Professor Layton and the Eternal Diva

Existe dentro da cultura popular brasileira uma certa afirmativa que eu acho extremamente errado: Aquilo que é infantil é ruim. Essa afirmativa pode ser especialmente percebida no fandom de animes e mangas, onde para muitas pessoas dizer que animes são coisas para crianças é uma verdadeiro insulto. Mesmo obras como Naruto e One Piece, voltadas para o público infanto-juvenil, são alçadas por muitos como algo “maduro” simplesmente por não aceitarem que algo infantil pode ser bom (também há o caso das pessoas não quererem ser relacionadas à coisas infantis e por isso essa distorção, mas esse é um papo para outro post).

A questão é que essa é uma das maiores falácias enraízadas na formo como entendemos o entretenimento. Uma obra para ser boa, independente de quem a está consumindo, não precisa sair do infantil. Lá podemos sim encontrar coisas de imensa qualidade, como é o caso do movie que irei comentar hoje; Professor Layton and the Eternal Diva – Layton Kyouju to Eien no Utahime.

Continuar lendo

Another – Primeiras impressões

Há 26 anos atrás, na escola Yomi North da cidade interiorana de Yomiyama, a morte de uma popular estudante da Classe 3 da nona série, Misaki, deixa uma marca profunda entre seus colegas. Tanto que os mesmos resolvem seguir até a gradução como se nada tivesse acontecido e Misaki continuasse estudando entre eles, chegando a colocar uma cadeira para ela na cerimônia de gradução.

Já no presente, nesta mesma escola e sala, vem estudar Kouichi Sakakibara, jovem transferido da grande Tóquio após seu pai precisar passar um tempo na Índia. Por causa de problemas pulmonares, Sakakibara perde o início das aulas e fica hospitalizado por um mês. Lá, em uma noite silenciosa, ele conhece Mei Misaki, uma estranha garota que se dirige para o andar do hospital onde se encontra o necrotério, afirmando precisar entregar algo para sua outra metade. Continuar lendo

Temporada de inverno 2011/2012

Já há algum tempo, desde que as primeiras versões dos charts da temporada de inverno 2011/2012 começaram a surgir, vem acontecendo um certo consenso de como essa nova temporada de anime está fraca. Se compararmos com o inverno passado, quando tivemos Hourou Musuko e Mahou Shoujo Madoka Magica, a situação fica ainda mais complicada. Infelizmente eu tenho que concordar. Mas como é tradição no Gyabbo!, irei nesse post apresentar as séries que com certeza acompanharei e nas quais aposto mais (lembrando que eu não considero neste post as continuações).

Clique na imagem e novamente no seu tamanho real para ampliar e visualizar

Continuar lendo

Hanasaku Iroha – Conclusão

Um tema muito comum em obras de ficção em geral é o do amadurecimento. Você certamente conhece muitas obras que trabalham com isso; da série literária Harry Potter ao filme “Quatro Amigas e um Jeans Viajante” para citar apenas dois exemplos.  Com um foco maior nos personagens, especialmente no protagonista, temos nesse gênero uma atenção maior para os diálogos, e os relacionamentos dos personagens. A importância está muito mais nos momentos cruciais que irão proporcionar uma mudança de A (estágio inicial do personagem) para B (estágio “final” onde o mesmo amadureceu). Hanasaku Iroha, série que comemora a primeira década do estúdio P.A. Works, é mais uma obra desse gênero, mas falha justamente naquilo que deveria ser o seu forte.

Continuar lendo

Hanasaku Iroha – Primeiras impressões

Continuar lendo