Usagi Drop – Primeiras impressões

De todos as séries que iriam começar nesta temporada de verão, Usagi Drop do bloco noitaminA era facilmente a que gerava as maiores expectativas em mim. Depois de seus primeiros três episódios posso dizer sem medo quão boa ela é!

Iniciado em 2005 na revista josei Feel Young como um manga de autoria da mangaka Yumi Unita, chegando ao fim em 2011 com 9 volumes encadernados, Usagi Drop ganha essa adaptação à cargo do competente estúdio Production I.G, planejada inicialmente para 11 episódios.

Daikichi Kawachi é um homem solteiro de 30 anos com uma vida bem pragmática, resumindo-se basicamente a trabalhar duro, sair para jogar conversa fora com os colegas de serviço e dormir. Um dia recebe a notícia de que seu avô morreu e ao comparecer ao velório descobre que o velho deixou uma filha de seis anos, a pequena Rin. Mal vista pelas pessoas da família que não a reconhecem como uma parenta legítima, a garota acaba sendo excluída, o que incomoda profundamente Daikichi. Nenhum membro da família tem a vontade de cuidar da menina, cuja mãe desapareceu, e seu destino seria um abrigo se Daikichi não resolvesse cuidar da garota e leva-la para sua casa.

Usagi Drop, sendo um Josei, tem o mérito de trabalhar temas mais profundos do que normalmente veríamos em um shoujo. Apesar da boa vontade de Daikichi em criar Rin, a verdade é que as coisas não são tão simples e a vida do homem irá mudar completamente com essa decisão. Rin, apesar de inocente e calada, guarda em si o grande sofrimento por ter perdido o próprio pai e os medos infantis naturais.

Apesar de pequeno – são 11 episódios apenas – o diretor Kanta Kamei trabalha esses e outros temas da dificuldade de ser pai solteiro e trabalhador com um simplicidade ímpar, criando silenciosamente uma emoção em quem assiste. Diferente do seu antecessor no bloco, AnoHana, o drama não é escrachado, não lhe obriga a chorar, não, cada episódio é construído de forma que os sentimentos dos personagens soem verossímeis, o que, aí sim, gera diferentes emoções nos expectadores.

Se o enredo e a direção já não fossem motivos suficientes para dizer que temos aqui um ótimo anime, a arte vem fechar com chave de ouro Usagi Drop. A animação do estúdio Production I.G é de encher os olhos apesar da aparente simplicidade. Tudo é feito com cores “apagadas”, aquareladas, como já havia sido usado em Kimi ni Todoke, mas com um resultado ainda mais bonito. As músicas, começando com a cativante abertura pela dupla PUFFY AmiYumi – conhecidas no ocidente pela abertura do desenho Teen Titans – até as músicas inseridas durante os episódios, tudo se encaixa perfeitamente para criar a atmosfera que o anime pede.

Depois de um primeiro episódio espectacular, achei que a série diminuiria o nível, mas chegando ao seu terceiro, a verdade é que em nenhum momento o anime deu sinal de cansaço. Apesar de ainda não ter visto todos os animes que estreiaram, coloco Usagi Drop como a melhor estréia do Verão!

(Já curtiu a página do Gyabbo! no Facebook?)

Esse post foi publicado em Animes, Primeiras impressões e marcado , , , , , , , , , . Guardar link permanente.

12 respostas para Usagi Drop – Primeiras impressões

  1. Marco! disse:

    Olá!
    Realmente, vc falou basicamente tudo de Usagi Drop até agora! Uma coisa é que o anime consegue mexer mesmo com esse tema bem pessoal sem se tornar um dramalhão.

    Pelo contrário, eu nem conseguiria ficar revendo os episódios de tão leves que são. Não chegam a ser tediosos, mas o ritmo dele pesa um pouco pra rever. Menos a abertura e o encerramento, que esbanjam alegria de uma forma mais enérgica.

    Mas encantador em todos os aspectos. Espero que mantenha a reputação que criou e manteve até aqui.

    • Denys Fantasma Almeida disse:

      @Marco!
      Acho que eu conseguiria rever os episódios sem problemas, apesar o ritmo ser mais lento, é o tipo de anime que ao rever você percebe alguns detalhes que não havia visto antes. Cheguei a rever umas partes do primeiro episódio para escrever esse post e foi assim mesmo.

      @Roberta
      Estou enrolando ao máximo para ver Mawaru Penguidrum, nem sei por quê, deve ser o único anime que ainda vou assistir e logo um que estão falando tão bem, mas realmente acho difícil ser melhor que a estréia de Usagi Drop, para mim esse irá rivalizar com Madoka Magica como melhor do ano no Ichiban Brasil III.

      Gyabbo!

  2. Su disse:

    Concordo: foi o melhor dessa temporada. (E sem precisar de muito)^__^

  3. Roberta disse:

    Certamente, a melhor estreia da temporada, nem Mawaru Penguindrum conseguiu bater essa bonita história. O que mostra, que, pra cativar o publico, não necessário nenhuma trama mirabolante ou personagens fodas. Basta fazer causar empatia e identificação. AnoHana e Usagi Drop são bem distintos, apesar de ambos serem dramas, mas um bebe na fonte do melodrama, o que torna tudo mais exagerado, pedindo lagrimas e compaixão.

    Excelente post, direto ao ponto ^_^

  4. Panino Manino disse:

    Dessa temporada muito provavelmente Usagi vai ser o melhor, mas ainda assim prefiro Mawaru.
    Mas a culpa é de já conhecer já a história e saber como ela vai terminar.

  5. Mallu disse:

    Usagi Drop foi a estréia que mais me cativou nessa temporada, apesar de ter gostado muito do primeiro episódio de No.6. Acho que Kami-sama no memo-chou também fez uma estréia muito boa (apesar dos preconceitos que eu já estava nutrindo pela amosfera loli-com).
    Mas voltando a falar de Usagi Drop, eu estou gostando muito principalmente pelo realismo da série. Tanto as crianças (que não são idealizadas como anjos nem tratadas como burras), como as situações vividas por quem tem que cuidar de uma (xixi na cama, procurar creche, etc.) estão sendo retratadas de maneira primorosa.
    Pela simplicidade e beleza, eu acho que Usagi Drop vai fechar como sendo o melhor anime da temporada (mas ainda não sei se vai tirar o trono de Madoka como melhor anime do ano…)
    xoxo
    Mallu

  6. Marcelo disse:

    Anime Perfeito…

  7. Tiago disse:

    muito bom o anime, mas o melhor da temporada ainda acho Natsume Yujincho

  8. Pingback: Resultado da enquete da temporada de Verão 2011 |

  9. DougFloriano disse:

    Atrasado, mas vi esse final de semana todos os episódios lançados, está no 7. Realmente o melhor que vi até agora da temporada, baixei apenas por que me interessei pelo nome e não tinha visto comentário algum sobre.
    Achei algumas pitadas de Summer War no começo, mas que logo se fez desfez, mas ficou com algo original.
    Me encantei demais por esse anime.
    Abraços a todos
    DouglasF

  10. Pingback: Usagi Drop – Conclusão |

  11. Pingback: 3 anos de Gyabbo! – A consolidação de uma trajetória |

Os comentários estão encerrados.