Angel Beats! – Primeiras impressões

Olá! Atrasado como sempre (acho que quem segue o Gyabbo! já deve estar acostumado a não acreditar nos meus prazos), só agora chego com o penúltimo post das minhas primeiras impressões dos animes da temporada de primavera de 2010, por isso que eu digo pra todos assinarem os feeds. Talvez hoje mesmo eu ainda venha com o último post da série, mas isso é uma probabilidade bem incerta, nem eu mesmo confio nisso. Mas falando do que interessa, o anime de hoje será Angel Beats!.

Por algum motivo ouvi muitas pessoas afirmando que Angel Beats! era um anime com hype bem alto, muito provavelmente por se tratar indiretamente de uma obra nova do grupo Key (Air, Kanon, Clanned), mas precisamente pensada originalmente pela dupla do grupo Jun Maeda e Na-Ga. Mas pessoalmente eu não sabia nada desse anime e se não tivesse lido isso de pessoas que respeito, teria passado batido.

O anime é produzido pelo estúdio P.A. Works em parceria com a Aniplex, o que já garante uma qualidade de animação acima da média, visto o passado do estúdio e da produtora. Apesar do passado curto da P.A. Works, todas as suas animações apresentaram uma animação de encher os olhos, como podemos ver mais recentemente no frenético CANAAN. Em Angel Beats! não é diferente, apesar de ser um pouco inferior à outros trabalhos, tudo é muito bonito e os efeitos em CG especialmente estão em ótima conexão com a animação normal.

Mas e a história? As palavras certas para defini-la nos dois primeiros episódios que assisti certamente seriam “Confusa” e “Intrigante”.  Os primeiros momentos são de uma confusão intrigante que me fez acreditar que eu estava completamente errado em já não estar acompanhando o anime.

O protagonista, Otonashi, acorda sem saber onde está, sem lembranças e atrás de uma garota armada com uma arma telescópica pronta para atirar. A garota, Yurippe, rapidamente informa que Otonashi está na verdade morto e que seu objetivo com a arma é acertar um anjo. Sim, o protagonista fica tão confuso quanto nós com todas essas informações.

Angel Beats! se passa em uma espécie de purgatório onde algumas pessoas que morreram vão e vivem em um mundo atemporal cheio de outras pessoas, sendo que essas não seriam exatamente “pessoas”, mas apenas “personagens” para rechear o mundo (que por acaso se passa em uma escola. Até agora não deu pra entender o quão vasto é o lugar). Yurippe, ou simplesmente Yuri, é a líder de um grupo dessas pessoas mortas, mas conscientes do seu estado e que lutam contra os anjos que procuram “apaga-los” (o que eu entendi como fazer com que os mesmos ressuscitem, mas não novamente como humanos, seguindo preceitos budistas. Isso fica um pouco confuso já que na verdade eles são imortais nesse mundo).

A história é realmente confusa, e apesar de muita coisa ser explicada logo de início, ainda há muito a ser entendido, o que estará ligado diretamente com a qualidade do anime, afinal, caso isso não aconteça, será mais um anime que promete demais e no fim não consegue cumprir tudo o que se propôs.

Os problemas de Angel Beats! começam logo após o foco sair da dupla inicial, com a apresentação do elenco secundário. Apesar de estilosos em sua maioria (afinal, temos uma espécie de ninja, uma banda de rock feminina, um cara que só anda com uma alabarda por cima do ombro e outros tipos), pelo que foi apresentado até agora, eles servirão apenas como apoio e alívio cômico, o que para mim tira metade da qualidade da série.

Fazendo uma analogia com outro anime do estúdio P.A. Works, o mais recente CANAAN, acredito que Angel Beats! ganharia muito mais em qualidade se mantivesse um estilo narrativo próximo do mesmo, um jeito mais sério. As piadas usadas são em sua maioria fracas, parecendo uma cópia mal feita de Baka to Test. Isso gera um contraste muito grande com as cenas de ação e drama, muito bem realizadas (o primeiro episódio e sua cena de combate entre todos e um anjo enquanto uma banda de rock tocava sem parar foi algo bem apoteótico e impressionante!). Se a série se prendesse ao porquê daquelas pessoas estarem presas nesse purgatório e qual a finalidade disso tudo em conjunto com cenas de ação que o estúdio sabe fazer como poucos, certamente o resultado seria melhor.

Angel Beats! tem tudo pra ser uma série grandiosa, seja pelos nomes envolvidos, seja pelo enredo que apresentou, tudo depende da resolução de tudo isso. Mas para mim é um fato que será uma série que arrebatará com facilidade o expectador brasileiro de animes, parece ser a série no tom certo para a “média.”

PS: Sim, Yuri realmente lembra muito a Haruhi Suzumiya, seja na aparência ou no jeito, mas não acredito que isso persista, da mesma forma que não tivemos um ‘K-ON! no exército’ com Sora no Woto apesar das primeiras aparências.

Esse post foi publicado em Animes, Primeiras impressões e marcado , , , , , . Guardar link permanente.

33 respostas para Angel Beats! – Primeiras impressões

  1. Camila disse:

    Por enquanto vi até o 2° episódio também, e adorei esse anime. Em poucos minutos eu já estava rindo muito.
    Acho o anime bastante promissor, e com traço e animação muito bonitos.

  2. Juliana disse:

    Eu assisto e amo XD
    Mas realmente, a história, até agora, é BEM diferente do estilo da key (especialmente do Maeda Jun).

  3. Fernando Eduardo disse:

    Só baixarei por conta de uma frase do post:

    “o primeiro episódio e sua cena de combate entre todos e um anjo enquanto uma banda de rock tocava sem parar foi algo bem apoteótico e impressionante!”

    Isso me deixou curioso.
    ——————————

    Por hora, parabéns pelo post, mais uma vez, muito bem escrito.

  4. A arte da série eu achei muito bonita e a animação é boa, nada exepcional!

    Gostei das músicas da série e a história me diverte, da para passsar um tempo agradavel assistindo a série xD

  5. Andrie liawliaw disse:

    vi até o 6… e eu to completamente apaixonada por esse anime… fazia tempo que eu não me entregava assim pra um xD
    mas uma coisa que eu acho hilária são as falhas na animação e na anatomia dos personagens… XDDD
    ele é daqueles que dá pra rir e chorar de uma hora pra outra, chega a ser chocante.

  6. Camila disse:

    Agora que já vi até o 6, confirmo minha impressão inicial: muito divertido, muito bonito, e acho que a história está ótima, com os personagens sendo bem explorados, gradualmente.

  7. Thaís disse:

    Tomei certo desgosto da série quando ouvi comparações a Suzumiya Haruhi, um anime que não vejo a mínima graça, e quando vi umas imagens antes de estreiar eu pensei “aff, só deve ter um monte de bishoujos com armas ¬¬”. Mas quando resolvi ver, vi que estava completamente errada e estou amando o anime. As músicas de abertura e encerramento são muito boas e casam com a série.Não ri alto com as piadas, mas achei boas o suficiente pra querer ficar reevendo os episódios várias vezes. A parte dramática está muito boa também, só no quesito ação que deixa a desejar.
    Um anime muito bom mesmo, só acho que 13 episódios não sejam o suficiente

  8. Sonic Hylian disse:

    Achei ótima a sua avaliação das “Primeiras impressões”, mas bem q poderia falar oq sentiu um pouco mais pra frente *_*(Não precizava não, por isso o nome é “Primeiras impressões” Ù_Ú), acho esse anime bem envolvente o.o, tanto q no episódio 10 eu chorei D:(Mas muita gente feiz isso Ù_Ú), e é simplesmente incrível o estrago q a Tenshi( Tachibana Kanade, o “anjo” q citaram lá em cima) pode fazer, *-* [queria contar spoilers…]

  9. Rômulo Silva disse:

    Quem não se deixou levar pela confusão dos primeiros episódios, assistiu a série até o final e leu um pouco do manga sabe que a história é confusa mas encaixa-se perfeitamente. Tudo é explicado no seu tempo e torna muito mais interessante o anime. Particularmente estou pra ver um anime tão bom quanto esse, pra mim a forma que eles misturaram drama com uma comédia leve, ação e música, ficou ótimo. Dá pra estar rindo numa hora, chorar em outra e curtir uma adrenalina de uma boa luta e a vibe de uma música. Os traços do anime também não são nada exóticos, o que eu acho bom (não gosto de traços “pertubadores” em personagens). Tudo isso em um enredo excelente, do tipo que você não sabe o que vai acontecer muito bem no final, mas o que você quer que aconteça, acaba acontecendo. É uma pena só existirem 13 episódios :/

  10. Pingback: Angel Beats! – Conclusões | Gyabbo!

  11. Douglas Floriano disse:

    Realmente muito bom.
    Estranhei os primeiros episódios comprando com algumas indicações, mas me encantei com o anime, desenhos muito bons, enredo fantástico, e final emocionante.

    Abraços

  12. Leonardo disse:

    cara, realmente me encantei com esse anime, no começo também axei q n seria grande coisa mas enfim um final emocionante.

  13. Pedro disse:

    Não sei direito oq dizer, os primeiros episodios foram bem confusos, me deixar levar pelo anime e MEU DEUS, me surpreendi, realmente não esperava tanto assim desse anime mas eu vi, gostei e recomendo!!!

  14. Fernando disse:

    Não achava que ia ser bom no começo mas depois achei a historia bem bolada e ri muito muito com alguns episódios e a trilha sonora encaixo completamente só acho que realmente podia ter mais episódios ou um filme sei la!!

  15. Dyegu disse:

    Pra mim um dos melhores animes que ja assisti;
    mais nada a dizer! :p

  16. Leandro disse:

    é um anime muito bom pra quem quer rir.
    mas nos ultimo episódios fica BEM tenso…
    tenho q ver denovo pra ver se entendo as lacunas (altas teorias^^)
    final comovente

  17. juliana disse:

    Noooooossa!

    Esse anime É D+!!!!

    Eu adorei!!!! É a terceira vez que assisto”

  18. Linkshira disse:

    Wow! É um daqueles animes que você começa a assistir e logo de cara já pensa…”Droga! Vou me apaixonar por este anime e só tem 13 episódio“, pelo menos comigo foi assim… Adorei o enredo, intrigante e curioso como vc comentou, o visual e a trilha sonora são envolventes… Para mim o único defeito foi não ter espaço para aproveitar personagens tão interessantes, como aquele funkeiro que só fala inglês… Uhahah! E ter poucos episódios… Apesar de ser o suficiente para contar bem a história sem deixar pontas soltas, dá aquela sensação de quero mais… =]

  19. Linkshira disse:

    Ah! Esqueci de dar os parabéns pelo post! Muito bem escrito, sem passar spoilers, dando sua opinião ser ser ofensivo. As imagens que você selecionou são impressionantes =] Será que o mangá tem mais historias que o anime não contou?

  20. Renato Lírio disse:

    Um primeiro comentário é que desejo de coração que este anime tenha um OVA ou coisa parecida. Achei Angel Beats simplesmente sensacional, a história como um todo e as dos personagens, com um final im-pres-sio-nan-te. Acabei fazendo muita gente que detesta anime assistir e no final todos falava “Noosssaaa!!!”.
    Posso dizer que sou mais feliz depois de ter assistido este anime!
    Abraço a todos e espero que venham mais animes como esse de estrema qualidade!

  21. Douglas Augusto disse:

    Bom como uma maioria aqui, eu tambem fiquei meio que sem vontade de ver esse anime, mas acredito que a frase nao julgue um livro pela capa serve pra esse anime, pelo contrario de pessoas que desistiram de velo, pelos primeiro episodios confusos eu continuei a velo, por que sabia que mai cedo ou mais tarde as coisas serima explicadas estou quase terminando a serie falta apenas dois episodios, e ela realmente me conquistou….
    Eu recomendo a todos a velo, e fiquei muito contente em saber que segunda temporada e prevista pra esse ano….

    e sim eu tbm chorei com o epi 10

  22. Cinthia Raquel disse:

    Assisti o anime. Ri e chorei muito… Mas não gostei muito da ultima cena… Meu coração apertou muito, e acabei chorando demais…. Ele não podia ficar lá soziinho… =//

    • Daiana disse:

      Mas ele nao ficou!! bom, pelo menos foi isso que entende quando vi a partezinha final..

  23. Mari disse:

    Bom eu particularmente gostei muito do anime, realmente muito bom!
    Mas existe uma pequena coisa que me intrigou muito e fez com que eu não me contentasse com o final.
    Como a Kanade ganhou o coração do Otonashi se ela ja estava la muito antes dele chegar, e outra,porque motivo ela teria um coração se ela é um anjo e controlado por um computador?
    Talvez seja ignorância minha, mas acho que esse final poderia ter sido bem melhor e ter explicado mais coisas, até porque ainda existem muitas coisas da qual não foi bem explicado…
    Mas enfim, gostei muito do anime! |(^.^)|

    • Denys Fantasma Almeida disse:

      Mari, a Kanede *SPOILER, CUIDADO* não era um anjo, ela era uma pessoa como os outros. A teoria mais aceita pra ela estar lá antes do Otonashi é que o mundo em que eles estão não usa o mesmo tempo da vida real. O Otonashi pode ter morrido e não ter ido automaticamente pra esse mundo, ou a Kanede pode ter ido pra lá mesmo na vida real estando no futuro.

      Gyabbo!

  24. Tiago disse:

    esse anime não é só bom , é perfeito; tem uma historia q prende quem assiste, cenas eletrizandes, emocionantes, engraçadas e comoventes.
    e a banda Girls Dead Monster na vida real esta nesse video: http://www.youtube.com/watch?v=mRzYVnKx-sw&feature=related

  25. Mari disse:

    Denys é verdade!
    Santa ignorância a minha viu, porque isso que me explicou teve em um episodio (não lembro em qual foi exatamente).
    Enfim, obrigada ^^

  26. mateus disse:

    um dos melhores animes que eu já vi

  27. Shouka disse:

    Nossa!
    ainda ñ vi esse anime, mas pelo q vc falou, e os comentários das pessoas q o assistiram parece ser ótimo, concerteza vou ver anime, eu já tinha visto a sinopse dele antes mas ainda ñ o tinha checado pra ver como era, mas depois dessa vou correndo para assistir.

  28. isaalivingstone disse:

    eu gostei muito do anime, é divertido, com mtas lutas e cenas que me fizeram chorar.
    o unico problema foi deixar algumas questões sem respostas como:
    – a angel já estava lá antes do otonashi chegar (ou seja, morrer) então como ele poderia ter dado “aquilo” pra ela..
    – ela morreu ou não ? como ela chegou lá ?
    – quem foi o criador daquele mundo e quem era a pessoa se apaixonou e se tornou um NPC?
    – afinal, aquele é um mundo virtual (devido a capacidade de mudar a realidade com programs de computador) ou um mundo espiritual (porque a galera ta morta né)?

  29. Não se deixe levar pq eles usam armas e talz o animê é muito legal vc vai se emocionar,no começo eu achei q era um desses desenhos q só tem lutinha,começei a assistir e é muito bom!virou meu animê preferido muito engraçado tbm,concerteza vc vai chorar no final,igual eu

  30. Maria Eduarda disse:

    isa essas questões tbm me deixaram com uma pulga atrás da orelha…bem q eles podiam fazer uma 2ª temporada né?

  31. Lukas disse:

    Eu me apaixonei completamente por esta anime!!! Os únicos problema dele na minha opinião, é não entrar muito na história de alguns personagens secundários, como a Shiina, e o pior de todos, ter só 14 eps (contando c/ o especial). Mas sem sombra de dúvidas é um dos melhores que eu já vi! Espero que um dia, façam uma 2ª temporada ^^.

Os comentários estão encerrados.