Akira Toriyama revela quem é a mãe de Goku

saikyojump_2014-03_largeNovos detalhes da família sayajin que deu origem ao mais poderoso lutador de todos os tempos e algumas possibilidades sobre um novo filme animado da série!

Na edição de março da revista Saikyou Jump, entre alguns materiais extras do mundo de Dragon Ball, houve uma entrevista de dez perguntas com o próprio criador da franquia, Akira Toriyama, onde o mesmo revelou alguns detalhes de um capítulo bônus que fará parte do volume encadernado de Jaco the Galactic Patrolman, trabalho mais recente do mestre.

Nesse material serão revelados detalhes sobre a família de Goku no planeta Vegeta, mas já na entrevista o mangaka revelou os principais detalhes. De acordo com Akira o nome da mãe de Goku e Raditz é Gine (mais um trocadilho com vegetais, dessa vez com a palavra japonesa “Negi” que corresponde a nossa cebolinha). Ela conheceu Bardock, pai de Goku, quando fez parte como um dos membros de um grupo de quatro guerreiros sayajins juntamente com ele. Sendo uma mulher gentil para os parâmetros dos sayajins e não muito boa em batalha, Gine acabava sendo muitas vezes salva por Bardock e isso acabou criando entre eles uma “emoção especial” que resultou no relacionamento, algo raro na raça que normalmente apenas se relacionam com o intuito de procriar.

Toriyama continua explicando que apesar disso a família nunca ficou unida visto que esse é um conceito pouco usual entre os sayajins (exceção notória para a família real da qual Vegeta fazia parte) e cada um seguiu seu caminho. Ainda sobre Bardock o autor explica que ele era um guerreiro de classe baixa, ainda que um dos maiores entre eles, existindo apenas dez guerreiros de classe média e apenas o rei e o príncipe Vegeta enquanto guerreiros de elite.

Falando sobre o príncipe dos Sayajins, Toriyama revela que após ter seu orgulho destruído durante a série, Vegeta encontrou ajuda com Bulma e acabou mudando aos poucos de personalidade, criando um forte elo familiar com ela e Trunks. Já sobre Goku, Akira considera que possivelmente Goku não tinha um sentimento de família para com Gohan e Chichi (podemos dizer que isso pode ter mudado quando ele virou avô com a Pan talvez?), mas sim de companheirismo, o que faz sentido quando levamos em consideração a luta de Gohan contra o Cell onde Piccolo questiona o comportamento paternal do sayajin em deixar seu filho lutar ainda sem poderes suficientes para vencer.

Há mais alguns detalhes divertidos para os fãs na entrevista, mas vou encerrando por aqui com apenas mais uma coisa. Akira Toriyama diz ao final que seu desejo é que, caso venha a existir mais um filme animado de Dragon Ball, seu desejo é que o foco do longa fosse sobre Vegeta.

Com o sucesso de Dragon Ball – A batalha dos deuses, tanto no Japão quanto no Brasil, é natural que a franquia seja explorada novamente e não somente com relançamentos, mas com seu universo sendo expandindo. Como gigantesco fã de Dragon Ball eu fico feliz e receoso ao mesmo tempo com tudo isso já que de um lado preferia que o universo da série fosse deixado como está, em sua perfeição (deal with it), mas por outro sei como esse mundo criado pelo mestre Toriyama é rico e pode ser explorado com qualidade durante muito tempo. Ainda sonho com o dia em que ele irá escrever um spin-off da série contando a primeira batalha contra Piccolo Daimaou. A esperança é a última que morre.

Enquanto isso eu vou me divertindo com essas pequenas informações novas, principalmente depois do manga Jaco the Galactic Patrolman que possui uma ligação interessante com Dragon Ball. Pelo menos as coisas estão sendo feitas pelo próprio Toriyama e até o momento seguiram com fidelidade as “regras” do sua própria criação, diferente de outras coisas feitas com os guerreiros Z (sim, estou olhando para você, Dragon Ball GT).

Mas o que você acha? Já passou da hora de Dragon Ball ser deixado em paz ou é uma ideia interessante continuar a explorar seu potencial? Deixe sua opinião nos comentários.

Fontes: Kanzenshuu | Saiyan Island

32 respostas em “Akira Toriyama revela quem é a mãe de Goku

  1. Na minha opinião, o Toriyama está mexendo muito na estória de Dragon Ball, fazendo assim criar-se mais incoerências dentro dela. Se pegarmos o filme Battle of Gods e tentarmos encaixa-lo perfeitamente dentro da estória do mangá, ou seja, sem levar em conta filmes, especiais, OVAs etc., fica muio errado alguns personagens existirem dentro da linha do tempo de DB.

    Então se pegarmos Jaco que o Toriyama diz ter uma certa ligação com a estória de Dragon Ball também, podemos perceber que tanto Tights ser irmã da Bulma quanto o Goku aparecer usando a roupa dos Saiyajins ainda criança são coisas que funcionam apenas em Jaco, e não em DB.

    Agora indo mais pela minha opinião como um grande fã de Dragon Ball, o Toriyama está pegando uma estória que ele criou a muito tempo e que foi muito bem fechada (claro com alguns segredos não revelados como o da mãe do Goku entre outras coisas) e tentando incluir nela coisas que ele pensou a pouco tempo, coisas que não importam, ou vai me dizer que saber quem é a mãe do Goku faz diferença? Para um fã sim, mas aí eu também quero saber quem é a mãe do Vegeta entre outros detalhes que não importam tanto.

    Tudo que o Akira Toriyama está fazendo hoje sobre DB, provavelmente é para ganhar mais em cima de sua criação, porque a quantidade de erros que eu reparei nesse novo filme, em Jaco, em qualquer coisa que saiu ultimamente são absurdas. Uma expansão do universo de DB seria bom, desde que feita com muito cuidado, o que não está acontecendo.

    Curtir

    • Bom, acho q n eh bem o Toriyama q quer lucrar em cima da franquia, e sim as produtoras q estão fazendo pressão em cima dele pra continuar seus trabalhos, aposto q a ideia de produzir battle of gods veio das mãos da toei; acredito tbm q negociações estão sendo feitas para q ele “prossiga” com a obra em outras mídias, como o manga de Jaco, por exemplo; mas pode ser q eu esteja errado. Aliás, pq vc diz q o battle of gods tem incoerência com a história do db? os outros filmes eu concordo q tem sim tem mtas incoerencias de cronologia, mas n vi isso nesse novo (o mais fraco de tds), tirando o fato do gohan se transformar em ssj nos trailers veiculados antes

      Curtir

      • Quanto as incoerências, eu consigo citar:

        Tarble (suposto irmão de Vegeta que nunca foi citado ou apareceu na obra original e sim em um OVA, é citado no filme quando eles precisam de mais um Saiyajin para realizar a transformação de SSJ Deus)

        Pilaf, Mai e Shu (que eu nem tenho certeza se era pra estarem vivos) conseguiram de alguma forma (que não foi explicada) juntar as 7 esferas do dragão e pedir para se tornarem mais jovens, depois do pedido ter dado errado, de alguma outra forma (também não explicada) apareceram com um Radar do Dragão e quase conseguiram novamente as esferas.

        Como o Shenlong sabia sobre o SSJ Deus se seus poderes eram limitados aos do seu criador? No caso esse era o Shenlong criado pelo Dende.

        Uma mudança brusca nas personalidades de muitos personagens como o Goku sendo convencido e egoísta, Vegeta medroso e sentimental, Gohan brincalhão por causa de bebida (sabemos que ele é um personagem sério, mas essa até que passa), Piccolo com um suposto ciúme de Trunks ter uma namorada (fora que depois mostra que a Mai, apesar de criança, ainda tinha pensamentos de uma senhora de 40 anos, de mãos dados com Trunks), Mestre Kame que era muito sábio se perdendo nas explicações como se fosse um velho bobão, etc.

        Outra coisa que achei estranha é que no fim da Saga Boo, Vegeta reconhece que Goku o superou, e que ele era o único que podia derrotar Majin Boo, beleza, agora nesse filme ele ainda quer superar o Goku e só por acertar um soco no Bills, acredita ter superado ele.

        Tem tantas coisas desse filme que eu não gostei como a estória de que existia um Saiyajin bom que se transformou em SSJ Deus para derrotar os outros (sendo que um simples SSJ já bastaria, contando o nível dos Saiyajins da época) entre outras coisas que poderia escrever por horas e horas, mas o principal é que eu acredito que não deveria mais mexer na estória de Dragon Ball. Se o Toriyama criar mais filmes e quiser encaixá-los na estória original, capaz dele só fazer besteira e deixar tudo mais confuso ainda.

        Curtir

      • Quanto as incoerências, eu consigo citar:

        Tarble (suposto irmão de Vegeta que nunca foi citado ou apareceu na obra original e sim em um OVA, é citado no filme quando eles precisam de mais um Saiyajin para realizar a transformação de SSJ Deus)

        Pilaf, Mai e Shu (que eu nem tenho certeza se era pra estarem vivos) conseguiram de alguma forma (que não foi explicada) juntar as 7 esferas do dragão e pedir para se tornarem mais jovens, depois do pedido ter dado errado, de alguma outra forma (também não explicada) apareceram com um Radar do Dragão e quase conseguiram novamente as esferas.

        Como o Shenlong sabia sobre o SSJ Deus se seus poderes eram limitados aos do seu criador? No caso esse era o Shenlong criado pelo Dende.

        Uma mudança brusca nas personalidades de muitos personagens como o Goku sendo convencido e egoísta, Vegeta medroso e sentimental, Gohan brincalhão por causa de bebida (sabemos que ele é um personagem sério, mas essa até que passa), Piccolo com um suposto ciúme de Trunks ter uma namorada (fora que depois mostra que a Mai, apesar de criança, ainda tinha pensamentos de uma senhora de 40 anos, de mãos dados com Trunks), Mestre Kame que era muito sábio se perdendo nas explicações como se fosse um velho bobão, etc.

        Outra coisa que achei estranha é que no fim da Saga Boo, Vegeta reconhece que Goku o superou, e que ele era o único que podia derrotar Majin Boo, beleza, agora nesse filme ele ainda quer superar o Goku e só por acertar um soco no Bills, acredita ter superado ele.

        Tem tantas coisas desse filme que eu não gostei como a estória de que existia um Saiyajin bom que se transformou em SSJ Deus para derrotar os outros (sendo que um simples SSJ já bastaria, contando o nível dos Saiyajins da época) entre outras coisas que poderia escrever por horas e horas, mas o principal é que eu acredito que não deveria mais mexer na estória de Dragon Ball. Se o Toriyama criar mais filmes e quiser encaixá-los na estória original, capaz dele só fazer besteira e deixar tudo mais confuso ainda.

        Curtir

        • Ah sim, realmente, cara, agr q vc citou deu pra perceber bem, o único q pra mim era evidente era o fato dos personagens terem suas personalidades alteradas, mas as outras tbm fazem bastante sentido

          Curtir

          • Vegeta medrou pro Brolly ‘-‘ filmes de Dragon ball Rapazes filmes….
            mas enfim ele ficou com medo pra mostrar que até o Vegeta Pika das galaxias, fodão, saiyajin valentão, que vai ultrapassar Goku um dia, sinistrão”, bonzão, fortão, com os golpes mais fodas do anime (sou quase uma tiete do vegeta >.<) enfimm até esse cara boladão teme o Bills por que ele é realmente 'O foda, mais forte personagem do DB por enquanto, entendem ? Goku convencido pode acontecer e talvez seja uma jogada aparecer o Bills pra ele parar de "se sentir", vegeta disse que Goku tinha superado ele e que ele era o único que podia vencer o majin boo, mas nunca disse que ia parar de correr atrás de de ser o mais "sinistrão". Aparecer com um Radar do dragão num tem nada de misterioso nisso levemos em conta que pode acontecer até por que a Bulma não é a unica cientista que existe bobeira discutir isso.
            A parte do Shenlong eu não curti quando vi o filme achei um aceleramento pra dar um fim rápido simples e momentaneamente não contestável e olha que nem tinha visto pelo lado que o mano acima disse, concordo com isso esse sim foi erro grande ( que pode ser concertado com milhões de formas, mas isso se o autor notar o próprio erro incoerente, coisa que acho que não vai acontecer pq Akira é meio burro [desculpa Tio akira te amo tá?! T-T] tem uma entrevista que ele não lembra quem é Raditz e ainda pergunta se é de Filler '-', agora … dúvidas que mínimos detalhes que por mais bem deixados claros ele ia deixar passar ?)

            Curtir

            • Isso me lembra de uma entrevista do Toriyama com o Oda, onde o Toriyama n lembrava quem era o Tao Pai Pai. A maioria dos filmes do dbz não se encaixam msm na cronologia (o do Bojack e o Ataque do Dragão, por ex, se encaixam), mas eles pelo menos divertem, pra mim esse último só serviu pra relembrar msm, dps disso, de oficial, só tem o último ep do dbz, onde aparece a Pan, Goten e Trunks adolescentes, etc

              Curtir

            • haha eu li essa também, ele tá gágá coitado do Tio xD.
              O ataque do dragão seria depois de derrotarem o majinbu realmente num, tinha parado pra pensar nisso, aparece a galerinha no final lá e o esse battle of the gods seria antes disso, se Akira Toriyama continuar o anime (foi divulgado que vai ter nova saga) a partir do filme e logo após o termino real do anime bem, se não tiver nada a ver com o filme muita coisa será desmentida e não farão sentido cronologicamente (só acho que o irmão do vegeta deveria ser mantido de alguma forma, ia dar gás na História personagem novo).

              Curtir

      • Filmes de DBZ nunca são cronologicamente certos num pode reclaamr desse não ser certo ? mas esse é mais cronologicamente encaixado que os outros, é antes da Pan nascer só isso basta pra encaixar até por que não tem nada depois que pan nasce pra tirar essa noção de encaixe.

        Curtir

  2. Seria muito legal, se de fato começassem a expandir o universo de DB, pois existem muitas histórias sobre os sayajins do planeta Vegeta e do próprio príncipe que poderiam ser contadas. Na minha humilde opinião, acho que deveriam deixar o Goku um pouco de lado por um tempo e colocarem o foco em outros personagens da série.

    Curtir

  3. enquanto o proprio autor quer e da carta para os produtores fazere não vejo o porque não, ainda uma serie que ficou com varias coisas por mias que pequenas em aberto.

    Curtir

  4. Gosto muito de Dragon Ball. Mas na boa, já deu o que tinha que dar.Não sei se fui o único , mas não achei grande coisa no filme de Dragon Ball.Prefiro que acabe , do que criarem um segundo Dragon Ball Gt

    Curtir

    • nem todo filme do Dragon ball é perfeitão” mesmo sendo (nem tente me entender xD), mas gostei do filme tem um ar de continuação… isso deixa “gosto” de quero mais.

      Curtir

  5. Eu acho interessante que uma obra fique estática, com um início, meio e fim definidos e fechados. O que não quer dizer que não se possa brincar com esse universo, criando diferentes versões, interpretações e releituras do mesmo. Vejam por exemplo o caso de Julio Verne. Seus livros são fantásticos, mesmo que os conceitos científicos estejam hoje ultrapassados. Mas nada impede que alguém se baseie nesses conceitos e crie obras em cima dessas ideias (alguém pensou em Nadia?). Sim, Julio Verne já é de domínio público, o que facilita a coisa. Mas pensem em Pluto, do Naoki Urasawa, que se baseia em episódio da série original do Astro Boy e constrói uma obra maravilhosa, cheia de personalidade própria, sem desrespeitar a obra original.
    Eu adoraria ver diferentes interpretações da obra do Toriyama também.

    Curtir

    • Dragon ball Z Não acabou de um jeito “fim” acabou de um jeito “continua…” então deveria ter continuado a muito tempo… por isso deu erro e acabaram criando dbgt que ao meu ver tem muitas coisas legais apesar de ser em sumo ruim sabe?! (ssj4 ficou muito chike *-*), ideias boas que deveriam ter sido aproveitadas ou digamos nem utilizadas na série GT por Toriyama, como a ideia do rabo dos saiyajins que depois e cortados deixam eles mais fracos, pegar desse ponto e de alguma forma trazer de volta os rabos/caudas dos saiyajis da serie dando um outro nível a eles. Muita coisa a ser explorada que se eu for compartilhar minhas ideias e expectativas aqui ficaria muito gigante meu coment”.

      Curtir

  6. Só eu achei essa notícia com cara de manchete de revista de fofoca? huehuehuehue. Sobre a notícia, sei lá, acho que o universo de Dragon Ball já foi explorado o suficiente. Esse tipo de curiosidade é legal, mas não acho que valha a pena criar mais material em cima disso – talvez um databook, mas nada além. Como o pessoal já disse aí embaixo, o universo da série já é tão grande e cheio de detalhes que fuçar mais nele só vai servir para criar inconsistências e trazer mais do mesmo – o que não é lá muito legal, por mais que o “mesmo” em questão seja muito divertido. Melhor deixar como está.

    Curtir

  7. Até onde sei, era um desejo dele dar todo o foco em Gohan,na saga de Majinbu, mas foi vetado. Será que ele conseguira com Vegeta?

    Curtir

  8. Eu gostei do filme , gostaria muito que continuasse , deve continuar! , espero que a continuação seja em episódios , não em filmes.

    Curtir

  9. Pingback: Troca Debate Notícias: a mãe do goku, AKB 48 zumbi, Kirito menininha e outras... | Troca EquivalenteTroca Equivalente

  10. Pingback: Saga de Majin Buu será adaptada para Dragon Ball Kai!

  11. O show deve continuar ²de forma sabia levando em consideração o passado da série até por que se ela fosse exibida pela primeira vez hoje em dia faria o mesmo sucesso

    Curtir

Comente e participe da discussão

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s