Naruto, o último dos grandes

O fim de Naruto nos faz sentir muitas coisas; tristeza, alegria, raiva. Porém para muitos brasileiros esse final significa algo mais, significa o sepultamento de uma época de nossas vidas.

Quando eu era criança uma das coisas mais normais que poderia acontecer era sentar em frente à televisão e começar a assistir um anime. Fazer isso era algo diferente de baixar em algum site ou visualizar através de um streaming, era algo especial.

crianca-tv

Naquela época o estranho era não ver anime, as crianças ao redor de todo o Brasil preparavam-se pela manhã para poder assistir os quais mais gostavam e passavam horas de suas vidas assim, vendo as batalhas entre pokémons, beyblades, medabots, digimons, sayajins, alquimistas, jogadores de futebol ou duelos de cartas, mas se não aguentassem mais ver lutas era só relaxar um pouco e assistir alguns hamsters ajudarem a amiga Laura.

Porém, o melhor de tudo é que isso não acabava em casa. Naquele tempo assistir animes era mais do que ficar sentado em frente à televisão, era uma convenção social. Quando se chegava ao colégio não se falava em outra coisa, só na última luta que tinha acabado de passar. Quando iniciava o intervalo, os animes seguiam nos acompanhando através de pokémons dentro de garrafinhas de guaraná e de “tazos” dos mais diversos tipos que se podia se encontrar dentro dos salgadinhos, restava-nos brincar com eles ou com “baralhos do demônio e peões modernos” durante os 15 minutos mais curtos de nossas vidas.

tazos_pokemon

Para outros a exaltação da cultura pop japonesa expressa através de desenhos animados ainda seguia após o colégio graças ao Band Kids ou ao TV Kids, onde era possível passar mais uma hora contemplando as séries nipônicas. Depois disso só restava fazer as tarefas e esperar algumas horas para esta linda rotina acontecer outra vez e mais outra e outra.

Naruto remete a essa época, mesmo passando em um ano onde eu já era “crescido” e estudava de manhã, o que me impedia de ver todos os dias, eu ainda via as pessoas comentando, eu ainda via tazos de Naruto nos salgadinhos e eu sabia que se chegasse mais cedo em casa, mais precisamente às 11:40h, poderia ver um episódio e viver aquela experiência novamente.

Eu adorava essa abertura.

Hoje o fim de Naruto nos remete a muita coisa, mas ele também fala sobre essa época. Ele mostra o quanto ela já está distante, o quanto ela foi feliz e que talvez isso nunca mais aconteça.

Ele mostra que agora nós não temos mais nada que nos remeta àquela época, porque, hoje, nós vimos o fim do último dos grandes para os brasileiros.

21 respostas em “Naruto, o último dos grandes

      • Sdds interpretação cara… essa matéria fala sobre TV brasileira, obviamente ele se referiu ao sucesso que Naruto teve nela.

        Curtir

            • Você se refere à censura, não é? Se for, ela não alterou em nada a história. Quem não conhecia a obra antes não se sentiu afetado por ela. Todo mundo que eu conheço, que assistiu OP pelo SBT, diz que achava chato; não “infantil”, por causa do pirulito, nem nada do tipo, apenas chato

              Curtir

            • A censura e também a dublagem de má qualidade também que não ajudou muito. Foi a combinação desses dois fatores e mais que ajudaram na má popularidade de One Piece aqui no Brasil. Se One Piece tem fãs no Brasil com certeza não tem uma unica pessoa que conheceu a obra por causa da animação porca censurada e sua dublagem, é por meio da Internet. Naruto teve diversos fãs conquistados via SBT/Cartoon e sua dublagem fantástica.

              Curtir

            • Eu não lembro das vozes dos personagens secundários, mas pelo menos as dos principais não eram tão ruins assim, não.
              Yu-Gi-Oh, Pokémon e DBZ também foram exibidos com censura aqui (o último com menos do que os outros), e ela não impediu que eles tivessem aquele sucesso estrondoso.
              One Piece no começo não tem muita ação, a maioria dos personagens não é cativante e o plot vai se desenvolvendo de forma lenta. Só depois que a coisa começa a engrenar.
              Se tivessem começado a exibir em Alabasta ou Enies Looby, a situação talvez seria diferente.

              Curtir

  1. Nessa época eu estudava a tarde. Como Naruto passava no mesmo horário de Zatch Bell, eu deixava um gravando enquanto assistia o outro. Lembro até hoje da frustração que foi quando eu não gravei o ep. que o Sasuke desperta a maldição. Naruto foi, junto de CDZ e DBZ, o anime que me motivou a assistir coisas na internet. Sem dúvidas, foi extremamente marcante.

    Curtir

    • O que me deixou mais frustrado foi quando em perdi, por 2 vezes, na TV, o episódio com a fusão perfeita do Goten x Trunks (a 2ª vez foi pior pq eu tinha me preparado piscologicamente para não perder de novo). Nunca assisti Naruto pela TV, mas acho que a era do streaming de animes retirou um pouco da “magia” do passado. Antes vc podia comentar coisas do tipo “esse fansubber é bom; olha que intro bacana; tradução péssima; etc”, agora as coisas são muito fáceis de vc consumir…

      Curtir

  2. Não gostava de Naruto, mas tenho que admitir que a obra foi um verdadeiro marco de uma época boa para quem gosta da cultura japonesa. Época essa que NUNCA poderá voltar, principalmente depois da infestação do falso moralismo no Brasil e de todas as pendengas com o ministério da justiça e sua ‘censura’ chamada de classificação indicativa. :/

    Curtir

  3. Quando eu estudava de manhã e meu pai estava em casa ele sempre assistia Dragon Ball Z e me contava o que havia acontecido quando chegava da escola ! Eu lembro até hoje quando ele me contou que ‘o filho do Goku de cabelo amarelo soltou um poder da mão e derrotou aquele verde…’

    Muito bom !

    Curtir

  4. Cá entre nós, quem liga para a TV? Ainda mais a TV aberta? Fazer sucesso numa mídia onde Faustão, Ana Maria Braga e Luciano Huck são “sucessos” há mais de 30 anos não é mérito algum. O maior mérito de Naruto foi ter conseguido um espaço na grade de programação entre esses dinossauros que não largam o osso da TV, o resto foi lucro.

    Curtir

Comente e participe da discussão

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s