Curiosidades Nipônicas – Amezaiku: O artesanato de doces

Desde que eu comecei o blog e as pessoas passaram a sugerir coisas que gostaria de ver por aqui – ainda mais com as respostas do Censo Gyabbo! e do Censo do Portal Genkidama -, um dos principais posts solicitados eram aqueles que mostrassem um pouco mais da cultura japonesa e suas curiosidades, coisas que vão além daquilo que estamos acostumados a ver na televisão ou nos próprios animes.

Com esse propósito eu vou começar hoje uma nova coluna aqui no blog chamada “Curiosidades Nipônicas” onde vou buscar falar um pouco justamente sobre essas particularidades que só encontramos no Japão. Para começar essa nova seção vou falar do Amezaiku (飴細工), o artesanato de doces.

Amezaiku

Originário da China, o Amezaiku tem seus primeiros registros no Japão datados da era Heian (794–1192) na cidade de Quioto, onde era usado inicialmente como oferenda nos templos da cidade. Porém, os doces artesanais se popularizaram nos anos seguintes, virando presença garantida nos festivais japoneses.

A arte do Amezaiku é uma forma de artesanato onde utiliza-se uma espécie de doce de caramelo aquecido em altas temperaturas, por volta de 80~90ºC (imagine a dor na ponta dos dedos!), para que fique em um estado pastoso onde é possível molda-lo com a mão e a ajude de pequenas tesouras e pinças, além de um palito onde o doce é fixado, podendo ou não ser acrescido de detalhes com tintas comestíveis.

219167_520293124651699_1983274432_oPela natureza do caramelo quente utilizado, exigi-se do artesão uma grande habilidade com as mãos para moldar o doce em poucos minutos, antes que ele endureça demais e impossibilite novos arranjos. Por essa razão, mas do que olhar uma bela forma e saborear um gostoso doce, a própria criação das obras é um show a parte por possibilitar ver tamanha habilidade.

Se tradicionalmente os doces são moldados em formas de animais – podendo variar de um simples coelho até um complexo dragão -, temos no Amezaiku mais um exemplo do dualidade entre o tradicional e o atual que permeia a cultura japonesa. Hoje os criadores procuram não limitar suas pesquisas visuais nas formas mais clássicas, mas também em assuntos mais pops como, por exemplo, o grupo AKB48.

Se no passado essa arte era muito popular, podemos dizer que hoje ela sobre uma grande crise que beira o perigo da extinção. No Japão são mais ou menos 20 profissionais que ainda trabalham com o Amezaiku, ainda que essa habilidade esteja recebendo cada vez mais atenção internacional por sua natureza ímpar de unir artesanato e culinária em uma prática secular.

Como diria um comentário que eu li em um dos vídeos que conferi para esse post: O que o Japão não consegue transformar em arte? 

Se você gostou da nova seção não deixe comentar para que eu possa trazer mais curiosidades da cultura nipônica!

467146_509169275764084_1267081519_o

169302_484640194883659_361082892_o

9 respostas em “Curiosidades Nipônicas – Amezaiku: O artesanato de doces

  1. Nossa bom demais!! :D
    Realmente, o Japão tem uma criatividade imensa! *u* amo esse jeito de mistural tradicional e moderno em tudo, progresso sem nk se esquecer das origens. ^^
    é muito triste saber q só tem essa quantidade de artistas por lá…
    Anyway, ótimo post! :D A seção é muito bem vinda ao blog, varia de forma magnifica o conteúdo! ^^ Uma sugestão quanto a essa seção seria sempre trazer algo relacionado a Arte Niponica, e se existir, uma relação com os animes tbm! ^^

    Curtir

  2. *_* sensacional! preciso ir pro Japão!
    Gostei muito da nova seção do blog. Sou admiradora da cultura japonesa e fico feliz de poder achar este tipo de conteúdo nos blogs de anime.

    Curtir

  3. A nova seção ficou muito boa, Gyabbo! Estou longe de ser japanófila, mas eu gosto de conhecer esses tipos de peculiaridades culturais, principalmente quando elas têm relação com arte. Espero que a coluna tenha vindo para ficar! =)
    Achei fantástico ver esses artesãos fazendo todos esses bichinhos do Amezaiku – haja habilidade manual! Mas dá para entender porque o negócio está em extinção. Pare e pense: você precisa se dedicar muito para adquirir o tipo de habilidade manual e precisão necessárias para criar esse tipo de obra. Mas, por causa da natureza do material, ou ele acaba comido ou apodrece. Ou seja, você acaba não aproveitando muito o resultado do seu trabalho, mesmo com toda a dedicação que ele exige.
    Além do mais, como produto comercial, o artesão não deve poder vender o Amezaiku por um preço muito acima dos outros doces, por mais trabalho que ele dê para fazer – afinal, se for muito caro ninguém irá comprar.
    Resumindo: quem quer viver de vender comida provavelmente procura um ramo com um custoxbenefício maior, e quem quer viver de arte um meio de se expressar que seja menos perecível, e pelo qual ele possa cobrar um preço que ao menos compense todo o processo trabalhoso necessário para a ciração da obra.

    Curtir

    • Lol, “ciração” foi triste! Era “criação”, rss. Btw, depois que o blog entrou para o portal Genkidama não tem mais aquela opção de acompanhar os comentários por e-mail? Achava tão prático…

      Curtir

  4. Não tenho o que dizer de relevante a não ser lhe parabenizar não só pelo post em si, mas pela ideia que teve, e espero ver mais textos do gênero; é realmente um tipo de tópico carente em blogs brasileiros, e até por causa disso cheguei a pensar em abordar esse assunto no blog que colaboro, mas acabei não levando isso adiante. Eu já conhecia esse tipo de artesanato, e o post da Kino resume um tanto do que penso a respeito: difícil alguém se animar a praticar tal arte, tamanha a dificuldade dela no processo de criação e o destino banal que essa terá – sem contar o preço baixo. O dragão ali eu sentiria uma dó danada de estragar -x

    Curtir

  5. Dá muita pena saber que algo tão interessante quanto o amezaiku está em extinção :/ Acho que faria sucesso nos eventos de anime, as pessoas adorariam comer um doce com formato de Pikachu e variados.

    E quanto à nova seção, continue. Pode não ser a mais comentada/vista, mas é sempre bom aprender coisas novas, principalmente sobre uma cultura tão diferente da nossa.

    Curtir

  6. No começo do post não achei que ia me interessar pela ideia, mas me surpreendi muito, muito interessante esse aspecto da cultura japonesa, adorei conhecer mais sobre isso e adoraria mais post sobre coisas do tipo, seria legal um de pen spinning (esporte que consiste basicamente em girar a caneta nos dedos) , mas não sei se teve origem no japão, só sei que lá é bem popular, fica a sugestão, muito interessante o post, ficarei a espera dos próximos.

    Curtir

Comente e participe da discussão

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s