Números de vendas dos mangas no Brasil

Olá a todos! Estranho ver um post em uma sexta-feira, não? É, mas estava tendo umas reflexões e achei que seria interessante coloca-las aqui além de ter comentado no Twitter.

Vocês lembram da entrevista que eu e o J-Wave fizemos com o Mauricio de Sousa? Se não, dê logo uma lida aqui. A entrevista em si teve muitos pontos interessantes, gerou muitas visitas e muitos comentários, mas um dos seus pontos altos foi a afirmação do Mauricio de que a Turma da Mônica Jovem vendia mais que 10 vezes o que vende o manga de maior sucesso aqui no Brasil.

Bem, partindo do pressuposto que essa afirmação seja baseado nos números que o Mauricio tem acesso na editora onde publica, a Panini, poderíamos pensar (e eu acredito nisso por questões óbvias) que o manga mais vendido no Brasil seja Naruto e que ele venda 10 vezes menos que a Turma da Mônica. Ok.

Hoje, ao ler uma notícia no site Anime Pró, que por sua vez linkava para uma outra entrevista feita com o Mauricio de Sousa pelo Blog dos Quadrinhos, vi algo bem interessante:

Segundo Mauricio, os personagens adolescentes vendem de 300 a 400 mil exemplares por mês. Uma revista como “Mônica” ou “Cebolinha”, 200 mil cada uma.

http://blogdosquadrinhos.blog.uol.com.br/arch2010-02-01_2010-02-28.html#2010_02-12_10_56_50-135059040-25

Usando da matemática simples, se o manga mais vendido no Brasil vende 10 vezes menos que a Turma da Mônica Jovem e ela vende em média 350 mil exemplares por mês, teríamos o número de 35 mil exemplares para o manga mais vendido no Brasil, em média.

Claro que tudo isso é apenas um esforço de raciocínio e é difícil dizer de fato se o manga mais vendido tenha uma média de 35 mil exemplares vendidos mensalmente já que as editoras aqui no Brasil não liberam seus números por motivos misteriosos. Mas se o Mauricio estiver correto, esse cruzamento de informações nos permite fazer essa suposição.

O que vocês acham?