Red Garden – Editora NewPop – Vol.1

Aviso de manga cedido

RedGarden-JBC-CapaE se Madoka Magica não foi a primeira obra a desconstruir o gênero Mahou Shoujo com uma visão mais aterrorizante onde garotas precisam lutar contra criaturas bestiais para “salvar o dia”? 

Conheça Red Garden.

Adaptação da história de um anime de 2006 do saudoso estúdio GONZO, Red Garden chegou ao Brasil pela editora NewPop depois de muita espera em Outubro do ano passado durante a Fest Comix que aconteceu em São Paulo.

Dividido em quatro volumes, temos a história de quatro garotas adolescentes – Rose, Claire, Rachel e Kate – que estudam em uma prestigiada instituição privada de ensino na cidade de Nova Iorque, tendo como única ligação entre si a amiga em comum, Lise Harriette Meyer. Quando Lise desaparece as quatro se veem juntas em sua busca indo encontrar seu corpo morto em uma mansão abandonada onde também encontram seu destino final… ou não?

RedGarden-Manga-todo-grupoRed Garden, para mim, é o primo sem maiores atenções de Madoka Magica por trazer pontos tão clássicos do gênero “garotas mágicas” e deturpa-los de uma forma cruel, colocando suas personagens em situações que vão longe da fofura.

Já neste primeiro volume as quatro garotas descobrem que estão mortas, ou mortas-vivas, e que a única forma de continuar sem perecer é seguir às ordens de uma dupla misteriosa que as manda matar pessoas que já não possuem humanidade alguma, agindo como feras em busca de sangue, usando seus poderes que “ganharam”, como uma força sobrenatural e regeneração acelerada.

Assim, apesar de continuarem vivendo suas vidas com família, amigos, escola e tudo mais, seguidas vezes elas são “convocadas” a lutar contra o “mal”, sabendo que em qualquer uma dessas noites suas extensões de vida podem acabar. Isso coloca em cena as consequências psicológicas que tal tarefa exerce sobre as garotas, cada vez mais solitárias com o fardo que carregam. Nada será como antes.

RedGarden-Manga-MordidaAdaptando a história do estúdio GONZO para os quadrinhos, o desenhista Kirihito Ayamura conseguiu apresentar a beleza de uma cidade opulenta como Nova Iorque, com todos os detalhes que cada garota com sua personalidade diferente possui – principalmente no vestiário de cada uma que varia dia após dias -, contrastando isso com o sangue e a bestialidade dos inimigos que elas precisam enfrentar.

O autor consegue equilibrar muito bem seu belo traço nos momentos calmos para em momentos mais agudos se utilizar muito bem principalmente de speedlines (linhas de movimento) que dão o tom de urgência e desespero que a série necessita.

RedGarden-Manga-CamaQuem já tiver assistido ao anime (que eu recomendo, apesar dele ser um pouco cansativo) pode ler o manga sem medo pois encontrará não só a história semelhante em um traço muito bom, mas também terá uma nova visão de tudo já que a história se foca na personagem Kate Ashley, uma garota rica que até o momento de sua morte tinha como grande preocupação conseguir lidar com a pressão de ser membro da “Grace”, um grupo de garotas especialmente escolhidas para cuidar da escola, enquanto o anime busca equilibrar as atenções entre todas as personagens.

Além disso, devo dizer que o trabalho da editora NewPop ficou muito bom! São 176 páginas em papel off-set 90g, o que permitiu não somente uma impressão de alta qualidade como também diminuiu quase que por completo as transparências da página. A adaptação está muito boa, com os diálogos fluindo muito bem e a edição de imagem – até onde eu percebi – peca em apenas um ou outro quadro, imperceptível para quem não estiver buscando esses detalhes.

RedGarden-Manga-ChorandoTerror, desespero, aflições, conspirações, maldições, conflitos psicológicos, personagens distintos em uma arte de alta qualidade embalados por uma qualidade gráfica muito boa. Sendo sincero, esse primeiro volume de Red Garden foi uma das minhas melhores aquisições em questão de mangas no ano passado. Por R$12.00 apenas com toda essa qualidade, mais do que recomendado, ainda mais por ser uma série de apenas 4 volumes.

Não vejo a hora de ter em mãos o segundo volume!

7 respostas em “Red Garden – Editora NewPop – Vol.1

  1. Não acho que seja caso para comparar de qualquer forma que seja com Madoka Magika.
    Se for para comparar certos elementos de “Garotas Mágica”, existem diversas outras obras onde essa comparação é válida e muito mais adequada.
    Essa reinvenção do gênero em Madoka Magika existe porque a série é de fato um anime do gênero de Garotas Mágicas COMPLETO.

    Sofrimento, angustia, mortes e mutilações, são elementos de gêneros alheios, eles não tem um gênero aonde possam ser identificados como um elemento fundamental dele ao mesmo tempo que tem vários, e se tiverem certamente que Garotas Mágicas virá nas últimas posições.

    Red Garden é em primeiro lugar um um suspense com elementos sobrenaturais com “Garotas em Perigo/Extremo”, que é uma premissa tão usada e bem conhecida que vem obrigatoriamente na frente do gênero de Garotas Mágicas.

    Curtir

    • Devo discordar, Panino.

      O elemento central de um mahou shoujo é o fato de termos garotas recebendo a missão de lutar contra algum mal e recebendo poderes para isso. Da mesma forma como Madoka Magica colocou o medo dentro da fórmula, Red Garden coloca o terror/sangue e um atmosfera mais realista, mas vejo como muito válida a comparação.

      Gyabbo!

      Curtir

      • Madoka parte de: Mahou Shoujo <- outros elementos
        Red Garden está mais para: qualquer gênero outro gênero <- elementos de Mahou Shoujo

        Ou seja, não seria um Mahou Shoujo com a adição de elementos de outros gêneros, é o contrário. Um outro gênero com elementos de Mahou Shoujo.

        Fico com a impressão de que a influência de Madoka está sendo sobrevalorizada. Subverter coisas fofas, que escondem histórias cruéis, não é algo raro de encontrar, Madoka Magika se destacou por ter feito isso em um gênero onde essa abordagem ainda não tinha sido devidamente explorada.
        Madoka Magika, em sua época, teve seu espaço na história dos animes. Entretanto quanto mais assisto animes anteriores mais vejo o ineditismo dessa série minguar. De todo modo, serve como referência.

        Curtir

  2. comprei o primeiro volume de red garden e to gostando bastante
    mas concordo com o panino
    ta mais pra um mangá de terror com elementos de mahou shoujo
    do que um mahou shoujo com elementos de terror

    Curtir

  3. Olá, recentemente vi notícias sobre esse mangá e me interessei muito. Há alguma informação de quando sairá o restante dos volumes? Encontrei nas bancas o volume 2 somente. Obrigada

    Curtir

  4. Pingback: Guia das editoras de mangas no Anime Friends/Festival do Japão 2013

Comente e participe da discussão

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s