Hanasakeru Seishounen

Hanasakeru Seishounen é um romance inovador em meio ao conflito político de um país.  

“O destino que seus ombros carregam, é pesado demais para você suportar.” 

Isso é o que o pai da protagonista diz a ela quando lhe propõe um jogo para escolher seu marido. Kajika é filha única de Harry Burnsworths, dono de uma grande empresa multinacional. Quando ela tinha apenas dois anos, sua mãe faleceu ao protegê-la de um tiro e, depois disso, seu pai decidiu resguardá-la do mundo enviando-a para ser criada em uma ilha isolada no Caribe, tendo como grande companheiro e amor pra vida inteira, seu querido leopardo branco Mustafa, que foi presente de Li-Ren, um garoto enviado por seu pai que a visitara algumas vezes por ano na ilha, tornando-se seu amigo.

Hanasakeru_Seishounen 08

Aos 14 anos, quando seu leopardo morre e ela se encontra desolada, acreditando que nunca mais amará alguém como amou Mustafa, Kajika vai para o Japão estudar, mas sua rotina é interrompida, sem passar nem mesmo um mês ali. Seu pai a chama para ir à Nova Iorque para propor um “jogo”. A partir daí tudo começa. Ele escolhe três jovens influentes e diz para a garota que cabe a ela fazê-los apaixonarem-se. Aquele que Kajika escolher será o seu marido e, quando este homem estiver ao seu lado, o segredo que permeia seu destino será revelado! Os encontros, minuciosamente planejados para parecerem por acaso, enganam os próprios escolhidos, que não suspeitam que seus caminhos vão cruzar com o de Kajika. Para protegê-la e guiá-la, Harry designa Li-Ren como seu guardião durante esse período, até que ela se case.

Fang Li-Ren, é um jovem membro de uma poderosa família chinesa, escolhido desde cedo para assumir a frente dos negócios. Em consequência disso adquiriu uma personalidade controlada e impassível, porém por trás dessa máscara ele nutre um amor que julga impossível por Kajika e terá que quebrar muitas barreiras para conseguir assumir esse sentimento. Logo no começo nota-se o grande afeto que ele tem pela garota e a necessidade de protegê-la, embora ela não seja exatamente uma mocinha indefesa.

Hanasakeru_Seishounen 07

Ao aceitar o desafio dado pelo seu pai, não demora muito para que Kajika conheça os candidatos: Um conquistador frio, o aristocrata Eugene Alexandre de Volcan; o príncipe Lumati Ivan do reino de Laginei, um país fictício que situa-se nas proximidades de Cingapura; e Carl Rosenthal, filho do maior oponente empresarial de Harry. Cada um desses homens possui uma característica marcante ao seu próprio modo, com seus pontos fortes, mas fragilidades humanas também, o que é especialmente frisado no anime.

Apesar do drama comum aos shoujo, a trama tem um desenvolvimento sólido e instigante, não destacando apenas a relação de Kajika com seus candidatos. No decorrer da história, o segredo que fez o pai da jovem começar esse jogo vai se revelando para o espectador de forma impactante. Junto a isso é abordada a crise política no país de Laginei que a princípio parece ser um caso isolado, mas termina por envolver todos os personagens. Ambição, religião e tradição são apenas as premissas do desenrolar perspicaz no reino, que apesar da abordagem socioeconômica, não se torna enfadonho. O anime se passa nos tempos atuais, mas a ambientação de Laginei evoca a civilização do Egito antigo. Eu particularmente me apaixonei pelos trajes, muito bem detalhados, além da arquitetura que recorda os palácios e mesquitas árabes, tudo muito lindo!

Hanasakeru Seishounen candidatos

A abordagem dos personagens não deixou espaço para descaso. Alguns têm maior destaque, mas cada um se sobressai pela personalidade única. A própria Kajika possui um ímpeto de agir, seguir seus instintos, não permitindo apenas que os outros a protejam enquanto ela permanece em sua mansão inquebrantável. Ela se mobiliza, vai atrás, até demais em certas ocasiões, causando preocupação e dando trabalho a quem gosta dela. Em nenhum momento ela é uma jovem sonhadora e romântica que cria expectativas sobre cada um dos rapazes. Pelo contrário, ela os abraça com amizade sincera, libertando-os de seus temores e é exatamente esse fator que a torna cativante ao olhar de cada um deles. O pai dela também é uma figura muito importante no desenvolvimento da história. Apesar das pouquíssimas vezes em que ele aparece, é de forma sutil, porém glamourosa e significativa.

Por fim, a obra ainda é permeada por uma “lição” importante: “Dinheiro não traz felicidade!” – Isso não poderia ser mais bem abordado, pois como espectador você nota que todos esses personagens, apesar de serem de famílias nobres e donos de fortunas, não podem comprar a alegria. Um rosto bonito pode ser a maldição de alguns e a coroa, um fardo com espinhos para outros. Apesar disso, simples palavras de conscientização podem libertar uma pessoa de correntes pesadas de uma vida inteira.

Hanasakeru Seishounen Laginey

O anime contém 39 episódios e foi baseado no manga shoujo de Natsumi Itsuki, finalizado no Japão em 1994 com 12 volumes. O anime tem um traço bem detalhado e bonito. Novamente o Studio Pierrot deu um show audiovisual. A trilha sonora é muito linda, dando destaque para a abertura e encerramento que impressionam tanto pela música (ambas de J-min, respectivamente “One” e “Change”) como pela elaboração da arte, que coube perfeitamente no conteúdo.

4 respostas em “Hanasakeru Seishounen

  1. Pingback: Kuroshitsuji: Book of Circus - Gyabbo!

Comente e participe da discussão

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s