Norageki! – Five Numbers

Nesse período onde a maioria dos novos animes não anda me empolgando, fui atrás de algumas coisas novas e entre elas assisti recentemente a um OVA que estava há algum tempo no meu HD esperando ser visto: Norageki! – Five Numbers.

Obra de 2011 do estúdio Sunrise feita quase completamente com uma animação em CGI, acaba valendo a pena mais pela experiência de algo diferente do que por ser realmente bom como um Cencoroll.

História criada por Hajime Yatate – pseudônimo usado pela Sunrise para creditar seus conceitos originais -, Norageki! ou Five Numbers como ficou conhecido em inglês, mostra em seus 25 minutos a história de cinco pessoas ligadas entre si por algo a ser explorado pela trama que acordam completamente sozinhos em uma penitenciária na órbita terrestre com poucas ideias de como sair dali.

Sem apresentar os personagens pelo nome, mas por seus codinomes, temos Pokerface, um jovem rapaz de poucas palavras; Sting, uma bonita e sedutora mulher; Pinch-Hitter, um engenheiro de meia idade que ajudou a construir a própria prisão espacial; FlashTradeKiller, uma garota hacker que dizimou o sistema financeiro mundial em uma das suas brincadeiras; e Enplein, um idoso que é o único a realmente saber dos mistérios daquele lugar – além de Coupier, o goto que acompanha Enplein.

Concordando com uma review postada no Anime News Network, Five Numbers tem uma atmosfera que lembra um episódio da série “The Twilight Zone” ao jogar o espectador em um ponto da história em que tanto os personagens quanto ele não tem muito ideia do que está acontecendo, apresentando lentamente seus mistérios para um final que sim, deixam muitas perguntas abertas, mas que justamente por isso atraem a atenção ao fazer o espectador ficar pensativo – talvez até fazendo-o ver mais de uma vez para tentar dar o seu próprio significado.

Com pequenas analogias aos jogos de azar, apesar de não chegar a concluir realmente nada muito profundo, o curta-metragem termina afirmando corajosamente: A vida é só uma grande aposta. Fique preparada para perder.

No entanto, é bem possível que muita gente se sinta afastada dessa experiência ao ver o CGI que é utilizado em Five Numbers. Para ser sincero, não me incomodou. Antes de começar esse texto dei uma lida em comentários pela página do anime no MyAnimeList e é recorrente a crítica à animação. Algo que me surpreendeu, o que eu consegui ver foi um CGI bem polido, conseguindo fluir os movimentos dos personagens não tão naturalmente – o que já era esperado -, mas o suficiente para contar sua história. Mais interessante é ver como as cenas no espaço são feitas em CGI enquanto as na terra vem em uma animação mais tradicional, resultando em uma peculiar dicotomia que completa bem a conclusão da história.

Five Numbers definitivamente não é algo para ser lembrado, para marcar como favorito por aí, especialmente por acabar deixando mais perguntas do que mistérios na soma total, mas com certeza vale para variar a experiência com a animação japonesa em si.

Esse post foi publicado em Animes, OVA e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

Uma resposta para Norageki! – Five Numbers

  1. Inicialmente pareceu o jogo de DS Nine Hours, Nine Persons, Nine Doors que tem esse esquema que colocar todo mundo num lugar pra escapar sem saber muito do que está acontecendo.

    Mas depois me lembrou muito de T.O Elliptical Orbit & Symbiotic Planet. Usa CGI, se passa no espaço e serve de reflexão. São meio que duas OVAS’s sem relação uma com a outra. Eu achei bem estranho na época que assisti e apesar e ser só mais um, até hoje eu consigo me lembrar.

Os comentários estão encerrados.