Guilty Crown – Conclusão

Depois de longas 22 semanas, um plot extremamente duvidoso, uma qualidade gráfica acima a média e uma animação que conseguiu enganar bem quem assistia, chega ao fim Guilty Crown no bloco noitaminA.

Antes de falar do seu final, vamos retornar 22 semanas e relembrar das expectativas construídas a partir do primeiro episódio dessa série. Tomando meu post de Primeiras Impressões é fácil perceber a minha grande empolgação com aquele que foi pra mim um dos melhores primeiros episódios do ano passado, juntamente, apesar de completamente oposto, do primeiro episódio de Usagi Drop.

Ambientação, apresentação dos personagens principais, combinação de ação com as músicas, roteiro instigante, character design bonito, tudo isso criou um sólido primeiro episódio que me deixou realmente empolgada para ver Guilty Crown.

Até que o episódio dois veio.

Continuar lendo

Mangas Undergrounds #1 – Eden: It’s an Endless World!

Bom, agora a coisa ficou séria! Depois das respostas positivas (mesmo com alguns falando que eu exagerei) ao post-convidado sobre Soul Eater, o Sr. Denys me chamou pra fazer uma coluna mensal sobre mangás undergrounds. Fiquei muito feliz, sempre guardei muito respeito pelo Gyabbo! e ser chamado pra escrever aqui… caramba! encheu o meu ego. No entanto, devo confessar que logo de começo fiquei um pouco confuso. Acontece que para esse primeiro post como coluna o Denys pediu para que eu falasse sobre o que eu considero serem mangás undergrounds. Isso pode ser um pouco estranho, mas eu nunca tinha parado pra pensar sobre como eu seleciono os mangás que eu falo, eu simplesmente falo.

Pensando um pouco, a solução veio com certa naturalidade, “mangás undergrounds” são mangás desconhecidos, no entanto, mais do que obras desconhecidas, são obras  desconhecidas e de qualidade. Nunca falei sobre um quadrinho sequer que eu considerasse ruim, se não gosto simplesmente não falo, e é isso que pretendo fazer aqui. Claro que “mangás de qualidade e desconhecidos” é um pouco amplo, não falo de qualquer mangá, eu tenho uma personalidade, um gosto próprio, então dentro desse “gênero” eu acabo falando de obras mais adultas, que contenham um maior teor psicológico, mas a premissa inicial é simples: apresentar ao público obras que ele não tenha lido, mas deveria.

E pra começar nada melhor do que esse mangá, uma ficção científica que não poderia ser mais realista: Eden, It’s an Endless World!

Continuar lendo

Cencoroll

Todos os anos temos as quatro temporadas onde saem dezenas e dezenas de animações novas e ficamos buscando as melhores para assistir. Mas mesmo com o avanço da internet e dos blogs de informação, nem sempre conseguimos ver todos aqueles títulos que merecem ser vistos. Buscando algo novo para comentar aqui no blog, fucei meu computador atrás do que ainda não havia sido explorado e dei de cara com uma pequena jóia: Cencoroll.

Continuar lendo

Hoshi no Koe – The Voices of a Distant Star – Editora Panini

Makoto Shinkai é dos mais aclamados diretores da nova geração japonesa, sendo algumas vezes comparado com o mestre Miyazaki. Apesar de ter sua primeira animação lançada em 1998, foi na década 2000 que começou a fazer seu grande sucesso de crítica com obras como Voices of a Distant Star (Hoshi no Koe no original) – produzido inteiramente pelo próprio Shikai, chamando atenção por sua grande sensibilidade e uma fotografia belíssima.

Como já é normal na indústria de entretenimento japonesa, o sucesso desse filme resultou em obras relacionadas, como uma novel lançada ainda em 2002 e um manga publicado pela editora Kodansha no ano de 2004 com roteiros por Makoto Shinkai e ilustrações de Mizu Sahara. Continuar lendo

Temporada de Outono 2011

Olá a todos, como estão? Há poucos dias passamos da metade do mês de Setembro e com isso a nova temporada de animes – Outono 2011 – se encontra cada vez mais próxima.

Agradecimentos ao Leo Kusanagi do Mithril pelo toque do novo chart.

Como já é tradição aqui no Gyabbo! venho trazer a lista com as minhas principais apostas para essa temporada, aqueles animes que certamente assistirei. Lembrando que não estou contando com as sequências e que em outro post irei comentar os animes menos esperados por mim.

Continuar lendo