a modinha com o fim da novela e ninguem teria do que reclamar, contudo eu acho extremamente interessante ver como seria retratado o mundo de otakus, animes e jpop/rock por uma emissora como a Globo… Acho até que demorou muito pra ela se interessar por isso!

    Foi uma atitude impensada, porque ele nem começou a fazer a novela, e não cometeu nenhum erro. Acredito que protestar contra algo que nem existe é uma coisa inutil e que mesmo quem não gosta de ter a visão da Globo das suas tribos deveria esperar pra ver de que forma isso vai ser retratado e o quão vai sair errado… as vezes nem é tanto assim!

  21. Hydra disse:

    São os “otakus” (alguém se lembra o que significa esse termo lá no Japão? Pois é…) provando, mais uma vez, que todos aqueles que os veem com maus olhos tem razão!

    Grandes redes de televisão sempre vão crescer seus olhos para coisas que causam polêmica. E o que eles estão fazendo agora? Polêmica!

    Ponto para os “otakus”, que estão conseguindo fazer a Rede Globo ter ainda mais vontade de mostrar nas telinhas tudo aquilo que as pessoas normais pensam a respeito daquele bando de adolescentes que andam por aí vestindo-se como personagens de animes e acreditando que o mundo gira em torno de colegiais ninjas com super-poderes.
    Porque, por culpa dos “otakus”, é exatamente isso que eles pensam de fãs de animes, como nós.

    Já consigo até imaginar, a novela passando e aquela enxurrada de reclamações nos e-mails, twitters, e blogs a respeito da Globo, enquanto a emissora ganha a atenção dos pais com um Globo Repórter explicando a “febre” dos adolescentes e uma psicóloga renomada, que ninguém conhece, falando dos motivos psicológicos que levam essas crianças emocionalmente desequilibradas a agirem dessa forma.

    Meus parabéns, “Otakus”! Vocês conseguiram mais uma vez!

    Aliás, vocês sabem o que significa ” (aspas), né?

  22. Camila disse:

    Acho que a culpa deste movimento sem causa é porque muitos fãs vivem fechados no seu mundinho.

    A mesma coisa no Shoujo café onde a Valéria tava mais falando de questão de gênero e feminilidade naquela moda.
    Ela nem mencionou as lolitas. MNas qualquer crítica a algo minimamente similar às lolitas foi suficiente para aparecer gente tacando pedra e brigando contra umpreconceito inexistente naquele post.

  23. Nanda disse:

    Bom, li todo o post e a maioria das respostas. Concordo com algumas coisas e discordo de outras. Mas o q eu mais achei ridículo foi o ataque contra o autor… Galera, o cara nem escreveu nada ainda! Parem de sofrer por antecipação! Se ele fizer uma novela sobre o Japão, é a vida, não fizeram uma sobre a China? Então… O q a gente devia fazer era dar dicas, informações, ajudar o cara a não fazer besteira! =| Sério… É por causa de atitudes assim que minha mãe acha q sou criança msm tendo 18 anos nas costas… Pq ela não olha para mim, ou com qm eu ando. Ela assiste a TV e fala: credo, olha só o q a minha filha ta virando! =| Esse flame só ferrar com a vida de muito otaku aqui do Brasil… Antes de sair falando o q dá na telha, pensa primeiro, olha a proposta… Xingar o autor não vai mudar o fato de q a novela vai existir…
    É só galera :3 vlw qm leu e qm não leu… Paciência…

  24. Camila disse:

    Ai, meo deos, eu morro de vergonha alheio quando vejo um otaku dando uma de fofinho ameaçando alguém de morte colocando o nome no Death Note…
    /o\

  25. Mari disse:

    sei lá, amei o post, de verdade.
    pra ser sincera, nem sabia nada sobre o assunto, fiquei espantada quando li aqui…

    cara, a manha de alguns fãs “puristas” me enoja.
    essa coisa de “passa na Globo então é lixo” tbm é extremamente tosca.
    já não basta chorar toda vez que um anime mais “famosinho” vai parar na tv aberta, como se fosse o fim do mundo?

    claro, todos queremos que nossos hobbies sejam tratados do modo como devem, mas reagir desse modo é babaquice! cresçam e apareçam!

  26. Juh-cyan disse:

    Ontem eu só entrei na baderna porque… Bem… você não gostaria me ver com um misto de fome, sono e TPM ‘__’

    eu estava furiosa, e não conseguia dormir. Isso sem falar que eu estava me segurando para não mostrar revolta contra uma mudança repentina da minha amiga, e a tag acabou me servindo como uma saida de emergencia para não acabar com uma amizade de ano u_u

    Eu não cheguei a xingar ele em si. Só fui me deixando levar pela onda. Uma parte de mim achava que aquela revolta era certa, que a novela só pioraria a situação dos Otakus. A outra, sabia que era besteira, mas essa metade não tem tanto poder sobre mim, e acabou não tendo tanto efeito -QQQQ

    Hoje, mais calma, comecei a refletir sobre o que essa novela poderia trazer de positivo e pensei: “Caramba, como aquele povo é BAKA! O_O” Eu não conto pois serviu mais para desabafo :BB~ -apanha infinitamente-

    Enfim, não ache que eu vá acompanhar a novela. Mas vai ser bom o meu pai entender de musica J-Pop não é uma coisa que só eu gosto (como ele pensa) e que Lolita na verdade não é uma coisa que deveria ficar no planeta Jupiter (como ele pensa.) e que cosplayers não é uma coisa que só gente maluca faz (Como ele pensa. Sim, meu pai as vezes é meio ignorante com os Otakus ._.)

    Não vou acompanhar a novela (Nunca acompanhei mesmo <D), mas, se for feito direito, vai trazer muitas vantagens para nós, Otakus… Nem que seja só por um ano :D~

  27. Daniel disse:

    Você tem um ótimo post em mãos Dennys. Concordo com tudo o que você disse aí, mas também tenho que levar em consideração que o problema não é mostrar cultura japonesa na globo, isso é ótimo para o Brasil e para os Otakus em sí, mas uma coisa ainda me deixa com uma pulga na orelha que é a aparição dos POSERS, ou seja, pessoas que acham que entendem de Naruto ou de Gueixas ou seja lá o que for do Japão e ainda querem dizer que são otakus.

    Essa vai ser a primeira novela que eu vou ver na globo, mas eu espero não ver pessoas na rua brincando de otaku. .-.

  28. Como eu comentei no Japan Pop Cuiabá, nem tanto ao céu nem tanto ao mar.

    Eu confesso que coloquei uns dois tweets com essa hashtag falando do meu receio baseado na superficialide que eu vi em novelas como “O Clone”, “Negócio da China” (principalmente essa) e “Caminho das Índias”.

    Motivado por preconceito mesmo, que eu sempre admiti que tenho.

    O problema não é nem tanta gente recear que alguma tema (que saia do “universo Rio de Janeiro”) seja distorcido em uma novela global, e sim o peso que deram a isso.

    Por mais que as coisas da cultura pop japonesa sejam legais, não é algo que faça valer nem um pouco a pena comprar briga ou sentir ódio de ninguém (ódio é o veneno que você toma esperando que o outro morra).

    Mas o simples receio em si é completamente justificado a meu ver. Não a algazarra.

  29. Thaís disse:

    Tem otaku que é um saco mesmo, que fala que se não for realmente japones então não presta ¬¬
    Mas depois daquela noticía do casal otaku no fantástico(que alguem já mencionou) eu não confiaria muito nessa novela, o autor precisaria de muita pesquisa para não acabar falando uma besteira realmente feia (porque nada é perfeito).
    Mas se fosse uma novela boa mesmo, sem erros crassos, ajudaria a tirar muito o preconceito. O tanto de besteiras que pastores evangélicos falam e se seus fiéis alienados acreditam sobre animes (NADA CONTRA a evangelicos, não me importo com a religião de ninguém, mas vamos admitir que muitos são assim). Até mesmo nas nossas televisões falam mal de animes.
    O engraçado é que não vejo ninguém falando mal dos desenhos americanos, só metendo o pau nos japoneses, o que me deixa muito nervosa. Crianças pulando lugares altos ou fazendo alguma coisa perigosa por parte da influencia dos filmes/desenhos americanos ninguém fala absolutamente NADA de mal, mas se adolescentes fogem de casa e tem um gosto em comum que é gostar de anime, a mídia cai em cima ¬¬

  30. Raquel (@hakeru_chan) disse:

    “que é a aparição dos POSERS, ou seja, pessoas que acham que entendem de Naruto ou de Gueixas ou seja lá o que for do Japão e ainda querem dizer que são otakus.”

    Nada diferente de OTAKUS que se acham donos da verdade sobre a cultura japonesa só porque leem mangás e vem animes até sair pelas orelhas.

  31. Pato_Supersonico disse:

    E depois que a imprensa diz que otakus são um bando de crianções, tem gente que não entende o porquê… ¬¬’

  32. Sinceramente, não o que comentar desse povo que quebra nossa firma….. pq tanta algazarra por bobagem ne?

  33. Bingo disse:

    Eu confesso que criticaria muito ao primeiro ver, simplesmente por juntarem algo de que eu gosto com uma, bem, novela. Mas eu concordo totalmente com seu ponto de vista; talvez uns criticassem mais, outros passariam a simpatizar com (ou ao menos tentar entender) a cultura japonesa em geral, o que seria ótimo :D *vive tentando convencer os pais de que rock japonês não é coisa de outro mundo*

    Por mais que fosse provável que eles acabassem cometendo alguns deslizes ou algo do tipo, seria legal que seguissem com a idéia, sim. A possibilidade de ter L’arc~en~Ciel e YUI no Brasil com certeza me faria apoiar a novela com todas as forças \o/ Sem falar que seria a primeira novela que eu realmente assistiria, LOL. *thumbs up*

  34. Mitsu disse:

    Vou me matar, dá licença. :*

  35. Pedro disse:

    A globo é foda, ficam adulterando as coisas com suas novelas. Não dá pra confiar. Bom mesmo é aprender sobre a cultura grega com cavaleiros do zodíaco, sobre cultura judaica com evangelion, esses sim respeitam e são fiéis às fontes…

  36. Carolina disse:

    Só tenho a concordar contigo.

    Assisto animes, leio mangás e uso o estilo Lolita, e só sinto vergonha pela atitude desses otakus. Agora posso ser mais tachada de idiota ainda, adoro :)

    É ridícula a atitude otaku de achar que entende tudo das terras nipônicas e que por isso a coisa tem que ser defendida e continuar underground (sendo que grande parte dos otakus só começaram a ser na semana passada e acham que falar “nya” é entender da cultura japonesa).
    Só lamento.

  37. Keisuke disse:

    Só hoje que eu fui saber dessa palhaçada toda… lol

    Okay, já tinha ouvido falar por alto, quando uma amiga comentou sobre as fotos que o autor Walcyr Carrasco tinha publicado no twitter e a sua manifestação do desejo de escrever uma novela sobre o Japão~ E a minha reação imediata foi… de horror! Achei terrível! xD
    Tenho síndrome de underground (nem twitter eu tenho), então, só de pensar que algo que eu amo poderia estar na boca de qualquer tia, cobrador de ônibus ou pirralho já faz meu estômago revirar. Preconceito total, admito. Mas, de forma alguma eu aplaudirei a atitude estúpida dos “otakus” que meterem o pau no autor.
    Agora, se eu fosse ele, faria SIM a porcarida da novela, e ainda ia mostrar os otakus da forma mais caricata possível, só de sacanagem. Aí sim todo mundo ia ter motivo pra reclamar. Mas, enfim… UHSIAHSIAHSIAHSUIHA!

    Gostei do texto. Explicativo e convincente.
    E eu nem ia escrever nada depois de ler o comentário da[o] Hydra, pois achei que eu nem poderia acrescentar mais nada depois de ler tal coisa… Faço daquelas as minhas palavras também.

    Em todo caso, não estou nada otimista com essa situação. Estou esperando o pior.
    E não acho que um show da Yui vá compensar todo o restante de coisas irritantes que se seguirão depois da exibição dessa novela – se é que ela vai mesmo rolar. Mas, se rolar, paciência. Moda passa.

  38. Larissa disse:

    Gostei bastante do seu post, concordo com a maior parte dele. Essa confusão toda me deu muita vergonha, porque eu também sou otaku e lolita. Em relação ao caso do Shoujo Café, acho que naquela situação não dava mesmo para beneficiar a divulgação da moda lolita, uma vez que, assim como a maior parte das lolitas, a Valéria também foi muito cabeça dura para aceitar qualquer opinião diferente da dela. Bem acho que esse caso já deu o que falar o suficiente…
    Mas o Walcyr Carrasco em momento algum tentou denegrir os otakus, muito pelo contrário, só se mostrou interessado em conhecer essa cultura. Se eles estavam preocupados, deveriam apresentar ao autor algumas referências confiáveis de pesquisa sobre o Japão e sua cultura. Sou suspeita para falar do Walcyr porque sou tiete dos livros dele rs. Mas não acredito que ele falaria sobre algo em uma novela sem pesquisar primeiro, então, ao invés de fazer treta, deveriam ajudar a divulgar aquilo de que tanto gostamos!
    ;*

  39. Flavia disse:

    Quand ouvi essa historia da novela, pensei: ”Remake de algum dorama…” Isso eu até não achei ruim, pois se dorama é tão infinitamente superior a novelas convencionais, então não há problema nenhum em buscar inspiração em um produto de qualidade.

    Eu adoraria ver por exemplo uma versão brasileira de Hana Yori Dango(desde que bem feita e que não virasse uma malhação da vida). Claro, Globo é Globo… mas eu acho que otakus reclamam DEMAIS.

  40. Yuuko (Sarah) disse:

    A tag no twitter foi realmente algo inútil e infantil, especialmente pelo fato de que, de qualquer forma, não adiantaria nada (ou até pioraria) a situação dos otakus. Não os recrimino tanto porque sei que devem estar com medo de ser mais algum tipo de “tempos modernos” com sua estereotipada e enlatada visão da galeria do rock e quem a frequenta, numa versão ajaponesada. Como amante e adepta da moda japonesa (mais especificamente a moda lolita), acho que o que deveria ter sido feito era deixar isso tomar seu curso, talvez até cobrando uma certa pesquisa redobrada pela parte do Walcyr justamente para que não ocorra esse tipo de erro quanto a exibição dos nossos gostos a nível nacional. Entendo que o medo é grande em ter seus gostos expostos de forma errada a um país inteiro, mas a solução definitivamente não é a agressão e nunca será.

    Só gostaria de deixar uma nota sobre a confusão (que na verdade, foi uma “bola de neve” de confusões e mal-entendidos) sobre as lolitas e o blog Shoujo Café. Quanto a isso, peço encarecidamente para que analise e observe os dois lados da história (que envolvem aí, muitos comentários não ofensivos que não foram publicados, garotas que se dispuseram a ajudar e tirar dúvidas para que lolita fosse divulgado de maneira correta e que foram desdenhadas e ironizadas pela dona do blog) .Nem todas foram com o intuito deliberado de apenas xingar, ironizar, ofender ou insultar o blog. A maioria das lolitas que foi lá apareceu para que evitasse que a moda que amam e que participam fosse divulgada erroneamente em um blog que possui certa credibilidade. Nossa intenção era fazer com que o blog divulgasse certo, para que informações corretas atingissem seus leitores de forma pacífica e não-ofensiva. Fomos ignoradas, ironizadas, criticadas como imaturas e tivemos nossos conhecimentos sobre a moda desdenhados pela dona do blog que, anteriormente, havia citado que não a conhecia direito. Vou comparar aqui a situação com um aluno que baderna a aula inteira corrigir um professor e ironizá-lo, sabendo que não entende o que falou. Muitas foram, xingaram e ironizaram de volta, e quanto a isso peço desculpas. De qualquer forma, acho injusto e desnecessário associar lolitas a ataques como esses do Walcyr Carrasco (aonde não havia nenhuma lolita o xingando, só otakus que tentaram corrigir e ironizar o que ele disse) . Peço que não associe um grupo inteiro de adeptos pela imaturidade de alguns. Não vim aqui para brigar, ofender, insultar e muito menos ironizar, então desejo que se alguém quiser responder a esse comentário, não o faça também.

  41. Harima ~ disse:

    olha quanto a este fato fikei sabendo hj pelo orkut… através de uma comunidade de otakus …. no começo nao entendi oque estava acontecendo …. pelo que posso ver aconteceu uma serie de mau entendidos ( que pelo visto esta envolvendo a midia ) … oque eu posso dizer é que por causa de algumas pessoas essa cultura está sendo manchada aki no brasil …. eu como OTAKU a poco mais de uns 3 meses achei um tremendo absurdo …. Estão jogando fora uma otima oportunidade de crescimento e conhecimento de um mundo maravilhoso …..

    só oque posso dizer é que como Otaku eu pesso desculpa pelo comportamento inapropriado de algumas pessoas que

    infelizmente tambem participão dessa mesma cultura ….

    espero que essa situação seja resolvida … e que tudo seja exlcarecido…

    Obrigado !

  42. ninja_copiador disse:

    Essa coisa tem que rolar mesmo sabe gente. protesto ou não, todos tem o direito de se expressar. E se todos ficassem quietos as coisa acontecem do jeito que a Globo quer.

    A reclamação funciona pra que a emissora e o SR. Walcir tomem o minimo de cuidado com a vertente que vão abordar.

    O que eu particularmente acho ridículo pra não dizer infantil são comentários desse tipo: [só de pensar que algo que eu amo poderia estar na boca de qualquer tia, cobrador de ônibus ou pirralho já faz meu estômago revirar] Sim, só ela quer curtir o movimento, ninguem mais pode…

    E tem muita gente assim. Sinto pena. Felizes aqueles que conseguirem ver algo de positivo na popularização de um gênero, esse sim vai se divertir, saberá criticar de forma adulta e inteligente qualquer erro de interpretação de qualquer série/novela/filme

  43. Yuuko (Sarah) disse:

    Gostaria de agradecer o update feito para esclarecimento geral! O que nós queremos é sempre ajudar a aumentar a popularidade e as boas impressões (e principalmente, a veracidade) quanto a moda lolita. Infelizmente, apenas os comentários ruins foram mostrados pela dona do Shoujo Café, fazendo com que houvesse uma generalização desnecessária que nos prejudica e muito, sem contar o fato de que uma ofensa sempre chamará mais atenção do que mil elogios. Numa discussão não há ninguém 100% com a razão, logo dos dois lados ocorreram comentários errôneos, e representando de certa forma a comunidade lolita eu peço desculpas a quem se ofendeu nessa discussão anterior (o que não significa que o outro lado também não nos deva algumas desculpas e certo arrependimento por denegrir a imagem de todas nós em nome de um grupo reduzido). Não foi e nunca vai ser nossa intenção ofender ninguém ao corrigir informações erradas. Nós queremos ajudar a divulgação correta sobre a moda, e em hipótese alguma sujar a “reputação” das lolitas brasileiras. Nosso grupo já é muito reduzido, não queremos má fama e muito menos que este se divida ainda mais. Obrigada pela atenção e pelo esclarecimento no post. Acho que finalmente nosso objetivo foi entendido e que finalmente ficou o recado que não somos monstras comedoras de cabeças que ofendem todo e qualquer blog que citar o sacrossanto nome da nossa moda, HAHAHAHA :D.

  44. Pingback: #OtakusContraGlobo! « Capuccino Gelado

  45. Jeffersson disse:

    kraleo a globo eh mto fdp! vsf, tnc! kraleo alias, vc tmbm vá tomar no cu, obrigado, espero que nao se ofenda

  46. ~ Sky ~ disse:

    *Só soube de toda essa história agora*
    Nossa, que rolo isso tudo deu @_@

    Enfim, ótimo post. Achei bastante explicativo :)

    *Tambem quer dar a opinião*
    Poxa, o cara até que tentou…mas eu acho que seria (quase) bom ter uma

  47. ~ Sky ~ disse:

    *Só soube de toda essa história agora*
    Nossa, que rolo isso tudo deu @_@

    Enfim, ótimo post. Achei bastante explicativo :)

    *Tambem quer dar a opinião*
    Poxa, o cara até que tentou…mas eu acho que seria (quase) bom ter uma novela que retra

  48. Cris Li disse:

    Não uso twitter, não sabia dessa confusão toda. Bem típico de gente bitolada e mal educada. Tudo o que você disse é bastante pertinente. Anos atrás a gente brigava por mais facilidade ao acesso a conteúdos da cultura japonesa e agora que a divulgação está avançando -em seu ritmo – aparecem grupos “elitistas”?!
    Extremismo não leva a bons resultados!
    Parabéns pela matéria esclarecedora e pertinente!

  49. Cris Li disse:

    Não uso twitter, não sabia dessa confusão toda. Bem típico de gente bitolada e mal educada. Tudo o que você disse é bastante pertinente. Anos atrás a gente brigava por mais facilidade ao acesso a conteúdos da cultura japonesa e agora que a divulgação está avançando -em seu ritmo – aparecem grupos “elitistas”?!
    Extremismo não leva a bons resultados!
    Parabéns pela matéria esclarecedora e pertinente!

  50. Yu Kun ~ disse:

    Eu sou otaku,
    só acho que o pessoal não devia sair chingando com 5 pedras na mão
    Não acredito que essa novela vai dar coisa boa, prova disso foi a reportagem do casal que fugiu de casa
    Mas desde que nao fale dos otakus tdo bem

  51. karine-san disse:

    Eu acho tudo isso, de ir contra a tal novela, ridículo. Deve ser a maior demonstração de infantilidade que eu já soube na vida, criar caso com uma coisa que ainda nem existe. E pelo amor de Kami-sama, quem liga se o Japão tá virando coisa de posers? Se você sabe do que gosta, ótimo, MARA… mas se você é do tipo Ctrl+C Ctrl+V (adora copiar e colar o que os outros fazem, ou vestem), PARABÉNS PRA VOCÊ, que é apenas mais um ser despresível no mundo, mais um que apenas EXISTE e não VIVE.

    E sim, acho que não só pode, como DEVE ser feita esta novela, claro que os detalhes sobre a cultura nipônica teem de serem bem pesquisados, e assim como já foi comentado aqui, a moda vai passar, assim como a dança do ventre de “O Clone”, e as roupas grandes e coloridas de “O Caminho das Índias”, e se não passar… paciência né?… sério, é pra ter PACIÊNCIA mesmo!

    PS.: Se ser “OTAKU” é isto, prefiro não ser, arigatou!
    PSII.: Ah e… adorei o post. B-|

  52. JonhMaster disse:

    excelente postagem.

    Como eu ja falei com o povo sobre isso no twitter que isso é muita imaturidade e infantilidade o que aconteceu no fantastico é uma coisa totalmente diferente de novela o programa fantastico é um programa de noticias e quem escreveu a materia foi um reporter e não o novelista.

    todo mundo tem seu ponto de vista e eu nunca vi nenhuma novela dele que foi de certa forma ofensivo contra algum gosto.

  53. Carlos disse:

    OMG NÃOOOOOOOOOOOOOOOOOOOO

    Rápido um death note, preciso de um death note ou uma zampaktou ou shurikens, telefone do assassinos de Black Cat!!!!

    Já não basta a MODINHA maldita que o SBT criou de naruto!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    OMG QUE DESGRAÇA!!!!!!!!!!

    E não, otakus não estão contra eles mesmos mas que sempre SEMPRE!!!!! Essas novelas avacalham com os outros!!!

    ANTES DE LANÇAR UMA NOVELA SOBRE OTAKUS APRENDE A COLOCAR PRIMEIRO UM CARTÃO DE NDS NO PORTATIL DO JPEG DA MALHAÇÃO!!!!

    Vão criar novelas das indias, da américa do norte (AAA TO NA AMERICA agora =D… O ANIMAL BRASIL TAMBÉM É AMERICA!!!)

    Sério criem qualquer coisa só não FODAM com a unica coisa digna e diferente que temos!

  54. Carlos disse:

    E antes de falarem que to falando besteira:

    Uma pequena contribuição da Globo!

  55. Dark disse:

    A globulos com certeza vai CAGA ao fazer isso…tenho certeza…isso vai da confusão.

  56. Carlos disse:

    Esqueci de falar, nada contra o Sr. Carrasco, gostei das novelas dele, se ele publicar a obra dele, terei o prazer de ler, o problema não é a novela em si, mas sim a maldita globo que ira avacalhar com tudo u.u

  57. Lucas Navarro disse:

    A Globo exibiu uma novela sobre a India e de repente todo mundo tava escutando música indiana, vestindo indiano, mas nenhuma banda indiana veio ao Brasil. SE fizesse uma novela sobre o Japão (o que eu duvido) seria a mesma coisa. Seria um sucesso, e mesmo que a globo exibice informações erradas, o público se sentiria motivado a pesquisar e acabaria descobrindo outras verdades e coisas novas sobre essa cultura, mas logo logo tudo voltaria ao Normal. Eu sou a favor, embora não tenha grandes expectativas.

  58. Fanfinir disse:

    Creio que todo esse barulho em relação a criação ou não de uma novela sobre otakus é bobagem. Primeiro nem foi confirmado e aqueles que se consideram otakus estão ofendidos. E Por que? São um clube privativo? São Illuminatis? Vão salva o mundo? Balela. Ser otaku e ser conhecedor profundo de determinado assunto ou mais de um deles. A fato de expor o assunto na mídia por meio de novelas, lembrando que qualquer assunto abordado causa efeitos positivos e negativos, deve ser encarado com maturidade e esperar que a cultura japonesa que admiramos por meio de doramas, animes, mangás, jmusic etc, sejam dismistificados ou que pel omenos abram portas para que vcs esclareçam aqueles que são ignorantes quanto ao assunto. Se esconder, como muito bem dito na “redoma” que vcs se cercam só os fazem mais isolados e até ridiculos. Eu, por exemplo, adoro mangas, animes e jmusic e quando saio na rua com minha mochila o pessoa lsaca que sou diferente. O mais legal e vc encontrar com outra pessoa que esta descaracterizada e começar do nada o maior papo e as pessoas em volta boiarem ate que em dado moment oquando vc esta sozinho alguem que escutou oa conversa te abordar e querer entender um pouco dessa cultura maravilhosa e vc ter a oportunidade de divulga-la e nao ser um ser estranho ate para si mesmo. Acordem para o mundo pq o mundo nao precisa de vcs e de ninguem! Vcs otakus e que devem ser orgulhosos do que gostam e espalhar esse estilo de vida. Só para constar não sou nenhum garotinho nervoso pré puberdade, mas um cara trabalhador, nos autos de meus 35 anos com duas filhas de 14 e 12 que ja estao enveredadas nesse caminho maravilhoso e elas mesmas divulgam esse mundo otaku. Espero que façam uma novela, espero que com isso barateem os mangas, que venham mais titulos que passsem mais desenhos japoneses na televisao alem de Naruto e Blue dragon e que bandas japonesas apareçam no Faustão, Gugu, e façam crescer a nossa felicidade!

  59. Fanfinir disse:

    Em nenhum momento foi dito que a culpa era do anime, do cosplay e de qualquer outro tipo de coisa . o que ocorreu e que o pano de fundo usado de forma erronea e tendencio-sa foi o uso de imagens de animes apresentados para montar a situação. O fato do pai não ser um companheiro da filha, não conversar com ela e muito menos entende-la e ele mesmo admitiu isso no video, foi o erro. O fato do pai nao gostar de cosplay não foi o estopim para ela ir embora e sim ofato de proibir o namoro. Se fosse assim o pesoal trekker e do jedi.com que faz aparições publicas a carater nos lançamentos de filmes, inclusive alugando salas inteiras de cinema ou de outros movimentos seriam ridcularizados. O que falta aos otakus e sobram nesses movimentos é se assumirem otakus e viverm sobre essa filosofia, nao de forma radical, mas participativa de sua vida.

  60. Pingback: Ser desinformada é chato =p | Nothing is Good Enough

Os comentários estão encerrados.