Psychic Detective Yakumo – Primeiras impressões

Olá pessoal! Como estão? Faz tempo que eu não apareço aqui para comentar um anime, não? Acabou que essa semana foi muito atarefada e não tive tempo de postar nada domingo, por isso o post em uma sexta-feira. Para não perder tempo, Psychic Detective Yakumo.

Mas antes não esqueça de votar na enquete do Censo Gyabbo! no menu ao lado!

Psychic Detective Yakumo é um anime baseado em uma série de light novels, oito até o momento, além de várias outras baseadas na principal. Há também mangas, um dorama e até mesmo uma peça teatral. Diante de tantas adaptações feitas do original é de se esperar que algo de muito bom saia daí.

Claramente renegada a uma produção de baixo custo, Yakumo possuirá 13 episódios para desenvolver sua história que muito lembra o anime Ghost Hunt. Yakumo Saitou é um estudante universitário que não demonstra grande humor, mas possuindo a habilidade de enxergar espíritos com seu olho esquerdo (vermelho, o qual esconde com uma lente de contato), acredita que todos os espíritos possuem um motivo para estarem ainda presos à Terra, e cabe a ele ajudá-los a transcenderem.

Se o próprio protagonista lembra bastante Shibuya Kazuya de Ghost Hunt, o fato de a história contar com uma garota que entra na vida de Yakumo como um caso “profissional” e acaba continuando ao seu lado ajuda bastante a manter a similaridade dos dois animes. Mas ao contrário do mais antigo, Yakumo, até pelo número reduzido de episódios (que já virou praticamente unanimidade nos animes mais desconhecidos), passou em seus primeiros dois primeiros capítulos o sentimento de que será mais episódico do que por arcos, possuindo um vilão claro para finalizar a obra.

Como dito anteriormente, a animação de Psychic Detective Yakumo parece ter sido deixada um pouco de lado e o anime não deve ser uma das prioridades do estúdio no momento, ainda que seja suficiente para o estilo do anime.

Com um bom episódio inicial, mas caindo bastante, o prognóstico para o resto da série não parece ser dos melhores, não deve sair do mediano. Espera-se alguns clichês óbvios, como o relacionamento entre os dois protagonistas, mas não custa esperar uma reviravolta, certo?

Apesar de não ter atendido até o momento as expectativas que eu alimentava sobre o anime, Yakumo pessoalmente me agradou com certas exceções, mas não recomendaria para outras pessoas, principalmente quando ainda temos Shiki na televisão japonesa e nos torrents internacionais.

Esse post foi publicado em Animes, Primeiras impressões e marcado , , , , , , . Guardar link permanente.

2 respostas para Psychic Detective Yakumo – Primeiras impressões

  1. Aline Kachel disse:

    Só corrigindo, é o olho esquerdo :p
    Anyway, achei que eles pecaram muito em querer correr com a história. Seria mais interessante haver menos ‘files’ com mais mistério do que a coisa sem sal que ficou :|
    O episódio 3 deu uma melhorada, mas ainda assim… meh

  2. Bella disse:

    Eu achei que o anime deixou demais a desejar… Mudaram bastante a história e o suspense todo dos mangás foi simplesmente suprimido oO’ O que não faz sentido algum, devido ao gênero da história. Enfim, sou muito mais o mangás, nem me interessei em assistir o resto ^_^
    Falando nisso, o mangá está disponível em nosso scanlator, o Pururin Fans, se quiser dar uma olhada.
    Gostei do seu post :)

Os comentários estão encerrados.