Monster – Editora Panini – Vol.1

Depois de longos anos de espera, finalmente temos a volta ao mercado brasileiro de Naoki Urasawa, um dos grandes mestres atuais dos mangas, com a obra Monster, considerada por muitos seu melhor trabalho.

Quem não lembra, Monster começou a ser publicado pela editora Conrad no ano de 2006 em um belo formato que infelizmente foi cancelado com a triste situação que a editora viveu em meados dos anos 2000. No entanto, fomos pegos de surpresa quando ano passado a editora Panini revelou que estaria retornando a série ao mercado, desde o seu início.

Continuar lendo

Mangas Undergrounds #4 – Narutaru

Coluna do Mangas Undergrounds no Gyabbo!

Narutaru (ou Shadow Star em inglês) é um mangá completo em 12 volumes, publicado em 1998 e terminado em 2003 na revista Afternoon, de autoria de Mohiro Kitoh, mesmo autor de Bokurano.

Continuar lendo

Marcelo Del Greco de volta pela editora Nova Sampa com Kyou Kara Hitman

Nesta quinta-feira começou o Anime Friends, o maior evento sem foco na animação e quadrinhos japoneses que utiliza-se de “anime” no nome do Brasil. Mas o foco aqui não é esse, até por eu nunca ter ido a uma AF. 

Com informações do blog Chuva de Nanquim, ficamos sabendo diretamente do evento que houve um espaço para o ex-gerente de conteúdo da editora JBC anunciar seu novo trabalho. E a notícia, apesar de já circular entre os bastidores do mercado desde sua saída da JBC, vem para causar barulho com a “entrada” de uma nova editora no mercado de mangas brasileiro, a Nova Sampa.

Continuar lendo

Mangas Undergrounds #3 – Yotsuba&!


Depois da marretada na cara que foi Freesia no ultimo post, está na hora de curar as feridas. Por isso dessa vez iremos descobrir o porque dessa obra já ser considerada um “cult moderno”, praticamente obrigatório. O mangá mais emotivo e aconchegante já escrito em todos os tempos: Yotsuba&!

Continuar lendo

Mangas Undergrounds #2 – Freesia

Criado em 2003 por Jiro Matsumoto e publicado na revista Ikki, “Fressia” conta a historia de um Japão alternativo no qual, devido à superpopulação nas prisões, foi aprovada uma lei que permite os assassinatos por represália, ou seja, caso uma pessoa tenha tirado a vida de alguém muito querido a ti, você terá o direito legal de contratar um assassino para matar esta pessoa, ou até assassiná-la com as próprias mãos, criando assim uma sociedade podre, em constante guerra, corrupta e… parecida com a nossa.

Continuar lendo