Inspetor Bugiganga era um anime?!

Caramba! Entre nesta discussão louca: era a série Inspetor Bugiganga um anime?

“Não tome o habitual como coisa natural, pois em tempo de desordem, confusão organizada, de humanidade desumanizada, nada deve parecer natural, nada deve parecer impossível de mudar.”

Bertolt Brecht

Bem vindos às segundas feiras do Gyabbo!, onde os incríveis são normais!

Quem conhece Inspetor Bugiganga? Se os mancebos que estiverem lendo isto têm mais de vinte e cinco anos, certamente devem se lembrar deste desenho animado que passou na Rede Record e SBT nos anos 90.

Inspetor Bugiganga (Inspector Gadget) foi criado em 1983 pelo cartunista francês Bruno Bianchi. Contava a história de um inspetor de polícia atrapalhado que, após um acidente numa missão, teve boa parte do seu corpo substituída por próteses robóticas, assumindo o codinome de Inspetor Bugiganga. Porém, devido à sua falta de brilhantismo intelectual, sua sobrinha Penny e o cão super-dotado Crânio ajudam-no em suas missões. Seu maior inimigo é o vilão conhecido como Doutor Garra, que teria perdido sua mão direita neste mesmo acidente e quer se vingar do inspetor.

insp-gadget

Focada no humor, o personagem principal era totalmente inspirado no Inspector Clouseau, policial francês da série de filmes A Pantera Cor-de-Rosa. O desenho fez muito sucesso na época, ganhando 86 episódios que continuam sendo exibidos em alguns países, inclusive no Brasil pela Rede Aparecida – infelizmente não com a dublagem nacional original.

A obra foi lançada no início dos anos 80, mas teve também um remake em 2003, além de dois filmes live-action lançados em 1999 e 2003 tendo o ator French Stewart no papel principal. Há planos para uma nova série totalmente em computação gráfica chamada Inspector Gadget 2.0 para o ano de 2015.

inga-still-07-x

A série original foi produzida pela produtora canadense Nelvana. Esta empresa certamente tem um lugar cativo no coração de muitas crianças ocidentais, pois também produziu série como Nossa Turma, Babar, Beetlejuice, As Aventuras de Tintin, Ursinhos Carinhosos e Sakura Card Captors… hããã?!?

“Como assim, tá louca?! Sakura Card Captors é um anime feito pelo estúdio Madhouse!” sim, mas a Nelvana foi a responsável por sua produção e distribuição nos Estados Unidos e Canadá e, infelizmente, pelos seus cortes e modificações feitos para se adequar ao público infantil destes países.

A Nelvana é, até hoje, uma das empresas de desenhos animados mais respeitáveis do mundo. Ela começou nos anos 80, produzindo séries escritas por americanos, canadenses e franceses. Porém ela não é um estúdio de animação, é uma produtora. E para ter os desenhos animados feitos ela precisava contratar estúdios de verdade. E um deles foi o japonês TMS Entertainment, um dos mais tradicionais do oriente.

inga-still-20-x

A TMS Entertainment foi responsável pela animação de muitas séries clássicas, como Lupin III, Star of Giants, Doraemon, A Rosa de Versalhes, Space Cobra e outros. Os anos 80 foi uma época em que estúdios japoneses começaram a ser contratados por muitas produtoras de vários países devido à reconhecida qualidade de suas animações – ThunderCats é o exemplo mais clássico: uma produção americana totalmente desenvolvida por estúdios japoneses – muitos deles que, mais tarde, se uniram para formar o Studio Ghibli.

Inspetor Bugiganga teve muitos episódios animados pela TMS Entertainment, que tinha entre seus colaboradores nomes como Shingo Araki, ninguém menos que o character designer de Cavaleiros do Zodíaco! Se você pegar os créditos do desenho animado antigo você vai poder ver, na parte dos créditos, o nome de Araki em alguns episódios. O mestre foi o responsável pela animação dos episódios “The Curse of the Pharaoh”, ”Coo-Coo Clock Caper”, “The Bermuda Triangle”, “Did You Myth Me?” e “Unhenged”. Aliás, estes episódios se destacavam por estar entre os mais bem animados. Seu estilo tinha os personagens desenhados de forma mais arredondada, suave e muito mais detalhada, sem falar que a animação era muito agradável e bem feita pros padrões da época.

snapshot20111209155713

Outro detalhe: algumas cenas icônicas da série, como o Inspetor lendo as famosas mensagens de autodestruição (que inclusive faziam parte dos créditos finais), ele usando sua mão como um telefone celular e outras mais ficaram tão bem-feitas que foram reaproveitadas em outros episódios que o Araki não assinou.

Portanto a pergunta é: Inspetor Bugiganga é um anime? Hmmm, antes de mais nada, o que definiria um anime? O fato dos personagens da obra terem sido criada por japoneses? Bem, neste caso Princesas do Mar, de Fábio Yabu, seria uma animação brasileira, embora tenha sido produzido e animado por estúdios e produtoras australianas?

Princesas do Mar pulam dos livros para as telas de TV

Quando tem entrega do Oscar e um filme ganha na categoria máxima (Melhor Filme), não é o diretor ou o roteirista que sobe para pegar a estatueta, mas o produtor. O filme é dele. Quer dizer então que se Star Wars e todos os personagens da Marvel tivessem tido seus direitos comprados pela Sony, ao invés da Disney, todos os seus desenhos animados produzidos desde então seriam animes e suas séries live-actions seriam doramas?

Mas se o que vale é a nacionalidade do povo que colocou “a mão na massa”, que a origem do estúdio de animação é a que importa, então Thundercats, Silver Hawks e TigerSharks são animes?

A minha resposta favorita para isto é: Inspetor Bugiganga é um desenho animado! Assim como Cavaleiros do Zodíaco, Princesas do Mar, Meninas Superpoderosas (a versão do Cartoon Network e a versão “X”), Panty & Stocking with Garterbelt, Animais do Bosque dos Vinténs (lindo!) e Madoka Magica também são desenhos animados. Sério… por que complicar tanto as coisas?

ddn032810life80scartoons3

Claro que, para todos os efeitos, nós do Genkidama utilizam a nomenclatura “anime” para aquelas séries que são produzidas, animadas e roteirizadas por japoneses. E que estreiam na televisão japonesa nas famosas temporadas sazonais.

Este post tinha a intenção de fazer você pensar em “anime” como uma coisa muito mais ampla – principalmente para aqueles que, uma vez que se denominam otakus, se recusam a assistir ou ler qualquer coisa que não possua o rótulo anime/manga. Afinal de contas há tanta coisa boa sendo produzida no mundo inteiro!

E, para o bem ou para o mal, o anime/manga como o conhecemos hoje bebe direto da fonte de criadores ocidentais, como Disney. Osamu Tezuka jamais negou que os olhões grandões de seus personagens eram inspirados na animação Bambi – o que acabou definindo toda uma estética.

Espero que tenham gostado do post! Até a próxima!

15 respostas em “Inspetor Bugiganga era um anime?!

  1. Então… não, né?! Eu tbm (tal qual vc bem definiu), só considero como “anime” as “séries que são produzidas, animadas e roteirizadas por japoneses.” Porém, Inspetor Bugiganga fez parte da minha infância e eu tenho um carinho especial por todos os desenhos animados daquela época!

    Curtir

  2. Sem dúvida “desenho animado” define tudo perfeitamente ^^ Se for divertido, não me importa se é americano, japonês ou brasileiro, o negócio é apreciar.

    Curtir

  3. Excelente texto, concordo com o ponto abordado e sou um dos que defende que animação é animação e ponto. “Anime” é mais por pura conveniência de uma referência de estética (podemos assim dizer?). Vale também ser lembrado que o próprio termo “Animê” é abreviação à moda japonesa da palavra Animation.

    Curtir

    • Exato! E que ‘animes’ como Panty & Stocking with Garterbelt poderiam facilmente ser confundidos com animações americanas

      Curtir

  4. Nossa,tive que parar um tempo pra pensar,mas ,concordo que é tudo animação.Mas,se eu tivesse que definir oque é anime, eu diria que é uma animação feita por japoneses e transmitida no japão,e pra mim, ainda seria anime mesmo se fosse feita por outras pessoas,contanto que fosse dirigida por um japa e tivesse o estilo característico.

    Curtir

    • Aí é que está: o tal “estilo caracteristico” está ficando cada vez mais nebuloso com obras como Avatar e Panty & Stocking with Garterbelt sendo produzidas

      Curtir

    • As vezes até episodios que são animados pelo MESMO estudio dá para distinguir quem foi o animador… veja cavaleiros e entenderá, kkk!

      Curtir

  5. Me lembro desse desenho no SBT como Inspetor Bugiganga, mas em outro canal (não me recordo se era a Record), o nome era Inspetor Gandaia. Acredito por serem dublados em estúdios diferentes…

    Parabéns pela matéria!!!

    Curtir

Comente e participe da discussão

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s