Temporada de Verão 2011

Se tudo der certo na próxima quinta-feira começam as minhas férias da faculdade. Mês de Julho, aquele Verão vai começando; sol, praia… opa, não tem praia em Manaus? O sol é de lascar? Bem, então tem temporada nova de animes! Sim, porque está prestes a começar a aguardada temporada de Verão 2011.

Como de costume aqui no Blog Gyabbo! você confere as principais apostas, cinco no total, aqueles animes que devem ser comentados pelos próximos três meses por todos os fãs.

Continuar lendo

Supernatural: The Animation – Primeiras impressões

Olá pessoal, como estão? Semana passada foi a estréia de um anime bastante aguardado por fãs aqui do ocidente, entre eles eu. Estou falando de Supernatural: The Animation.

Continuar lendo

GOSICK – Primeiras impressões

E os comentários sobre a nova temporada não podem parar! Acabei ficando mais dias sem postar do que eu pretendia, especialmente por que a quantidade de animes a ser comentada é meio grande, mas acho que até semana que vem eu termino. Agora é a vez de GOSICK.

Continuar lendo

Yumekui Merry – Primeiras impressões

Olá! Como estão nesse primeiro fim de semana do novo ano? Não só o ano começou como iniciou-se a nova temporada de animes no Japão, a de inverno!

Ok, tecnicamente ela começou já tem bastante tempo (Starry Sky estreiou dia 23/12 por exemplo), mas para mim o seu início se deu essa semana com o episódio 0 da segunda temporada de Kimi ni Todoke, mas isso fica pra outro post. Hoje irei comentar minhas primeiras impressões sobre Yumekui Merry.

Continuar lendo

Durarara!! – Primeiras impressões

Hello folks! Dando um intervalo na semana de comemoração de 1 ano do blog, hoje finalmente sai meu post sobre as primeiras impressões do anime Durarara!!

A primeira coisa que eu pensei quando esse anime foi anunciado foi: Como diabos se fala o nome desse anime em não-japonês? É tipo,  “Kuririn”, podia ser “Kulilin”, “Krilin”, “Klilin” ou “Kuririn” mesmo! Da mesma forma ficava Durarara!!, são L’s, R’s?! Ah, meu Deus! E agora?

Bem, fazendo minhas pesquisas sobre o anime antes de começar a escrever, descobri de onde vem esse título: Durarara na verdade vem de Dullahan, uma lenda irlandesa sobre um ser que carregava sua cabeça nos braços enquantava cavalgava um cavalo também sem cabeça (com algumas variações de acordo com a região, algo natural em qualquer lenda). Acredita-se que Dullahan seja a personificação de um deus céltico, Crom Dubh, deus da fertilidade, que todos os anos exigia um sacrifício humano. Com a chegada dos cristões e consequente diminuição na crença nos deuses pagãos, Crom Dubh foi obrigado a tomar uma forma humana, Dullahan, e tomar seus sacrifícios ele mesmo. As variações são muitas, mas essa é a lenda no geral. Dullahan praticamente não fala, apenas diz um nome quando sai, e a pessoa do nome terá certeza que não conseguirá sair viva.

Ok, depois desse pequeno resumo folclórico céltico, voltamos à animação japonesa. Baseado em uma light novel de mesmo nome e que hoje conta com 6 volumes, o anime Durarara!! é animado pelo estúdio Brains Base e dirigido por Takahiro Omori. Isso tudo é familiar pra você? Bem, deveria! Do mesmo criador, estúdio e diretor do fantástico Baccano!, Durarara!! chega com uma qualidade extrema, já se colocando à disposição para ser o melhor anime do ano se manter a média.

A história é rápida, assim como seu “irmão”, Durarara!! não dá tempo do espectador respirar, muitos personagens são apresentados logo no primeiro episódio. Para quem viu Baccano! sabe que não precisa se preocupar, no fim todos terão seu sentido explicado na história.

Mas qual é a história afinal? O anime tem como protagonista Mikado Ryūgamine, um garoto que passou a vida em uma cidadezinha até aceitar um convite de seu amigo de infância, Kida Masaomi, para ir estudar em Tóquio, mais exatamente em Ikebukuro, um distrito da cidade. O lugar, como qualquer metrópole, está sempre pulsando, o que amedronta e fascina Mikado ao mesmo tempo. Além disso, a área é conhecida por brigas entre gangues.

Sim, falei, falei, falei e ainda nada do cavaleiro sem cabeça. Ele está lá, mas dessa vez em uma moto negra, trabalhando como uma espécie de entregador, cumprindo missões. É interessante notar a atualização de uma lenda céltica ao entretenimento japonês do século XXI. Sua cabeça fica em um capacete com orelhas de gato e sua característica de falar pouco é adaptada para um Dullahan que se comunica através de mensagens do seu celular.

Durarara!!, nesses dois primeiros episódios que assisti se mostrou um anime completo. Ótima abertura, sound track bem adaptada às cenas, sequências de ação bem feitas, sem fanservice, personagens únicos e carismáticos, sem contar com a animação afiadíssima do estúdio Brains Brase.

Resumindo tudo, é um must seen.

Fonte: http://www.dullahan.com/

Imagens retiradas de: http://randomc.animeblogger.net/