Nurarihyon no Mago – Primeiras impressões

Olá a todos! Como estão? Eu ando meio cansado, férias com curso de férias não é férias… mas pelo menos está sendo bem mais proveitoso que uma matéria que eu fiz durante o último período, definitivamente.

Já viram? Lancei os resultados da primeira enquete do Censo Gyabbo! (veja no post logo em baixo) e uma nova já está criada, dessa vez para saber a idade de vocês. Conto novamente com os seus votos para que eu possa conhecê-los cada vez melhor, a nova enquete já se encontra no menu do blog ao seu lado direito.

Mas sem mais demoras, hoje o post se trata do anime Nurarihyon no Mago.

Nurarihyon no Mago (ou “Nura no Mago” como eu prefiro chamar para facilitar) é o mais novo anime adaptado de um manga da mais famosa revista de mangas, a Weekly Shonen Jump. Escrito por Hiroshi Shiibashi, o manga lançado em 2007 inicialmente como um oneshot, virou uma série regular em 2008 e conta até hoje com 11 volumes.

A história conta sobre aquele que deveria ser o Terceiro herdeiro do clã de youkais Nura, e comandante supremo de todos os Youkais, o pequeno Rikuo Nura. Apesar de viver em uma mansão ao estilo japonês antigo, cheia dos mais diversos youkais que formam seu clã (além das visitas de youkais de clãs aliados), o garoto, que na verdade tem apenas 1/4 de sangue youkai, não tem a mínima vontade de assumir esse cargo, querendo somente viver uma vida normal com seus amigos humanos.

Qual caminho Rikuo seguirá? Conseguirá ele manter sua vida sobrenatural escondida dos amigos (aparentemente eles são empolgados por youkais por uma grande coincidência) ou aceitará o peso da sua família e tomará a forma do poderoso youkai que existe dentro de si? Tanananannnn (ok, eu sempre quis fazer uma parágrafo assim)!

A cargo da produção está o famoso estúdio DEEN, que definitivamente não é nenhum novato no ramo, já tendo produzido animes clássicos como Samurai X ou Ranma 1/2 e recentes boas produções como Giant Killing e Hakuouki, o anime possui uma qualidade técnica bem aparente. É peculiar, não saberia dizer se foi de propósito, mas as cenas mais cotidianas tem um traço mais mediano, enquanto as cenas com a forma Youkai de Rikuo dão um salto de qualidade que impressionam na hora e dão uma aura de poder maior ainda para o personagem.

Além disso, é louvável o trabalho do character design da série que conseguiu passar para tela dezenas e mais dezenas dos mais diferentes youkais do folclore japonês, até mesmo modernizando alguns em especial, com a Yuki Onna (Mulher das neves).

Até o quarto episódio a série foi mesclando episódios mais suaves, voltados mais para o lado humano de Rikuo, utilizando-se dos seus amigos e do cotidiano e um pouco de comédia, com cenas mais emblemáticas onde a forma youkai de Rikuo toma forma, mudando o ar da série completamente para um lado mais “sombrio” e frio. É realmente interessante ver personagens que uma hora parecem criaturinhas virarem demônios não tão bonitinhos assim.

É possível perceber nesse início que a série começa a construir uma cosmologia com os diversos clãs de youkais que existem no Japão, muitos deles aliados dos Nura, outros não tão contentes assim com a situação atual com que os youkais convivem. Se bem usados, os 24 episódios programados para série podem criar um universo muito interessante, algo que Inuyasha poderia ter feito, mas preferiu não ir por esse lado.

Já finalizando eu não poderia deixar passar o elenco de dubladores, com atenção voltada principalmente para três. No papel de Rukio temos ninguém menos que Fukuyama Jun, dublador de Lelouch de Code Geass. Aqui ele faz um trabalho fantástico moldando sua voz entre a versão humana e a youkai de Rikuo.

Se temos um seiyuu masculino de peso, o que falar de duas seiyuus femininas presentes? Primeiro podemos comentar sobre Horie Yui no papel da youkai Yuki Onna. Não reconhece pelo nome? Ela já dublou personagens como a Narusegawa de Love Hina e Yuuki Cross de Vampire Kight. Além dela, temos nada menos do que uma das seiyuu’s mais badaladas (e recentemente metida em problemas com seus fãs otakus japoneses), Hirano Aya, no papel Ienaga Kana, provável par romântico de Rikuo.

Por fim, queria destacar o encerramento, cantado pelo grupo Katate☆SIZE (Hirano Aya, Horie Yui, Maeda Ai), uma grande charme, nunca consigo pular esse encerramento.

Nurarihyon no Mago é outro anime dessa temporada que possui um grande potencial. Se você tem um certo preconceito com produções vindas de mangas da Shonen Jump, talvez esse seja o anime para tirar essa sua ideia, afinal, não teremos aqui um anime infinito, mas uma série bem definida.

Utilizando-se de ação, humor, folclore japonês e lutas, Nura no Mago é um anime um pouco diferente dos shonens que se vêem por aí, não é nenhuma revolução, mas ajuda a refrescar os olhos de outras produções mais mainstream.

Esse post foi publicado em Animes, Primeiras impressões e marcado , , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

11 respostas para Nurarihyon no Mago – Primeiras impressões

  1. Nossa… Eu quero muito ver esse anime, mas não estou encontrando para baixar via torrent.

  2. Marcelo disse:

    Quando assisti ao primeiro episódio de Narurihyon no Mago acreditava ser este mais um anime sem graça tentando abordar o rico floclore japonês, estava enganado como sempre, hoje já no quinto episódio a história está se tornando mais envolvente, com os personagens muito carismáticos e divertidos. Acho essa temporada uma das melhores, com animes leves e engraçados, excelentes para relaxar após um dia conturbado. Especial destaque para Highschool of the Dead (adoro zumbis e mais em anime…) e Seikimatsu Occult Gakuin, meus favoritos.
    Ótimo “Brogri”

  3. Qwerty disse:

    NURARIhyon no Mago. Sei, é difícil pra caramba esse nominho.

  4. Pingback: Tweets that mention Narurihyon no Mago – Primeiras impressões | Gyabbo! -- Topsy.com

  5. Daniel Lampiasi (Yumairo) disse:

    Concordo quando vc diz que não consegue pular o encerramento! É muito legal, o karaokê (pelo menos do fansub que eu acompanho) dá um toque especial. É super viciante!! rsrs
    Já ouvi diversas vezes a pronúncia correta do nome do anime, mas ainda não consigo falar direito hahaha. Melhor ficar mesmo com “nura no mago” xD

    Estou com boas espectativas pra essa série ^^

  6. Paulo Sérgio disse:

    Sinceramente… eu leio o mangá… e não acho nada bom :S acho a história hiper fraca.. fora que eles só falam em ‘youkai youkai’ ¬¬ a cada 4 paginas eles repetem ‘youkai’ umas 20 vezes. Os personagens são nada interessantes.
    Agora em relação ao anime, ele pode até ser bom, mas o mangá, eu não recomendo mesmo =x
    Já vi vários animes/mangás de youkais, Nurarihyon no Mago foi um dos melhores em relação a forma que eles são representados (character design), só que o único problema é que a identidade de cada um é muito fraca. =/
    Não tem aquela ‘impressão’ que um personagem pode ter sobre quem esta lendo ou assistindo. >.<
    Bem.. é o que eu acho e ótimo post \o

  7. Kino disse:

    Estou com uma leve vontade de assistir esse anime por causa da arte (que, imho, é muito bonita),mas não sei se o roteiro vai conseguir me manter interessada. Quero conferir Seikimatsu Occult Gakuin também, mas estou com uma preguiça de baixar…xD

  8. Leandro disse:

    Concordo que é um anime com potencial, mas discordo ao dizer que é algo diferente para os que tem preconceito com mangás da Shonen Jump. É mais do mesmo, padrões e clichês com selo Shonen Jump! hehe

    Não creio que Nuramago será um anime de apenas 26 episódios. Muito provável ser apenas a 1ª temporada e se a popularidade do mangá aumentar, pode ter certeza que será um anime longo.

  9. Alex disse:

    Esse é o meu anime preferido da temporada logo a seguir a HSOTD.
    A qualidade é muito boa e a historia está a ficar mais interessante a cada episódio.
    Só espero que venha a melhorar porque tem potencial para isso.
    Bom post e excelente blog ^^

  10. Ane-chan disse:

    d++
    adoro este anime

  11. Haruhi_chan_10 disse:

    Eu adoro e sou muito fã desse mangá, é um dos meus favoritos atualmente.

Os comentários estão encerrados.