Yasuke – O verdadeiro Afro Samurai

Conheça um pouco da história de Yasuke, o verdadeiro afro samurai!

Ano de 1579, Japão. Chega ao país o padre jesuíta Alessandro Valignano, acompanhado de um escravo, cuja estatura e cor de pele incomum chamam a atenção de todos. Era, provavelmente, a primeira vez na história que os japoneses viam um homem negro. A comoção foi tanta que Oda Nobunaga, poderoso daimyo (senhor feudal) ordenou que o trouxessem a sua presença.

Por que a pele deste homem é negra?” Nobunaga teria perguntado a Valignano.

Por que ele veio de uma terra distante, abençoada com um sol forte e brilhante, que escureceu sua pele, senhor.”

Ah… mas se ele veio de uma terra abençoada, por que vocês o escravizaram?”

Não se sabe ao certo se o diálogo acima realmente aconteceu. O que se sabe de concreto é que padre Valignano realmente trouxe consigo um escravo que causou impressão aos japoneses por causa de seu físico avantajado e sua cor. Não se sabe qual era o seu nome. Alguns registros dizem que era um adolescente, outros, que já era homem feito quando chegou ao Japão. Oda Nobunaga, que era notoriamente fascinado por novidades, principalmente as vindas do Ocidente, quis conhecê-lo. Por fim, seja por ordem do próprio daimyo, seja por cortesia do jesuíta, o escravo sem nome foi “cedido” para Nobunaga como uma espécie de presente. Passou a ser chamado de Yasuke e se transformou em uma lenda.

casamento

Dizem que Nobunaga chegou a pensar em arranjar casamento para Yasuke

Yasuke se tornou um misto de guarda-costas e entertainer para o poderoso daimyo. Alto e forte – diziam que ele tinha a força de dez homens -, só sua presença perto de Nobunaga bastava para intimidar muitos possíveis assassinos enviados por inimigos. Como havia aprendido a falar japonês com os jesuítas, ele também podia entreter o seu novo senhor contando o que sabia das maravilhas e estranhezas do mundo ocidental. Os dois se deram tão bem que chegou a haver rumores de que Nobunaga estaria considerando conceder terras e arranjar casamento para Yasuke, transformando-o oficialmente em um daimyo. Infelizmente para ele, em 1582 Nobunaga foi traído por um de seus generais, Akechi Mitsuhide, e forçado a cometer seppuku (suicídio ritual em que o samurai corta a própria barriga). Yasuke lutou até o fim junto com o filho de Nobunaga para defender o clã, mas foram derrotados. Sem saber o que fazer com um samurai estrangeiro, Mitsuhide acabou por mandá-lo de volta para os jesuítas em vez de permitir que cometesse o seppuku  juntamente com os outros guerreiros derrotados. Depois disso, não há mais registros sobre Yasuke. Não se sabe se voltou a ser escravo, se permaneceu com os jesuítas, se fugiu ou foi vendido.

A partir daqui, podemos apenas conjeturar. Eles eram realmente amigos ou Nobunaga só tratava bem o escravo por ele ser útil e ter uma conversa interessante? Ao que tudo indica, foi um relacionamento que começou baseado na curiosidade de um lado e na obrigação do outro, e acabou virando uma amizade genuína. Oda Nobunaga tinha uma mente excepcionalmente aberta e livre de preconceitos para sua época. Cometeu muitas atrocidades nas guerras que promoveu para tomar o poder, razão pela qual ele é frequentemente retratado como vilão nos mangas e animes, mas sempre foi bastante tolerante e generoso com todos os que não eram seus inimigos, mesmo aqueles que não o apoiavam. Ele nunca desprezou estrangeiros nem perseguiu os cristãos como a maioria dos outros daimyos de seu tempo fazia. Ao contrário deles, Nobunaga entendia que o Japão não era o centro do mundo, e que ocidentais não eram demônios asquerosos a serem evitados a todo custo. Pode-se dizer que Yasuke foi para ele, de início, apenas um presente útil, mas à medida que começou a conhecê-lo melhor, passou a enxergá-lo como o ser humano que era e, por fim, como um amigo.

Além de forte, Yasuke provavelmente era um homem inteligente, caso contrário os jesuítas não se dariam ao trabalho de ensinar-lhe japonês, e isso deve ter conquistado a admiração e o respeito de Nobunaga. Afinal, ele comprovadamente permitiu que Yasuke portasse uma espada, honraria dispensada somente a samurais. Além disso, foi relatado que Yasuke frequentemente fazia as refeições junto com a família de Nobunaga e brincava com as crianças da casa, coisa que só seria possível se houvesse uma confiança muito grande. Por último, há o fato de que após a morte de Nobunaga, Yasuke poderia ter fugido, mas preferiu arriscar sua vida lutando para proteger a família de seu senhor.

crianças

Dizem que Yasuke era adorado pelas crianças.

A história de Yasuke é fascinante justamente por ser muito pouco documentada. Sabemos que ele existiu, conhecemos um ou outro fato interessante que ocorreu no curto período em que serviu a Nobunaga, e só. Tantas lacunas com certeza dão asas à imaginação – é incrível que ninguém tenha feito um manga ou anime sobre ele. Eu até comecei a escrever um roteiro! Alguém se habilita a quadrinizar?

Observação: como não encontrei imagens do Yasuke, acabei fazendo os desenhos eu mesma. Mil desculpas por não conseguir ilustrar melhor o texto…

FONTES (todas em inglês):

http://thedailybeagle.net/2013/03/07/yasuke-the-african-samurai/

http://knowledgenuts.com/2014/06/09/the-only-black-samurai-in-feudal-japan/

30 respostas em “Yasuke – O verdadeiro Afro Samurai

  1. Adorei esse post! Muito informativo e interessante, eu nunca tinha ouvido falar dessa historia, ter vindo ler esse post foi a coisa mais produtiva desse domingo, valeu mesmo.
    PS: Eu topo quadrinizar eim…

    Curtir

    • Oba, fico muito feliz que tenha gostado, obrigada!

      Se você tem uma galeria virtual ou algum lugar onde publica seus desenhos me manda o link para eu poder dar olhada ^__^

      Curtir

      • Opa, de nada Livia, o post estava realmente muito bom ^^

        Seguinte eu tenho um blog onde tenho todos meus quadrinhos que estão sendo feitos ou ja foram feitos:
        god-of-illogical.blogspot.com.br
        E também uma página no facebook onde deixo maioria dos meus desenhos:
        https://www.facebook.com/iwannabesatan
        Valeu pela chance ^^

        Curtir

  2. Muito interessante. Já tinha ouvido falar desse causo. O outro estrangeiro samurai que se fala é um certo inglês cuja historia serviu de inspiração para o livro “Xogum” do James Clavell.

    Curtir

    • Na verdade eu encontrei a história do Yasuke em um link dentro de um texto que falava justamente sobre esse inglês ^^ A história do Anjin-san também é bem legal, tanto que rendeu um best seller.

      Obrigada por comentar o/

      Curtir

      • Não há de quê.
        Certa vez encontrei o romance do James Clavell numa biblioteca, mas era um trambolho de muitas paginas finas. Não li por preguiça e por cagaço de rasgar e imaginar o quanto deveria custar um livro daqueles.
        Anos mais tarde a serie dos anos 80 passou no TCM, tinha o Toshiro Mifune no elenco. A serie era muito boa :)

        Curtir

  3. Nossa!! Surpreendente esta história. Jamais imaginaria que fosse possível um fato assim. Quebra um pouco a visão de japoneses totalmente avessos a outros povos. E me fez lembrar que a Miss Japão é negra (enquanto todas as nossas……).

    Curtir

    • Eu também fiquei bastante surpresa quando descobri essa história. E passei a ver o Oda Nobunaga com outros olhos, nos animes ele quase sempre é retratado como vilão (em Sengoku Basara era praticamente o demônio encarnado, haha), agora imagino se isso é por ele ter sido mais aberto aos estrangeiros do que os outros senhores feudais da época.

      Obrigada pelo comentário, Rui!

      Curtir

  4. curti bastante isso, realmente. me lembra Django que d começo é usado pelo branco, mas com o tempo se tornam amigos. gostaria mto d desenhar essa história. q tal? eu topo o/

    Curtir

    • Obrigada pelo comentário, Vinicius! Realmente fiquei encantada quando descobri essa história, é coisa de cinema mesmo.
      Opa, se você tem uma galeria virtual me passa o endereço para eu poder dar uma olhada nos seus desenhos ^^

      Curtir

    • Oi Wellington, eu ia usar essa foto, até salvei ela no meu computador mas como não achei mais, resolvi usar meus desenhos mesmo. Ah, tinha uma capa de livro antigo, mas a resolução era tão baixa que mal dava pra enxergar…

      Creio que essa foto é algum ensaio fotográfico antigo, muito bonita por sinal.

      Obrigada por comentar!

      Curtir

  5. Pingback: Otalinks: 22 a 28/03/2015 | Otaku no blog

  6. Achei bem interessante – alias sempre fiquei curiosa em saber qual a reação dos japoneses quando viram pela primeira vez homens negros.

    Imagino que os chineses, devido à geografia do continente, já deveriam ter conhecimento deste “povo estranho”. O que será que pensavam?

    Curtir

    • Deve ter sido como ver um ET XD Minha mãe dizia que a primeira vez que viu um negro ficou assustada por que ele tentou falar em português com ela e ela não entendia nada, haha.

      Obrigada por comentar, Jussara ^^

      Curtir

  7. Demais esse texto. Algumas semanas atrás, eu estava procurando como louco informações sobre o Yasuke, pra escrever um roteiro próprio de quadrinhos.

    Alguém conseguiu assistir ao especial de TV japonês sobre ele?

    Curtir

    • Uau, não sabia q teve especial de TV. Aha, então você também quer escrever sobre o Yasuke? Estilo mangá ou comic? Se quiser podemos trocar idéias. Eu estava pensando em abusar da licença poética, sem muita exatidão histórica.Vamos ver o que vai sair, hehe.

      Obrigada pelo comentário, Jun! o/

      Curtir

      • Queria fazer algo no estilo mangá, mais contemplativo. Talvez levando para o ritmo de House of the Five Leaves. Mas ainda não fechei a história.

        Podemos trocar ideias, sim. É sempre um prazer conversar com colegas roteiristas :)

        Curtir

        • Oi Jun, desculpa demorar a responder, estava escrevendo meus posts de primeiras impressões pro Gyabbo.
          Sua ideia parece bem interessante! Eu tinha pensado em incluir um pouco de conspiração política e queria que o Yasuke chegasse a casar mesmo ^^

          Curtir

          • Tranquilo. Início da temporada de primavera é corrido pra todo mundo que acompanha animê.

            As tramas políticas envolvidas na corte do Nobunaga e como ela reage à presença do Yasuke daria um mangá bem bacana. E o casamento pode tornar tudo ainda mais interessante!

            Uma das coisas que eu comecei a pesquisar foi qual seria a cultura do Yasuke. Ele passou bastante tempo como cristão jesuíta, mas antes ele provavelmente era muçulmano, com uma pitada de bantu. Como seria o casamento dele com uma moça japonesa budista ou talvez xintoísta? Deve ser uma interação bacana.

            Curtir

  8. belo texto. não conhecia essa história e achei super interessante, achei que era só coisa do anime mesmo um negro como samurai. vlw livia

    Curtir

  9. Olha legal gostei se soubesse desenhar lhe ajudaria, mas qualquer coisa se conseguir me diga porque com certeza quero ler.

    Curtir

  10. Pingback: Otalinks: 22 a 28/03/2015 – Yoroshiku!!

  11. Eu já conhecia a historia e recentemente o Rapper Emicida e o Laboratorio Fantasma fizeram uma coleção de roupas chamada Yasuke, que tem inspirações e mistura de roupas japonesas com pano de Angola, que se chama Samakaka. É bem interessante e linda a coleção, Estou louca por um Kimono! HAHAHA E atualmente, Emicida esta no Japão, fazendo turnê solo e com o Tokyo Ska Paradise Orchestra (que fez turnê no Brasil, recentemente. Junto com ele inclusive.). A mistura das duas culturas é fascinante. <3

    Curtir

  12. Muito bom!, como a Gabriela disse abaixo, o Emicida lançou uma música com o título Yasuke, não conhecia, mas nos comentários vi pessoas falando do Yasuke e acabei parando aqui, muito fascinante essa história!

    Curtir

Comente e participe da discussão

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s