Card Captor Sakura – Editora JBC – Vol.1

Um dos primeiros mangas a serem lançados no Brasil, iniciando o longo caminho de mais de uma década da editora JBC com esses quadrinhos, Card Captor Sakura retorna em uma nova edição publicada desde Junho desde ano. Primeiramente anunciada como uma “edição de luxo” e saindo como uma “edição especial”, será que vale a pena colecionar novamente as aventuras da – já clássica – obra do grupo CLAMP?

Continuar lendo

Monster – Editora Panini – Vol.1

Depois de longos anos de espera, finalmente temos a volta ao mercado brasileiro de Naoki Urasawa, um dos grandes mestres atuais dos mangas, com a obra Monster, considerada por muitos seu melhor trabalho.

Quem não lembra, Monster começou a ser publicado pela editora Conrad no ano de 2006 em um belo formato que infelizmente foi cancelado com a triste situação que a editora viveu em meados dos anos 2000. No entanto, fomos pegos de surpresa quando ano passado a editora Panini revelou que estaria retornando a série ao mercado, desde o seu início.

Continuar lendo

Ledd – Editora Jambô – Vol. 1

Em Outubro do ano passado você ficou sabendo aqui no Gyabbo! sobre o início das vendas do manga nacional Ledd, de J.M. Trevisan (roteiros) e Lobo Borges (Arte). Chegou a hora de você saber em detalhes como ficou o primeiro volume dessa que promete ser uma grande saga nos quadrinhos nacionais.

Continuar lendo

Dragon Ball – Editora Panini – Vol. 1

Apesar de não ter toda a reverberação que One Piece teve, Dragon Ball estava sendo ansiosamente aguardado e finalmente chega às bancas brasileiras em casa nova pela editora Panini! Oficialmente o manga foi lançado no dia 28/05, mas dias antes os assinantes já estavam recebendo em suas casas, sendo eu um desses, mas infelizmente só tive tempo de preparar o post hoje.

Fazendo uma retomada histórica rápida, Dragon Ball foi o primeiro manga a ser lançado no Brasil no formato que conhecemos hoje (apesar de ainda ser em meio-tankohon) há quase 12 anos no final de 2000. Também é até hoje o maior sucesso de vendas, chegando a ultrapassar as vendas de mais de 100.000 volumes na edição #1 de Dragon Ball Z. Além do formato de meio-tanko lançado pela editora Conrad, também tivemos a versão kanzenban (“edição definitiva”) que vinha com muito luxo (apesar de vários erros e inconsistências), mas acabou sendo interrompida junto aos problemas que a Conrad sofreu na década passada.

Continuar lendo

A história de Buda em Mangá – Editora Satry

Sempre que uma editora chega no mercado trazendo mangas vem aquela esperança de que alguma coisa possa mudar. Foi assim com a feliz entrada da L&PM Pocket e da mesma forma quando a desconhecida Editora Satry chegou com um lançamento diretamente para livraria, A história de Buda em Mangá, por Hisashi Ohta.

Preciso admitir que nunca li nada mais aprofundado sobre Buda e/ou o budismo, conheço algumas coisas por algo. Nem a versão feita pelo mestre Osamu Tezuka pela Conrad eu consegui ler, na época por falta de dinheiro, visto que era um título também para livrarias, mas longo. Assim, a compra desse manga me empolgava de duas maneiras; pelo lado do mercado nacional de mangas e pelo tema que me interessava conhecer.

Infelizmente acabei bastante decepcionado com a experiência. Continuar lendo