Another – Primeiras impressões

Há 26 anos atrás, na escola Yomi North da cidade interiorana de Yomiyama, a morte de uma popular estudante da Classe 3 da nona série, Misaki, deixa uma marca profunda entre seus colegas. Tanto que os mesmos resolvem seguir até a gradução como se nada tivesse acontecido e Misaki continuasse estudando entre eles, chegando a colocar uma cadeira para ela na cerimônia de gradução.

Já no presente, nesta mesma escola e sala, vem estudar Kouichi Sakakibara, jovem transferido da grande Tóquio após seu pai precisar passar um tempo na Índia. Por causa de problemas pulmonares, Sakakibara perde o início das aulas e fica hospitalizado por um mês. Lá, em uma noite silenciosa, ele conhece Mei Misaki, uma estranha garota que se dirige para o andar do hospital onde se encontra o necrotério, afirmando precisar entregar algo para sua outra metade. Continuar lendo

Mouretsu Pirates – Bodacious Space Pirates – Primeiras Impressões

Depois de escolher os melhores de 2011, é hora do ciclo recomeçar com as primeiras impressões dos novos animes da temporada de inverno 2011. Vários já iniciaram e eu vou começar por um que acabou me surpreendendo: Mouretsu Pirates.

Mouretsu Pirates, série animada pelo mediano estúdio Satelight, é a adaptação da light novel Miniskirt Uchuu Kaizoku, ainda não concluída e contando com 7 volumes atualmente, da autora Yuuichi Sasamoto, publicada inicialmente em 2008 no jornal Asahi, o segundo de maior circulação no Japão.

A história se passa em um contexto futurista, onde as viagens espaciais são normais. Marika Katou é uma colegial do planeta “Sea of the Morningstar” que tempos atrás conseguiu sua independência do Império Galático com a ajuda de piratas espaciais, ao tornar legal as suas atividades. Continuar lendo

Amagami SS – Primeiras impressões

Olá! Estou de volta! Depois de uma semana na capital nacional, voltei para minha cidade natal e agora posso me concentrar em muitas coisas, e entre elas, claro, o blog! Muitos animes terminando, vários começando, algumas ideias, mangas, material não me falta para escrever, fico até na dúvida sobre o que falar. Hoje, em post especial de sábado (pretendo postar amanhã também), falo sobre a estréia do anime Amagami SS.

E se você ainda não sabe o que ver da nova temporada, ainda é tempo de ouvir o Anime Records #1, podcast falando sobre todas as séries dessa nova temporada

Continuar lendo

Baka to Test to Shokanju – Conclusão

Olá minha gente. Estou um pouco atrasado com meu cronograma, mas venho trazer mais uma conclusão. Preciso correr por que os animes da Primavera estão estreando, mas não pretendo deixar a pressa suprir a qualidade dos posts, então espero que vocês tenham paciência para esperar pelas minhas primeiras impressões. Agora vamos ao post, dessa vez serão as palavras finais da primeira temporada de Baka to Test to Shokanju.

Definitivamente a surpresa da temporada, Baka to Test foi responsável por elevar o fraco nível da temporada de Inverno 2009/2010. Com sua comédia completamente insana, personagens clichês, mas muito peculiares e um traço sempre efetivo do estúdio estreante, Silver Link, Baka to test to Shokanju certamente foi o melhor anime dessa temporada, levando em conta que Durarara!! ainda não terminou.

A história, apesar de trazer um conceito aparentemente complicado, é na verdade bem simples, o que é sempre bem-vindo em uma comédia non-sense. Uma escola onde os alunos são locados em salas diferentes de acordo com as notas que tiraram no seu primeiro teste, indo de A (salas altamente luxuosas, onde os alunos mais inteligentes estão) à F (salas decrépitas, caindo aos pedaços, onde caixas de frutas são usadas como mesas…ou pior!). Mas para manter seus alunos motivados a escola permite disputas interclasses onde o vencedor pode ficar com a sala do perdedor. Para isso os alunos tem a possibilidade de invocar criaturas que representam eles mesmos e suas notas.

Sendo sincero, esse não era um anime que eu estava interessado inicialmente. Somente depois das decepções que tive, especialmente com Dance in the Vampire Bund, foi que busquei esse anime, se lembro bem, por recomendação do Leo do blog Mithril. Se você acha que animes como Nyan Koi!, Love Hina ou Seto no Hanayome eram animes malucos, você não viu nada. As situações apresentadas em Baka to Test são um desafio à lógica humana, de uma forma maravilhosa, arrancando altas gargalhadas durante seus 13 episódios.

Além de contar com um tom cômico único, Baka to Test também se beneficia muito do ótimo time de seiyuu’s, todos bem posicionados em seus papeis, apesar de eu não destacar nenhum em especial, e também da sua abertura e encerramento, que eu gostei muito e fiz questão de ouvir em todos os episódios.B

Mas nem tudo são flores, é visível pelo gráfico de notas que fui dando que mesmo mantendo um nível alto (sempre à cima de 8), a série começou com uma grande performance, mas com o tempo foi caindo.

O anime perdeu a graça?

Não, definitivamente não, o que aconteceu foi um excesso de repetitivo das piadas. Aquilo que era hilário nos primeiros episódios, nos últimos já era previsível e repetitivo. E como eu disse lá em cima, essa foi apenas a primeira temporada, a segunda já está confirmada. Ao saber disso, fiquei muito feliz, já que a série tem potencial e qualidade para isso e certamente merece, mas também muito receoso, pois pode se tornar uma série mais repetida ainda. Se o estúdio Silver Link conseguir manter o carisma da série e dos seus personagens, mas saber reciclar e inovar nas situações cômicas, certamente Baka to Test 2 tem tudo para ser outra grande série.

Hanamaru Youchien – Conclusão

Olá caros leitores e fãs da animação, das histórias em quadrinhos e da cultura pop japonesa (Sim, foi uma ironia com o post passado)! Como vocês devem estar sabendo (e se não sabem vão saber agora), muitos animes da temporada de inverno estão terminando e muitos da de primavera estão começando, logo, o Gyabbo! terá uma avalanche de posts conclusivos para logo depois ter outra de posts com as primeiras impressões das novas produções, fiquem de olho! Hoje por exemplo, o escolhido foi Hanamaru Youchien.

Gainax. Jardim da Infância. Anime de madrugada. Um professor. Ok, algo poderia ter dado MUITO errado aqui. Mas felizmente não deu. Hanamaru Youchien foi pra mim uma das agradáveis surpresas da temporada de inverno, enquanto animes como Dance in the Vampire Bund decepcionavam bastante, Hanamaru conseguiu me conquistar com uma comédia simples e simpática, resultando em um anime que se pode ser acusado de não ser um novo Evangelion da vida, definitivamente não pode ser colocado como ruim.

Animado pelo conceituado estúdio Gainax, a primeira coisa a se perceber no anime é sua belíssima animação ao estilo mais clássico, lembrando traçados à lápis, mas todos bem contornados. O cenário colorido do jardim de infância ajuda a dar essa percepção, tornando a experiência visual muito agradável.

Recém contratado para ser professor no jardim de infância Hanamaru, Tsuchida Naozumi é recebido com certo receio por parte dos pais, afinal, seja aqui no Brasil ou no Japão, a profissão de cuidadores de crianças pequenas está sempre associada ao sexo feminino. Apesar disso Tsuchida rapidamente consegue ganhar a confiança de todos, sejam os alunos ou as outras professoras, incluindo aí sua paixão platônica, a bela professora Yamamoto Nanako.

Mas é claro que além do elenco adulto (que ainda conta com alguns pais e professores que dão mais charme ao anime), é o elenco infantil que faz a diferença. Temos como protagonista a extrovertida Anzu, filha de uma senpai de Tsuchida, e que acaba se apaixonando por ele. Aqui tenho que trazer uma ressalva de que em nenhum momento isso é correspondido, Tsuchida sempre deixa claro sua posição de adulto e dela como criança, o que temos são pensamentos infantis que acabam gerando momentos cômicos e leves. Entre os personagens secundários do elenco infantil eu não poderia deixar de comentar a minha favorita, que já entrou na lista de melhor personagem feminina do ano; Hiiragi. Quase um mini-adulta com seu vasto conhecimento, Hiiragi tem uma personalidade pseudo-séria, mas mesmo sendo tão inteligente como é, ainda se mostra uma criança, ficando facilmente embaraçada ou usando fantasias de animais várias vezes, além de idealizar o mundo adulto de uma forma peculiar e que novamente remete para cenas cômicas no anime.

Hanamaru Youchien tem seus altos e baixos, mas sempre se manteve como uma série mediana para boa. Usando um formato de duas histórias por episódio, é uma série perfeita para sentar, ligar o pc e relaxar, seja vendo um episódio ou meio episódio. Rapidamente você é conquistado pela animação da Gainax, pelo ótimo trabalho do time de seiyuu’s, pelos personagens divertidos, pelas músicas bem colocadas, sendo que você nem percebe isso pela forma natural como tudo foi feito. Vindo do estúdio Gainax, pode decepcionar alguns fãs mais hardcores, mas se gostar de comédias simples e animes slice of life, esse é um dos bons!

PS: Se você for um pedófilo atrás de outro Kodomo no Jikan, saia daqui, esse anime não tem nada para você. E nem o meu blog.