Temporada de Outono 2009 (Atualizado: 15/09/09)

Hello folks! Hoje estou bem menos atarefado do que semana passada, até por estar com apenas uma professora na faculdade, estudar em Universidade Federal dá nisso infelizmente. Mas isso vem em uma boa hora, já que agora em setembro começa mais uma temporada de animes, a de Outono. Impressionante como desde que comecei a escrever no Gyabbo! essas temporadas tem passado cada vez mais rapidamente!  E como já virou tradição por aqui, vou fazer uma apresentação daquilo que irei assistir com toda certeza.

fall-2009-v2-export1

Fiquei impressionado ao ver esse chart da temporada de outono por que me interessei por muitos animes, tem muita coisa promissora. Primeiro, tenho que deixar de lado algumas continuações que irei assistir, mas não faz parte do propósito desses posts sobre as temporadas. Entre esses animes estão Darker than Black, Inu Yasha (que eu não vi todo o primeiro anime, mas quero ver esse final), Natsu no Arashi e White Album. Só por esses animes eu já estaria satisfeito com essa temporada, mas tem muito mais por aí, por isso vamos àquilo que eu pretendo assistir com toda certeza nessa temporada

Continuar lendo

White Album

Domingo chegou, meu Flamengo ganhou e é dia de post novo (Apesar de que estou pensando em postar mais, esperar uma semana é muita coisa)!

Pra seguir o subtítulo do blog, vou falar de um anime que começou recentemente no Japão e que até agora eu vi dois episódios; White Album.

Animes baseados em Eroge não são nenhuma novidade, obras como Air (2005), To Heart (1999) e Kanon (2002) são alguns exemplos de animes relativamente famosos que foram baseados em jogos do tipo. White Album, lançado nesta temporada do inverno japonês 2009, é mais um desses casos, sendo baseado em um erogame de 1998.

White Album

O anime conta a história de Touya Fuji, um jovem universitário e sua namorada, Yuki Morikawa, uma futuro Idol. Cheia de programas para participar, músicas para gravar, reuniões a participar, Yuki tem pouquíssimo tempo para o pobre Touya. Mas como as leis gerais da animação japonesa mandam que o protagonista seja assediado por diversas garotas ao mesmo tempo, é óbvio que outras garotas estão de olho em Touya, que carente do jeito que está… imaginem o que pode acontecer!

 

Se cuida, Yuki!

Se cuida, Yuki!

Produzido pelo estúdio Seven Arcs e contando com 13 episódios, White Album me chamou atenção pela animação detalhada. O traço não é um primor, mas é notório o esforço do diretor Akira Yoshimura em reproduzir movimentos simples, mas que dão vida extra à animação. Tenho que confessar que à primeira vista White Album não me empolgou. Muitos personagens e uma história um pouco confusa. Mas com o passar dos episódios, você acredita no sentimento de ambos, na saudade, na falta que os dois sentem um do outro, acho que essa sinceridade me fez ver o segundo episódio sem nem perceber, passou tão rápido, o que pra mim é sinal de que estou realmente gostando do anime.

 

Casal feliz! Por enquanto...

Casal feliz! Por enquanto...

Pra quem gosta de dramas românticos, White Album parece ser muito promissor!