Darker than BLACK – Ryuusei no Gemini – Conclusão

Hello everybody! Mais um post, mais perto do fim do ano. Mas como eu já disse antes, o Gyabbo! não para e hoje vou lançar mais um post de conclusão, agora do anime Darker than BLACK – Ryuusei no Gemini, sendo esse possivelmente o último post de 2009, por isso escolhi um anime desse calibre. Mas fiquem de olho, muitas novidades virão no 2010 do blog Gyabbo!

Era 2007 quando um anime com um nome legal me chamou a atenção: Darker than black. Como não baixar algo com esse nome e com o estilo do protagonista? O primeiro episódio de DtB foi um dos mais marcantes para mim, era tudo que eu queria sem saber que queria, animação de primeira daquele que viria a ser um dos meus estúdios favoritos, o Bones. Depois de 25 episódios a série terminou sem explicar muita coisa do seu enredo. Em 2008 veio então um OVA, onde todos esperavam que teriam suas perguntas respondidas. Mas nada feito, o OVA não acrescentou muito a série apesar da sua qualidade. Foi somente em Julho daquele ano que, em um inesperado vazamento de informações, surgiram notícias de uma nova série para Darker Than Black (além, claro, de um novo Fullmetal Alchemist). Depois de toda essa espera, finalmente estreou a continuação na temporada de Outono, Darker than BLACK – Ryuusei no Gemini, dessa vez com apenas 12 episódios.

Com uma animação e cenas de ação que o estúdio Bones sabe fazer como poucos, DtB2 manteve o nível técnico do seu antecessor, apesar de eu preferir a abertura da primeira série, mas gosto pessoal. A história continua envolvendo os contratantes, pessoas com poderes especiais, mas que tem que pagar algo por eles (daí o termo “contratante”). Só que agora o mundo inteiro sabe de sua existência. Apesar de manter Hei como um dos protagonistas, a séria foca-se na garota russa Suou Pavlichenko e no busca pelo seu irmão gêmeo, Nika Pavlichenko.

Se nos quesitos técnicos a série consegue satisfazer a todos os fãs da franquia e mantém um nível de história muito interessante, principalmente pela reviravolta final (que não vou comentar aqui por que não gosto de spoilear), infelizmente poucas coisas do mundo de DtB foi explicado. Na verdade, criaram-se novas dezenas de perguntas. Algo para ficar chateado e não conferir a série? De forma alguma. Darker than BLACK – Ryuusei no Gemini foi uma das melhores séries da sua temporada e do ano, mas deixou a todos com vontade e necessidade de mais episódios. Quem sabe um novo “vazamento” não nos informe de uma terceira temporada? Eu estou na torcida!

O gráfico formado pelas minhas notas de cada episódio mostram como a série conseguiu manter sua qualidade, sempre em uma média de 8.5, algo bem alto, crescendo com força nos últimos três episódios, justamente os que mostram a reviravolta final que já comentei.

Com um ótimo time de seiyuus, mesclando experiência (Hidenobu Kiuchi e Mizuki Nana) com promissores (Kana Hanazawa, Ishikawa Yui), Darker than BLACK – Ryuusei no Gemini é uma verdadeiro must seen. Se você não viu a primeira série, corra e veja para em seguida ver sua continuação. Como diria meu amigo Leo Kusanagi do blog Mithril, é de explodir a cabeça!

Fairy Tail, Darker than BLACK – Ryuusei no Gemini – Primeiras impressões

Um pouco atrasado, mas hoje chega mais um post sobre os animes da temporada de outono! Estamos quase terminando, acredito que no máximo mais três animes serão analisados aqui.

Fairy Tale

fairy-tale

E finalmente Fairy Tale estreou! Não que eu seja um fã do manga, na verdade só li o primeiro capítulo, mas eu sempre me empolgo com a estreia de grandes shounens. Felizmente fomos recompensados nesse primeiro episódio. Antes de falar da partes boas, vou fazer umas pequenas críticas aqui.

O primeiro ponto é a animação. Antes de seiyuus, antes de músicas, antes de muita coisa, pra mim o ponto fundamental para uma boa adaptação de um shounen é a sua animação. Afinal, normalmente eles não tem roteiros extremamente bem trabalhados, se baseiam mais em empolgar o telespectador com boas cenas de ação e comédia. Quando um anime de lutas não é bem animado, fico com aquele ar de estranheza no ar, algo como “Ah… poderia ser melhor”, tanto que isso era pelo menos 50% da razão pela qual eu gostava tanto de Soul Eater e suas cenas de ação incríveis e por que nunca fui muito com a cara da versão animada de One Piece.

Mas ela é tão ruim assim? Não, é razoável e consegue levar o anime, mas certamente poderia (e deveria) ser melhor. Não sei se tem algum sentido, mas acredito que animes longos como Fairy Tale provavelmente será, acabam economizando um pouco de dinheiro visto o grande número de episódios (se alguém souber se estou falando besteira, pode falar nos comentários, é mais um chute aqui).

Fora isso a estreia foi muito agradável, tiveram grande habilidade de contextualizar o mundo em que o anime se passa de uma maneira rápida, sem ser maçante. Os personagens principais que apareceram foram divertidos e carismáticos, algo fundamental para um shounen. A dublagem também é boa, apesar de inicialmente ter estranhado a voz da Hirano Aya no papel de Lucy. Além de tudo isso, claro, a história parece bem promissora, como disse uma amiga minha no twitter, “se envolve magia, então é no mínimo apreciável”, já começando de maneira a empolgar.

Só pra terminar, quero destacar a abertura, que pra mim é até agora a melhor dessa temporada de outono. Infelizmente não achei no Youtube para colocar aqui, visto a ridícula política de retirar esse material do site. Mas nesse link é possível vê-la.

vlcsnap-80166

vlcsnap-91398

vlcsnap-79899

Darker than BLACK – Ryuusei no Gemini

image04

E Darker than Black está de volta! A primeira temporada quando saiu foi um grande e grata surpresa, era uma época em que eu não ia muito atrás de informações, lembro de ter simplesmente achado o nome legal e baixei. E que primeiro episódio foi aquele? Apesar de sua qualidade, DtB deixou MUITAS coisas sem explicação (eles explicaram alguma coisa?) e mesmo seu OVA não ajudou muito. Por isso uma sequência era algo lógico e quando Fullmetal Alchemist: Brotherhood foi confirmado, era só um questão de tempo (pra quem não lembra, o primeiro boato de uma sequência para Dtb saiu junto com o boato de uma nova série de FMA).

E se ali em cima eu comentei da animação não tão boa de Fairy Tail, aqui eu só posso louvar o ótimo trabalho que o estúdio Bones faz novamente nesse quesito! Enquanto algumas sequências perderam em qualidade na animação (FMA, Inuyasha), DtB continua muito bonito e com cenas de ação muito bem feitas!

A história parece que vai passar longe da primeira, com muitos novos personagens, mas Hei continua e nesse primeiro episódio sua aparição não poderia ser mais emocionante!

Não tenho muito o que falar de DtB que não fosse chover no molhado, só posso esperar que a qualidade continue e que as muitas respostas sejam respondidas (apesar de que eu não reclamaria se aumentassem as dúvidas e fizesse uma terceira temporada!).

vlcsnap-107741

vlcsnap-108162

vlcsnap-108755

Temporada de Outono 2009 (Atualizado: 15/09/09)

Hello folks! Hoje estou bem menos atarefado do que semana passada, até por estar com apenas uma professora na faculdade, estudar em Universidade Federal dá nisso infelizmente. Mas isso vem em uma boa hora, já que agora em setembro começa mais uma temporada de animes, a de Outono. Impressionante como desde que comecei a escrever no Gyabbo! essas temporadas tem passado cada vez mais rapidamente!  E como já virou tradição por aqui, vou fazer uma apresentação daquilo que irei assistir com toda certeza.

fall-2009-v2-export1

Fiquei impressionado ao ver esse chart da temporada de outono por que me interessei por muitos animes, tem muita coisa promissora. Primeiro, tenho que deixar de lado algumas continuações que irei assistir, mas não faz parte do propósito desses posts sobre as temporadas. Entre esses animes estão Darker than Black, Inu Yasha (que eu não vi todo o primeiro anime, mas quero ver esse final), Natsu no Arashi e White Album. Só por esses animes eu já estaria satisfeito com essa temporada, mas tem muito mais por aí, por isso vamos àquilo que eu pretendo assistir com toda certeza nessa temporada

Continuar lendo

Sora no Manimani, GA Geijutsu-ka Art Design Class e CANAAN – Primeiras impressões

Olá a todos novamente, quanto tempo! Depois de vários posts em um curto espaço de tempo, ficar uma semana sem postar parece um tempo bem longo. Eu até pensei em postar na quarta-feira, mas achei melhor deixar para o domingo, não saturar demais o blog. Hoje vou finalmente terminar minhas primeiras impressões sobre os animes que vi dessa temporada de verão, assim, no próximo post voltamos a falar sobre outras coisas.

Sora no Manimani

sora-no-mani2

Um dos motivos que fez assistir a esse anime foi que à primeira vista ele me lembrou Twin Spica, como já disse antes, era um anime que eu me arrependo de ainda não ter visto, assim, não poderia deixar o mesmo erro acontecer novamente. Mas se ambos tem como tema central o espaço, com astronautas em Twin Spica e Astronomia em Sora no Manimani, além de um traço simples, não é possível ir muito longe nesse paralelo. Diferença de Twin Spica que tem um tom mais melancólico, Sora na Manimani é uma comédia slice of life bem simples, mas agradável. A história é de dois amigos de infância, Mihoshi Akeno (“Hoshi” significa “estrela” btw) e Saku Ooyagi, que se reencontram sete anos depois. Saku lembra de Mihoshi com certa raiva por um incidente, enquanto Mihoshi sentia muitas saudades do seu amigo. Assim, ela vai fazer de tudo para se reaproximar do seu amigo, enquanto faz parte do clube de astronomia. Engraçado notar como clubes que ninguém quer participar (música, baisebol, astronomia) viram enredo para animes. Sora no Manimani, do Studio Comet, não é uma comédia frenética como sua irmã de estúdio, School Rumble, mas consegue fazer rir e esse primeiro episódio foi bem agradável de acompanhar. O único problema que eu vi foi a animação excessivamente digital. Não é feia, não é mal feita, só é estranho.

vlcsnap-174809

vlcsnap-176721

vlcsnap-175239


GA Geijutsu-ka Art Design Class

18-ga-art-design-class

GA Geijutsu-ka Art Design Class é um anime baseado em 2 volumes de um manga de mesmo nome no estilo 4koma (tirinhas de 4 quadros). As comparações aqui são inevitáveis, até por ambos serem adaptados de mangas em estilo 4koma, logo que o capítulo começa vem na cabeça de quem assistiu, GA lembra muito Lucky Star! Na verdade se eu tivesse que definir GA utilizando outros animes, diria que é uma fusão de Lucky Star com, com suas diálogos rápidos e sem grandes pretensões, mas que divertem muito e Sketchbook ~full color’S~, pelo grupo de alunos que gostam de artes.

Apesar disso, o primeiro episódio, apesar de engraçado e non-sense como era de se esperar, não consegue ter o carisma desses dois animes. Não que ele seja ruim, demora um pouco pra você “levar a sério” o traço extremamente kawaii e com o ritmo muito rápido que não lhe deixa nem pensar, mas quando você se acostuma, as risadas começam a fluir e tudo fica mais divertido. Eu até pensei em não continuar acompanhando, mas o episódio foi melhorando progressivamente e resolvi continuar com GA, afinal, um anime definido como a mistura de Lucky Star com Sketchbook ~full color’S~ não pode ser dispensando em 24 minutos.

vlcsnap-185096

vlcsnap-183812

vlcsnap-184330

CANAAN

canaan

Por último, mas definitivamente não menos importante, venho com CANAAN. Vou ser sincero com vocês, não vou me dar ao trabalho de tentar explicar sobre o que se trata a história desse anime por que eu já vi dois episódios e até agora não entendi muita coisa, vou ficar somente com o que eu achei desses episódios, que é o que realmente importa, sinopse se encontra em toda a internet. Feito pelo estúdio P.A. Works, que já mostrou com True Tears que sabe fazer uma animação bonita e fluida, CANAAN é um verdadeiro anime de ação, lembrando muito filmes como a Trilogia Bourne, com perseguições frenéticas. P.A. Works faz um trabalho estupendo nas sequências de ação, uma animação vale a pena ver. CANAAN, se não cair no problema que Darker than Black caiu de não explicar os seus mistérios, tem tudo pra virar um daqueles animes que vem à cabeça logo que você pensa em um gênero.

vlcsnap-181006

vlcsnap-179880

vlcsnap-182508