GenkiFest – O poder da união na luta contra a Covid19

Não é só uma gripezinha!

Não acredito que o cenário pelo qual estamos passando não precise de muitas apresentações. Enfrentamos oficialmente desde o dia 11 de março a gigante pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2). Como poucas vezes visto na história da humanidade, a doença Covid19 vem se mostrando um enorme desafio a todos os países, mas em especial para aqueles que não se debruçam nas evidências científicas para enfrenta-la – caso do Brasil, infelizmente.

Muitos não devem saber, mas eu trabalho há alguns anos como psicólogo no maior hospital e pronto-socorro de Manaus, capital do Amazonas, estado atualmente com a maior mortalidade da doença no país (45 mortos por cada 100 mil habitantes). Sim, proporcionalmente morrem mais amazonenses da Covid19 do que paulistas, cariocas ou cearenses – outros estados com números elevados.

Gráfico de casos e óbitos pela Covid19 no Amazonas entre 18/03 a 27/05

Durante esses eternos dois meses de enfrentamento dessa crise, acompanhei algumas dezenas de pacientes e familiares. Vi de perto o desespero de um pai, de uma mãe ao ter que entregar seus filhos aos cuidados da equipe de saúde sem poder ter contato pois ficam em isolamento. Estive ao lado de pacientes que poucas palavras conseguiam dizer em razão da dificuldade respiratória. Vi idosos em prantos com medo de morrer. Mesmo buscando ao máximo trazer contato, conforto e humanização a esses pacientes e familiares, foram tempos de desespero.

Por mais treinado e habituado que você esteja com o contexto hospitalar, nunca será simples andar pelo hospital e ver várias e várias pessoas carregando declarações de óbito. Nunca será fácil dar suporte emocional ao momento de luto onde tristeza, raiva, medo, indignação e revolta se misturam – repetidas vezes em um mesmo dia.

Diante de um cenário como esse, onde as dados sobre o vírus e a doença ainda são bastante preliminares, é comum vermos informações e notícias falsas se propagando por aí, atrapalhando e acelerando as mortes. Do pouco que a experiência mundial mostra, é certo que o isolamento social é a ferramenta mais concreta para impedirmos o espalhamento rápido dessa pandemia, buscando garantir que os hospitais tenham leitos o suficiente em todo momento para atender a demanda.

Infelizmente, para que a maioria das pessoas possa exercer o isolamento social, precisamos de um empenho conjunto não apenas da população, mas dos nossos representantes políticos em todas as esferas (municipal, estadual e federal). Não apenas repassando em consenso informações corretas, mas garantindo meios financeiros para que isso seja possível, como vemos em outros países. Essa ajuda é especialmente necessária para as mulheres, impactadas de maneira mais severa por essa pandemia.

Isso não está acontecendo.

É nessa hora que aqueles que podem, devem ajudar.

Pensando nisso tudo, o Portal Genkidama, encabeçado pela Karol Facaia, irá realizar no próximo sábado (30/05/20) o GenkiFest, uma live beneficente com mais de 10 horas de conteúdo otaku, buscando arrecadar o máximo possível para o projeto Mães da Favela, trabalho da Central Única das Favelas (CUFA) que visa garantir uma renda mínima de auxílio a milhares de mães residentes de favelas em todo o Brasil.

Nessa live que começa ao meio dia teremos:

12:00 – Genkidama | A velha guarda | Abertura do evento
12:30 – Show da Nordex | anime song
13:30 – Henshin Rio | Músicas em Tokusatsus
14:00 – JBOX | Um passeio pela memória: Animês ontem e hoje
14:30 – O Megascopio | Adaptação dos games e animes para as telas
15:00 – RPGN | Rpg’s com temáticas japonesas
15:30 – Mais Geek | Animes e Tokusatsus na TV
16:00 – LBTV | Vale acompanhar os animes da Temporada?
16:30 – NSV – Mundo Geek | Dublagem assertiva e sua importância no Brasil
17:00 – Show do Ricardo Cruz | Animesong
17:30 – Nintendoblast | Os jogos da franquia Dragon Ball
18:00 – Suco de Mangá | Lição de casa: Animes
18:30 – Mais de Oito Mil | Conteúdo surpresa
19:00 – Zona E | Obras Pós Apocalípticas
19:30 – Papo Nerd Com Elas | Animes antigos, temas atuais
20:00 – Clube do Lamen feat. Gabi Xavier
20:30 – Animystic | A experiência de aprender e vivenciar a língua japonesa no Brasil
21:00 – Japan Sunset | Como se tornar um mangaká
21:30 – Babi Dewet e Érica Imenes | Nossa Vida no K-Pop: Trabalhando com Idols

Porém, mais importante do que a diversão é a generosidade de ajudar. Vamos junto, mãos erguidas, doar boas energias e ajuda financeira a partir de 10 reais aqueles que precisam. Não precisa esperar o evento, as doações já estão abertas no link:

Este slideshow necessita de JavaScript.

Uma resposta em “GenkiFest – O poder da união na luta contra a Covid19

  1. Boas!

    O meu impulso de deixar aqui um comentário, explica-se pela surpresa em ver um site sobre anime que, em primeiro lugar, está escrito em bom português (mesmo sendo do Brasil – sou um Tuga nada e criado em Portugal) e em segundo lugar, aprofunda os temas com a densidade humana (psico-afectiva e intelectual) que as actividades culturais geralmente comportam.

    Em Portugal, não há muitas fansubs que façam traduções de anime para português de Portugal, pelo que acabo por recorrer a fansubs brasileiras. É uma pena e um susto ver a péssima qualidade das legendagens. Não se trata das diferenças próprias entre brasileiro e português (que são enriquecedoras), mas efectivamente de mau português, mal escrito, repleto de erros gramaticais e de sintaxe, tornando a compreensão das legendas uma tarefa hercúlea. O teu site foi, neste sentido, uma agradável surpresa [o primeiro post que li foi sobre “Kimi no Suizou wo Tabetai” (“Eu Quero Comer seu Pâncreas”)]. Percebi logo, pelas referências filosóficas e pelas sugestões de análise, que estava diante de alguém interessante, com uma visão enriquecedora dos anime.

    Depois, a preocupação por temas sociais e, inevitavelmente, políticos. Espero que, ao fim destes 2 anos (quase 3) de Pandemia, a situação esteja melhor no Amazonas… A vossa luta foi a dobrar: não só tiveram de lutar contra o SARS-Cov-2 como tiveram de combater a imbecilidade de um fascista criminoso e genocida que impõe a sua ignorância aos outros. A poucos dias da 2ª volta das presidenciais, só posso desejar que se livrem desse energúmeno. O “bolsonarismo” (tal como “trumpismo” e outros fenómenos de extrema-direita populista pelo mundo fora) é um reflexo dos novos tempos e não prenunciam nada de positivo para o futuro. As causas são complexas, mas é importante tentar percebê-las para podê-las combater. É muito estranho que, apesar de todas as mentiras e “fake news” descobertas, todas as alarvidades proferidas por esses populistas, continuem a ter milhões de seguidores fanáticos e cegos a qualquer laivo de racionalidade.

    Enfim…

    Desejo-te tudo de bom e gostaria de saber que o site permanece activo.

    Abraço do outro lado do Atlântico.

    José Pedro

    Curtir

Comente e participe da discussão

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s