10 obras para gostar de anime

10 obras para gostar de anime, porque, convenhamos, não é tão fácil quanto parece gostar desses desenhos de olhos grandes.

Continuar lendo

[Coluna Hanyan #1] Paradise Kiss

Olá!

Sou a Mallu! O Denys teve a gentileza de entrar em contato comigo para que eu escrevesse uma coluna mensal para o Gyabbo! sobre mangás voltados ao público feminino, então aqui estou. Sinto-me honrada com a oportunidade, espero que dê certo e que eu possa me divertir bastante com todos.

Paradise-Kiss-Conrad-Covers-1-5

Em primeiro lugar gostaria de esclarecer que, independentemente do público alvo, as obras tem que ser analisadas pela qualidade. Eu tenho uma tendência a me identificar mais com shoujo, afinal é um produto “demograficamente” destinado a mim, mas nem por isso tenho preconceito contra qualquer outro gênero. Mais do que “gostar de shoujo”, eu gosto de mangá! E se o mangá for bom, não importa para quem ele foi escrito, ele vai conseguir passar uma mensagem diferente pra cada pessoa que o ler.

Então na coluna “Hanyan” (que como a nossa querida Card Captor Sakura nos ensinou, representa todas as coisas boas que nos deixam felizes e… hanyan) eu gostaria de desmistificar um pouco o preconceito que as pessoas têm contra todo um gênero, muitas vezes antes de sequer conhecê-lo. Meninos, deem uma chance ao shoujo e ao josei, da mesma forma que as meninas também podem prestar mais atenção ao seinen e ao shounen. Porque tem um monte de coisa boa espalhada por aí e se a gente se limitar vai perder metade da diversão.

Militância feita, vamos começar a falar um pouco sobre o título que escolhi para abrir a coluna, Paradise Kiss.

Continuar lendo

Paradise Kiss – J-Movie

OBS: Esse post contém spoilers.

Vocês pediram, eu prometi e estou voltando a analisar filmes asiáticos aqui no blog. Como já havia comentado no post do terceiro aniversário do blog, pretendo analisar pelo menos um filme mensalmente a partir de agora. Assim, aproveitando que hoje saiu um Video Quest novo (que vocês podem assistir logo abaixo) sobre o manga de Paradise Kiss, venho comentar sobre sua adaptação em live-action que assisti no começo desse ano.

Baseado na obra da mangaka Ai Yazawa (também conhecida pelo imenso sucesso, Nana) de mesmo nome que foi publicada de 1999 ao ano de 2003 na revista josei Zipper para posteriormente ser compilada em cinco volumes tonkohon que chegaram a ser publicados no Brasil (e em ótima qualidade!) pela editora Conrad e transformados em um anime de 12 episódios pelo estúdio Madhouse, Paradise Kiss é um filme lançado em Junho de 2011 do diretor Takehiko Shinjo e distribuição da Warner Bros.

Continuar lendo