Editora Nova Sampa voltará com a publicação de Vagabond!

Vagabond-Ed-Definitiva-4-conradNunca se desvie do caminho.

Miyamoto Musashi.

Vagabond está de volta, seu caminho continua…

No começo da noite desta terça-feira o parceiro Chuva de Nanquim noticiou que a editora Nova Sampa, responsável pelas ediçõs nacionais de mangas como Hitman – Matador por acaso e Yakuza Girl, irá retornar a publicação de um dos primeiros títulos publicados no Brasil ainda pela editora Conrad: o seinen Vagabond, do autor Takehiko Inoue, em sua edição definitiva.

Para quem não se recorda Vagabond começou a ser lançado aqui no Brasil em novembro de 2001 em um formato meio-tanko, porém com maior capricho que as edições de Dragon Ball e Cavaleiros do Zodíaco que a editora Conrad lançava. Nesse formato conseguiu chegar até a edição #44, correspondendo ao volume #22 do original japonês.

Porém, no ano de 2005 a editora resolveu colocar nas bancas e livrarias uma “edição definitiva” do título, inexistente até mesmo no Japão, dessa vez em tanko completo e uma altíssima qualidade pelo preço de R$25 – que seria reajustado durante suas 14 edições publicadas. O que a Conrad não previu na época é que a vinda desse formato melhor acabaria gerando uma autofagia que, em conjunto com a crise da editora, resultou no cancelamento primeiramente do formato inicial, deixando muitos fãs com coleções incompletas e obrigados a pagar mais para ter uma coleção uniforme, e no cancelamento da edição definitiva em novembro de 2007.

Buscando repetir o que fez na época quando ainda era gerente de conteúdos da editora JBC, Marcelo Del Greco aposta novamente na volta de um título muito solicitado pelos fãs que estavam fãs desde a parada da editora Conrad. Da mesma forma que aconteceu com Evangelion, Vagabond Edição Definitiva retorna ao país exatamente de onde havia parado, seu volume #15, a diferença – óbvia pela passagem do tempo e aumento do preço de toda cadeia produtiva de mangas – está no preço já que cada edição virá pelo preço de R$40, mas com formato maior, sobrecapa e papel de maior qualidade, pólen. Caso a recepção do material for positiva a editora já adiantou-se a dizer que existe a possibilidade de lançar também os primeiros quatorze volumes para quem não conseguiu compra na época.

Se começou devagar, a publicação de mangas da editora Nova Sampa vem crescendo e abrindo cada vez mais suas asas. A volta de Vagabond era um dos maiores pedidos dos órfãos da Conrad – em conjunto de Blade – A Lâmina do Imortal e Slam Dunk, será que também veremos esses dois de volta por aqui um dia? – e promete colocar a editora de vez no foco dos principais lançamentos. Atualmente a série está na edição #35 e manter essa coleção não será barato, mas se a qualidade anterior for mantida pode ter certeza que vale cada centavo, ainda que o preço esteja realmente salgado ao bolso do consumidor padrão de mangas, o que pode não ser um problema já que a Nova Sampa deixou claro desde a sua estreia que a mira está voltada para o público adulto, normalmente com mais condições de gastar com aquilo que gosta.

O que você achou dessa jogada da Nova Sampa? Pretende comprar Vagabond?

Apesar de gostar muito da história criada por Inoue, no passado eu deixei de comprar Vagabond para dar espaço financeiro para outras compras, infelizmente dessa vez não deve ser diferente. Só espero que o título não seja mais um erro do mercado como vimos no passado.

Fonte: Chuva de Nanquim

11 respostas em “Editora Nova Sampa voltará com a publicação de Vagabond!

      • A questão não é que ele não vai comprar. A questão é que a Nova Sampa irá vender um mangá para um nicho dentro de outro nicho, que por sua vez está dentro de ainda outro nicho, ou seja:

        Nicho 1) Leitores de mangá
        Nicho 2) Que compraram o Vagabond da Conrad
        Nicho 3) E que ainda querem continuar sua coleção

        Em suma, eles estão retomando uma publicação tendo em vista um público muito restrito. Some a isso o preço alto, e a possível mudança de prioridades de uma parte dos antigos compradores da série (o que os levaria a não comprar os volumes da Nova Sampa), e fica realmente difícil ver essa iniciativa prosperar.
        Comercialmente falando, o ideal mesmo seria eles fazerem algo como o que a Panini fez com One Piece: lançar a série a partir do primeiro volume para quem não leu, e a partir do volume em que a Conrad parou para quem já colecionava. Claro que o fato de ser uma edição definitiva dificulta bastante as coisas nesse sentido… Talvez lançar a série desde o começo em uma edição “meio-definitiva”, como a Jbc vem fazendo com seus relançamentos melhorados, fosse uma boa via, mas também não sei dizer se daria certo.
        Enfim, torço muito para que essa retomada funcione, e que a série possa voltar a ser publicada desde o volume 1 para que eu e os outros que não leram possam conhecê-la também, masss duvido que aconteça.

        Curtir

        • verdade Angelica reis mas que não seja a mesma qualidade do one piece que a panini lança por que acho lixo o papel fraco D+ e o One Piece merecia um papel de primeira mas todos manga que a panini lança e lixo ela só da boa atenção no mundo dos quadrinho mas fico na torcida também ouvi muita coisa boa desse manga Vagabond e se lançá eu compraria do 1 para frente se não cancela depois rs

          Curtir

  1. Sempre tive interesse por esse título; apesar de nunca ter conferido, as opiniões dos blogueiros me deixaram curioso, pensei q ia dar pra começar a colecionar agr, afinal é mto cômodo comprar as edições td mes e ler apenas aqueles capitulos (qndo eu leio na net, quero acabar td o mais rapido possivel, o q acaba atrapalhando minha rotina), mas 40 reais infelizmente é mto caro =/

    Curtir

  2. Pingback: VQ News - Caravana VQ no DBZ, Vagabond, Jojo Stardust Crusaders

  3. Caralho, Vagabond: 1 Tankōbon por 40 reais??!!

    Meu, não há qualidade nenhuma que justifique esse preço!

    Death Note: Black Edition, que equivalem a 2 tankos por volume, está esse preço de 40 reais e mesmo assim já é bastante caro.

    Sério, isso é muito piada.

    Curtir

  4. Pingback: Editora Nova Sampa anuncia aquisição do seinen Drifters - Gyabbo!

  5. Pingback: Boletim de informações #4 - Mercado de Pulgas - Edição Extra - Gyabbo!

  6. nossa 40 reais e ainda o manga nei termino la fora e aqui vao lança no numero 15 não vai ta certo isso mas boa sorte para voce editora nova sampa eu mesmo nao vou confia e nei sei a qualidade dos manga dela se vo no mesmo nv da Panini eu corro mesmo mas se tive a qualidade ou melhor da Jbc quem sabe

    Curtir

Comente e participe da discussão

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s